19 de Setembro de 2018,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 11h:29 | Atualizado:

BEIRA RIO E JARDIM ITÁLIA

Cuiabá construirá dois novos viadutos

cuiaba-viaduto.jpg

 

A Prefeitura de Cuiabá vai investir R$ 51 milhões em duas novas obras de infraestrutura, ampliando e aprimorando a mobilidade urbana da Capital. Destinados para a construção do viaduto que liga a Avenida Beira Rio com a Ponte Sérgio Mota e outro que engloba a Avenida das Torres e Avenida Itália, os recursos são oriundos de um financiamento a ser formalizado junto ao Banco do Brasil. O investimento, que fora aprovado mediante votação pela Câmara Municipal, eliminará dois dos maiores gargalos no trânsito da cidade, conferindo trafegabilidade, fluidez, além de reduzir o tempo de viagem dos condutores cuiabanos.

“Nossa terra possui um enorme potencial e está passando por um estrondoso processo de desenvolvimento, com um crescimento exponencial que se reflete diretamente na mobilidade urbana da cidade. Sabendo que o trânsito é um dos maiores conflitos de qualquer metrópole, queremos atuar de maneira preventiva, evitando um comprometimento ainda maior das principais avenidas da cidade, à medida que naturalmente solucionamos uma dificuldade que - ainda que seja relativamente menor em relação a outras capitais - apresenta uma problemática futura. Estamos pensando em Cuiabá de forma vanguardista, vislumbrando seus próximos 15 e 30 anos, com a certeza de que este progresso é um procedimento natural e iminente e é gratificante saber que os representantes da população aprovam esse sonho, que faz parte do imaginário de qualquer cuiabano”, afirmou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Garantindo conforto, agilidade, tranquilidade e uma trafegabilidade avançada, essas intervenções encurtarão distâncias físicas, conforme também exercem o papel de desbravadoras em se tratando do desenvolvimento estrutural de Cuiabá. Em relação à obra que contempla a Av. Beira Rio e a Ponte Sérgio Motta, sua extensão será de aproximadamente 250 metros, conferindo uma nova rota que interliga a Capital a Várzea Grande. Já o outro viaduto visa desafogar o atual gargalo presente na Avenida das Torres, se estendendo por cerca de 350 metros, em pistas amplas com fluxo contínuo.

O contrato de operação de crédito previamente autorizado será único e exclusivamente destinado para estes dois elevados. Com o prazo para pagamento/amortização da dívida de 96 meses, o financiamento ainda conta com outras vantagens, como 12 meses de carência, conforme ponderou o secretário municipal de Fazenda, Antônio Roberto Possas.

“Além disso, a proposta estipulada pela instituição bancária é realmente interessante e conta com uma taxa de juros de 6%, mais correção monetária, resultando em 9% ao ano. Este investimento é também conduzido sob a prerrogativa do nosso planejamento financeiro, respeitando nossa margem de endividamento, que atualmente está consideravelmente baixa, com uma folga referente a R$ 1.700 bilhão de disponibilidade. E considerando também a dimensão do impacto social dessas intervenções, sua importância se torna inerente e necessária para certificar a modernização da infraestrutura viária da nossa cidade”, concluiu o gestor.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Flavia Mesquita | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 16h13
    1
    0

    o prefeito do paleto está preocupado é com o berere que vai para o paletosinho bancar a campanha e não com a saúde do povo cuiabano. pensar em acabar com a construção e entregar ao povo o pronto socorro não quer. o mauro começou deixando para ele so acabar e receber as glorias como vem fazendo com todas as obras não quer, porque não da para tirar bereré.

  • zózima cuiabana | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 16h09
    1
    0

    obaaa, tem paletó que vai ficar estofado!!!!!!!!!!!!

  • Paolla | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 15h30
    5
    1

    Ou seja: mais bereré no paletó!!!!!

  • mayara | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 15h29
    5
    1

    SErá que vem mais dinheiro para o PALETÓ????????? Afffffffffff

  • respeite NOSSO DINHEIRO | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 14h31
    8
    3

    PREFEITO vc quer aparecer nos 300 anos de Cuiabá pendura uma melancia no pescoço. vai terminara as obras inacabadas, a população de Cuiabá precisa de saúde, educação e segurança. essa vai ser mais duas obras inacabadas mas o dinheiro do empréstimos vai pro ralo. termina o pronto socorro e faz ciclovia nos espaços que iria passar o VLT. CHEGA DE ROUBALHEIRAS. A MUITOS ANOS QUE VOCE VEM USURPANDO O Dinheiro de MT. MOSTRA PELO MENOS UM SERVIÇO TERMINA O PRONTO SOCORRO JA ESTA DE BOM TAMANHO. MINISTÉRIO PUBLICO FISCALIZA ESTE PREFEITO, ELE ESTA CRIANDO OBRAS PRA FAZER DE CONTA.

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 14h15
    9
    3

    Tem que terminar primeiro as obras inacabadas! Exemplo: Arquimedes Pereira Lima. ... uma vergonha!!! MP fiscaliza ...o sujeito para $$$$$.é igual porco pra merda.

  • Carlo | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 13h03
    12
    2

    Só não pode ser inútil como aquele da Av. do CPA.

  • PANTANAL | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 12h19
    6
    0

    FIQUEM DE OLHO //// MAIS SUPERFATURAMENTO MAIS DESVIOS VEM POR AI FIQUEM ATENTOS

  • Doralice | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 12h12
    13
    2

    MAIS DUAS OBRAS QUE FICARÃO INACABADAS E NENHUM GESTOR SERÁ PUNIDO. PORQUE NÃO TERMINAM AS OBRAS DA COPA QUE ESTÃO ABANDONADAS. PORQUE NÃO TERMINAM O PRONTO SOCORRO DE CUIABÁ. ESSE PREFEITO SÓ SABE FAZER FESTA, PINTAR MEIO FIO, LIMPAR PRAÇAS E ROTATORIAS. UMA VERGONHA E NINGUEM FALA NADA PORQUE OS DITOS PRESIDENTES DE BAIRROS ESTÃO TODOS EMPREGADOS JUNTO COM SUAS FAMILIAS, NA PREFEITURA OU NO ESTADO. TODOS VENDIDOS E CUIABÁ CADA VEZ MAIS PARECIDA COM CIDADES DA BOLIVIA, CHEIA DE CAMELOS, AREAS PUBLICAS INVADIDAS POR COMERCIOS SEM ALVARÁS, BURACOS, ETC... NAO SEI O QUE O MPE ESTA ESPERANDO PARA INVESTIGAR OS SEMAFAROS BURROS, A CONSTRUÇÃO DE UMA ESTAÇÃO DE ONIBUS, AS COMPRAS SEM LICITAÇÃO E CONTRATOS NA ASSISTENCIA SOCIAL, O CABIDE DE EMPREO DA SECRETARIA DOS 300 ANOS. SOCORRO, ESTA CHEIO DE GENTE USANDO PALETO E OS VENDIDOS DA CAMARA MUNICIPAL FICAM SÓ OLHANDO.

  • Rogério | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 12h04
    6
    1

    Duvido

  • Raimundo | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 11h52
    13
    2

    Rapaz esse prefeito tinha que ser proibido de ter acesso a dinheiro, já vimos esse filme com Silval! Dá até um frio na espinha, essa obra vai custar umas quatro vezes esse valor! Pode escrever...