20 de Março de 2019,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 10h:40 | Atualizado:

CAOS NA SANTA CASA

Médico chama secretário de mentiroso e prevê novas prisões em Cuiabá

Antonio Preza disse que Santa Casa não deve prefeitura; ex-secretário será ouvido de novo em CPI

cpi-filantropicos.jpg

 

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), criada na Câmara Municipal de Cuiabá para investigar os contratos realizados pela Secretaria Municipal de Saúde com as unidades filantrópicas hospitalares, ouviu em fase de oitiva, nesta quarta-feira (13), o ex-presidente da Santa Casa de Misericórdia, Antônio Prezza. Durante mais de três horas, o médico prestou esclarecimento sobre as indagações que foram feitas pelos vereadores presentes na oitiva, entre elas, a discussão sobre o débito de valores da Instituição com a Prefeitura de Cuiabá, serviços pagos e não realizados. “Todos os recursos públicos que recebemos, que vieram para a Santa Casa, foram todos prestados contas e aprovados. As interpretações equivocadas sobre este assunto quem está dando é a Secretaria Municipal de Saúde. Vou dizer mais, esse secretário que está aí, está fazendo a mesma coisa que o anterior, eu espero que o final dele não seja o mesmo. Todos os pontos levantados pela Prefeitura em nota — falando dos 24 milhões, que a Controladoria foi feita por uma solicitação da Delegacia Fazendária — é uma mentira do secretário. Todos aqueles dados são mentirosos. Nós recebemos emendas parlamentares, elas são do orçamento do Congresso do Nacional. Ocorre que eles estão cobrando as que ultrapassaram limites e as que não ultrapassaram, sendo que a única emenda que tem algum questionamento é essa de R$2,4 milhões”. 

Apesar de não citar os nomes, o médico fez referência do ex-secretário Huark Douglas Correa, que deixou a Secretaria de Saúde após ser alvo da "Operação Sangria", que apurou esquemas de corrupção na pasta. Huark chegou a ser preso no fim do ano passado por obstrução a Justiça, mas já responde ao crime em liberdade.

O ex-presidente repassou números sobre os gastos e recursos que foram recebidos, questionado sobre as dificuldades financeiras da Instituição, ele explicou que no ano passado, por exemplo, a Instituição ficou paralisada por vários meses tendo gerado débitos mensais. “No ano passado ficamos com os serviços paralisados por mais ou menos seis meses, somente atendendo os pacientes que já estavam internados no Hospital, não tivemos entradas, mas tivemos gastos para manter pacientes e funcionários”, explicou.

O ex-presidente foi questionado ainda sobre a solução para os problemas da Santa Casa hoje e também sobre as denúncias de altos salários dentro da Instituição. “Para que a Santa Casa volte ao funcionamento é necessário dinheiro, não tem outra solução. A Santa Casa deve cerca de 80 milhões de reais, só com a entrada de recursos poderá continuar prestando seus serviços para a sociedade. Essa história de que funcionários estariam ganhando mais de R$40 mil não procede, o maior vencimento pago é de uma funcionária no valor de R$ 20 mil, que trabalha há mais de 20 anos na Santa Casa, ela recebe esse valor pelo tempo de serviço”, disse. 

O relator da Comissão, o vereador Chico 2000, informou durante a oitiva que o relatório da CPI não será mais entregue na próxima semana, visto que ainda serão necessárias outras oitivas. “Não vamos terminar aqui, precisaremos realizar outras oitivas, a partir desse depoimento, deveremos convocar novamente o secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho. Vamos também solicitar a intervenção na Santa Casa de Cuiabá”, explicou.

O vereador Toninho de Souza, membro da Comissão, falou sobre o pedido de intervenção assinado por 21 vereadores. “Chegamos à conclusão que esse caos financeiro na Santa Casa é em relação à falta de gestão. Por isso, ao final do depoimento, tomamos uma decisão de encaminhar ao Prefeito Emanuel Pinheiro, o documento pedindo a intervenção da Instituição. Agora essa decisão cabe especificamente ao Prefeito, é a única solução que entendemos para resolver a situação da Santa Casa. Se ele tomar essa decisão, o mais rápido possível será encontrado um gestor e assim buscar os meios financeiros para pagar em dia o salário dos funcionários e reabrir as portas da Santa Casa”, disse.

O presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão, disse estar tranqüilo em fazer a indicação ao executivo para que ocorra a Intervenção. “Após esse depoimento eu fiquei respaldado do pensamento em fazer a indicação para essa intervenção, tivemos o exemplo da Santa Casa de Campo Grande, onde ocorreu uma Intervenção pelo executivo e está em funcionamento. Hoje ainda nós vamos protocolar para o Executivo para que todas as medidas sejam tomadas, essa é a forma de salvar a Santa Casa, temos que fazê-la pelo caminho legal”.

O presidente da CPI, Renivaldo Nascimento, explicou que já se tem uma gama de informações e documentos, mas outras oitivas também serão importantes para o processo. “Após esse depoimento se fez necessário a realização de outras oitivas que com certeza embasarão o relatório final para a conclusão dos trabalhos”, explicou.

Além do vereador Renivaldo Nascimento que está na presidência, a CPI dos Filantrópicos, como foi denominada, é composta também pelos vereadores Chico 2000 (PR) como relator, e Toninho de Souza (PSD) como membro.

SANTA CASA — Desde a útlima segunda-feira (12), a Santa Casa paralisou os atendimentos alegando falta de condições de atender os pacientes. Criada em junho de 2018, a CPI teve o prazo de conclusão prorrogado por mais 120 dias em novembro de 2018. O objetivo é investigar as contratualizações da Santa Casa com a Prefeitura de Cuiabá.

 

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • Selma Kangi | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 16h32
    1
    0

    O mesmo grupo que estava passando a mão nos serviços terceirizados pelo ex secretario, isso inclui orteses e proteses tbem , esta atuando hoje no Hospital São Benedito de Cuiabá, acorda MP, as cabeças estão lá , agem da mesma forma como mafia, são viciados em esquemas,lá Hospital São Benedito, vasculhem os arrombos da ortopedia e neurocirurgia...blz fica a dica

  • Gilmar | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 16h07
    0
    0

    Enquanto isso o povo e o mais prejudicado, mpe chama para depor todos envolvidos e cadeia para os responsaveis.

  • Erasmo | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 15h04
    1
    0

    A essência das entidades Filantrópicas estão positivadas em alguns dispositivos da Lei n. 9.790/99: “Art. 1º omissis § 1º Para os efeitos desta Lei, considera-se sem fins lucrativos a pessoa jurídica de direito privado que não distribui, entre os seus sócios ou associados, conselheiros, diretores, empregados ou doadores, eventuais excedentes operacionais, brutos ou líquidos, dividendos, bonificações, participações ou parcelas do seu patrimônio, auferidos mediante o exercício de suas atividades, e que os aplica integralmente na consecução do respectivo objeto social.” Será que estão cumprindo? Ouvi falar de salários de 35.000,00. Será que é verdade? Dizem que o Terceiro Setor é o maior esquema de desvio de dinheiro!

  • Zai | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 14h51
    1
    2

    O vereador Toninho de Souza como sempre, defendendo o povo!

  • Em quem eu acredito? | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 14h35
    6
    1

    Em quem eu acredito? No médico ou na turma do prefeito filmado guardando dinheiro no paletó? Que dúvida cruel.

  • Lulu | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 13h05
    4
    1

    Pior do que esta acontecendo gente é uma empresa do proprio secretario de saúde, médico Huark Douglas Corrêa, isso sim esta errado, com todos esses crimes cometidos por esse corrupto, o então atualprefeito Emanuel Pinheiro ainda continua com esse destruidor de vidas dos que mais precisam, POLICIA FEDERAL NELES.

  • Elen Crsitina | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 13h02
    4
    4

    Dr ANtonio Preza reergueu a Santa Casa quem entrar hoje la e comparar a anos antes da sua gestão ve as melhorias realizadas e ampliações. Desde que iniciou sua gestão segue mesmo padrão de vida que antes, mora mesma residencia sua esposa sempre abraçando as causas do hospital.

  • Orcelio77@hotmail.com | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 13h00
    2
    0

    Kkkkkkk6:00 hora exata pra prender um ladrão ceifador de vidas

  • CHICAO | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 12h55
    4
    0

    nao vai dar em nada isso olha so os vereadores misael galvao presidente da camara se louco renivaldo e toninho de sousa com chico 2000 socorro so gente fina mamae quero descer

  • Walter | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 12h37
    5
    0

    Na verdade está uma anarquia, um fala outro mente, outro desmente, está uma bagunça, o poder público não faz o seu papel, não fiscaliza, não pune. As coisas acontecem a revelia

  • Daniel Miguel | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 12h11
    6
    0

    Existe o principio da continuidade na administração pública, mas essa é só no papel. O povo não pode ficar com ônus do roubo, falta de fiscalização, inercia do judiciário.

  • mayara | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 12h00
    8
    2

    Ainda confio mais nas palavras do Dr. Preza.

  • andre | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 11h23
    3
    5

    ELE ESTÁ CERTO, A PRÓXIMA PRISÃO SERÁ DELE E DE SEUS FAMILIARES, E AGREGADOS, BEM COMO O BLOQUEIO DOS SEUS BENS.

  • Santos | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 11h19
    6
    1

    é preciso investir a fundo a Santa Casa: detalhar quem é quem na folha de pagamento, os aparelhos comprados (se foram entregues), as consultas particulares feitas na Santa Casa, as cirurgias plásticas, as fontes de rendas, as despesas, etc etc!! Parece que esse Dr. Preza está querendo terceirizar sua culpa, por um gestão precária na Santa Casa. Existem várias acusações sérias contra essa gestão do Santa Casa: auditoria do CGE, presidente do sindicatos dos enfermeiros.. Vms investigar DEFAZ e MP.

  • Orlando | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 11h15
    6
    0

    Está muito nebulosa esta situação entre a Santa Casa de Misericórdia e a Prefeitura de Cuiabá. Há muitas contradições, afinal que está falando a verdade? Precisa de uma Auditoria séria na Instituição.

  • Pracaba | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 10h54
    3
    0

    Prevê ?! Virou vidente agora é ? Kkkkkkk

  • Fantine | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 10h53
    13
    3

    Existem suspeitas gravíssimas recaindo sob a Santa Casa na gestão desse Preza. Equipamentos pagos e não entregues, altos salários para cargos de gestão, contratação de vários familiares dele com altos salários, esquemas em contratação de equipes cirúrgicas, enfim, a polícia e o MP precisam investigar a fundo isso. Se defender atirando é muito suspeito Sr Preza. Em verdade o Sr deve estar se tremendo todo com a possibilidade de ser acordado às 06:00 da manhã com a polícia na sua porta.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS