13 de Dezembro de 2018,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2018, 10h:12 | Atualizado:

NOVO PS

Prefeito destaca "ritmo frenético" de obra

Emanuel disse que, em 4 meses, foi realizado trabalho para mais de 1 ano

emanuel-equipe.jpg

 

A Comissão Técnica criada especialmente para a implantação do Hospital Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC) – Dr. Leoni Palma Carvalho, reuniu-se na manhã desta quarta-feira (05) com o prefeito Emanuel Pinheiro para que cada equipe estratégica apresentasse o andamento de suas ações. De acordo com o gestor, os próximos 15 dias serão de ajustes, fechamentos e adequações para a abertura da unidade hospitalar.

“Eu estou muito feliz, pois todas as áreas cumpriram o prazo. As matrizes estão trabalhando em um ritmo intenso, frenético. A bem da verdade, estamos fazendo em quatro meses o que se faria normalmente em 18 meses. Estamos mostrando determinação, garra, comprometimento, um foco fora de série, que está impressionando técnicos do Brasil inteiro, inclusive o Governo Federal”, comemorou Pinheiro.

O prefeito comentou que continuará diariamente vistoriando a obra, a chegada de equipamentos e a instalação. “Vou continuar estabelecendo metas e prazos para todas as matrizes. O trabalho que já estava intenso terá o ritmo ainda maior, inclusive na cobrança dos prazos e metas. Não teremos fim de semana, feriado, não vamos parar. A saúde de Cuiabá não pode esperar”.

Ele disse ainda que a data combinada com o Palácio do Planalto para a vinda do presidente Michel Temer, estabelecida na reunião que aconteceu na última semana e que foi coordenada pelo ministro Carlos Marun, ficou entre 26 e 29 de dezembro. O prefeito enfatizou a satisfação por Cuiabá ter sido uma das poucas cidades que cumpriram o prazo de entrega da documentação para ter acesso ao recurso do Governo Federal. “Muitas cidades grandes e de médio porte e até mesmo capitais perderam o direito de serem contemplados no programa “Desafio Chave de Ouro” porque não cumpriram prazos, não tinham projetos ou os projetos foram indeferidos. Cuiabá foi uma referência. Entregamos a tempo todo o trabalho técnico, que teve a aprovação unânime dos técnicos do Ministério da Saúde e que não sofreu um questionamento sequer. Nenhuma inconsistência foi detectada no nosso projeto tanto que os recursos para os equipamentos já foram passados. Estamos agora focados em estar com o Pronto Socorro finalizado e equipado para a inauguração no fim deste mês, em benefício da população cuiabana e mato-grossense”, revelou.

Emanuel fez questão de ressaltar novamente seu contentamento em relação ao processo de licitação dos equipamentos, que teve um resultado altamente satisfatório. “Nossa licitação foi um exemplo de transparência, lisura, seriedade e de livre concorrência. Mais de 150 empresas e indústrias do Brasil inteiro participaram do certame e cerca de 50 ganharam. Isso sem nenhuma discussão judicial, sem impugnação, o que mostrou toda a lisura do processo”, finalizou.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Ouvido seletivo | Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2018, 13h31
    0
    0

    Cara de pau.......como se nada tivesse acontecido!!! Malandro é malandro e Mané é mané.....

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS