22 de Março de 2019,

Economia

A | A

Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 18h:01 | Atualizado:

CAÇADA AOS DEVEDORES

Estado ameaça protestar 14 mil donos de veículos que devem R$ 450 milhões

Não pagamento gerará inclusão de nomes na dívida ativa e cobrança judicial

miguelsutil

 

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) inicia na próxima segunda-feira (14.01) a cobrança dos licenciamentos de veículos que estão em atraso no ano de 2014. Existem cerca de 900 mil veículos em situação irregular em Mato Grosso, dos quais 14 mil serão notificados no primeiro lote de cobrança, com saldo negativo em atraso de aproximadamente R$ 450 milhões.

A não quitação da dívida resultará na inclusão na dívida ativa para cobrança administrativa e judicial. Esse trabalho de regularização será feito em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e visa, prioritariamente, arrecadar recursos que poderão ser utilizados em áreas prioritárias, como saúde, educação e segurança pública. “Em razão da crise a qual o Estado enfrenta, todas as situações de inadimplência vão ser tratadas com ações rígidas de cobrança, com o objetivo de devolver esses recursos em serviços ao cidadão. Além disso, também é uma resposta aos contribuintes que pagam em dia”, explicou o procurador-Geral do Estado, Francisco Lopes.

O pagamento é via boleto e deve ser feito em parcela única no valor de R$ 126, sem juros. A liberação para que o proprietário consiga emitir o documento do veículo é de até 48 horas.

Esta cobrança vale apenas para os veículos em situação de atraso em 2014. Já a quitação dos débitos de licenciamento dos anos seguintes deve ser feita no Detran.

Aqueles que não regularizarem o pagamento continuarão sem retirar o novo documento, além de cobrança de taxa de protesto (aumento no valor da parcela) e restrições na emissão de certidão negativa do Estado. A guia pode ser retirada a partir do site da Procuradoria Geral com a consulta pelo CPF (pessoa física) e CNPJ (pessoa jurídica), ou na sede da Procuradoria localizada na Av. República do Líbano, 2258 - Jardim Monte Líbano, em Cuiabá.

O horário de atendimento é das 8h às 18h, de segunda à sexta-feira.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Juscelino de Oliveira Vargas | Terça-Feira, 15 de Janeiro de 2019, 07h57
    0
    0

    Tem PGE no Ganha Tempo em Sinop.

  • Motorista | Sábado, 12 de Janeiro de 2019, 14h05
    0
    0

    interessante: O Estado cobra, mas não faz o dever de casa, como quer cobrar...???

  • Antunes Silvaa | Sábado, 12 de Janeiro de 2019, 10h25
    0
    0

    Chico lopes, concordo que estou atrasado mas o governo vem pagando nossos salarios com atraso tambem desde essa epoca e ninguem poe vcs no pau. Vcs me devem juros por atrasos que se cobrados dariam uma boa grana.Taques desde que entrou não honrou uma folha de pagamento em dia sequer e vcs querem colocar o cidadão no pau. Pense nisso e faça uma otima promoção para conciliação de tudo que a PGE gerencia vc vera que o cidadao devedor quita tudo. Tire os juros absurdos e multas estratosfericas que so existem na cabeça da PGE.

  • LUAS | Sábado, 12 de Janeiro de 2019, 09h22
    0
    0

    O GOVERNO DEVERIA COLOCAR NO SITE DIRETO DA PROCURADORIA ESSE BOLETO,POR NA PROCURADORIA E UM DESASTRE PARA ESPERAR AS FILAS ENORMES E PESSIMO ATENDIMENTO.

  • motorista consciente | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 22h12
    5
    1

    eu ainda não paguei o IPVA/Licenciamento, porque tive que gastar esse dinheiro com consertos de suspensão e pagamentos de algumas multas "fabricadas" pelo radar (caixa 2) . . . . .tive multa a 117 km/h na 13 de junho..... alguém consegue essa façanha.. . . .??? me disseram: recorre............ não adianta

  • Motorista | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 22h04
    4
    1

    interessante: O Estado cobra, mas não faz o dever de casa, como quer cobrar...???

  • Leandro Alberto | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 21h15
    7
    0

    Sou servidor do Estado e lamento informar que não irei pagar. Pode ligar até pro papa, mas não verão nenhum dinheiro meu. Até pq nem tenho mesmo....

  • Yalarhar | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 21h01
    7
    0

    "Barões" cobram cortes na máquina pública e dizem que não podem cobrir rombo de MT!! E o cidadao que vai ter que pagar esse rombo??? Banana pra vc!!!

  • +Marcelo F | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 20h59
    5
    0

    Se dividir R$ 450 milhões por 14 mil dá média de mais de R$ 32 mil por veículo... Isso é imposto ou extorsão?

  • Antônio | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 18h28
    14
    1

    Quero muito pagar o documento do meu carro esse mês... mas o meu salário ainda não saiu... o Estado é bom para cobrar... mas para pagar é ruim demais...

  • Rodney do parque do lago | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 18h19
    12
    0

    É dois pesos e duas medidas, os que pagam certinho e os q infelizmente por um motivo ou outro não conseguem ser pontual. FATO É O SEGUINTE O ESTADO OU MUNICÍPIO NÃO NOS DÁ RETORNO DESSE IMPOSTO, OLHA AS CONDIÇÕES DE NOSSAS ESTRADAS E VIAS. AGORA DESESPERADO QUER COBRAR DE QQ FORMA E NOIS CONTRIBUINTE ADIMPLENTE VAMOS COBRAR DE QUEM, COMO???? QUEM PAGA NOSSOS PREJUÍZOS PNEUS, RODAS, SUSPENSÃO, ETC. E TAL??? COBRAR ALHEIO É FÁCIL DIFÍCIL É CUMPRIR OBRIGAÇÃO ESSE SECRETÁRIO BUSCA ESSAS ALTERNATIVA PARA ENCHER O CAIXA DO ESTADO QUE É UM SACO SEM FUNDO DESPREZANDO E TACHANDO CIDADÃO TRABALHADOR Q VENDE ALMOÇO PRA COMPRAR A JANTA.

  • Cadê o 13° | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 18h07
    7
    10

    Tem que prender todos os veiculos sem placas, atrasados....todo mundo iguais perante a lei....nada de carterada...sou policial militar ou civil ou juiz ou promotor....o filho de fulando todos iguais ta errado patio.....ESTADO TA FALIDO PRECISA DE RECURSO...

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS