18 de Agosto de 2018,

Entrelinhas

A | A

Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2018, 16h:22 | Atualizado:

BARRADO NO BAILE

Fiúza não é empossado no DF

fiuza.jpeg

 

O empresário Paulo Fiúza (PV) bem que tentou, mas ainda não conseguiu tomar posse no Senado nesta quinta-feira, em Brasília, após ter sido diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), na quarta-feira. O motivo: para tomar posse, é necessário que o Senado seja notificado pelo TRE-MT da cassação de José Medeiros (Podemos) e a consequente diplomação de Fiúza, o que ainda não aconteceu.

Segundo fontes do FOLHAMAX em Brasília, o episódio teria gerado, inclusive, uma pequena confusão, com direito a bate-boca e tudo mais.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Elias | Sexta-Feira, 10 de Agosto de 2018, 08h35
    3
    0

    Se.vai ser empossado ou nao..problema dele..o.importante é que o tal senador.da ata falsificada.ja pulou..ainda está lá de teimoso...doido pra arrumar uma boquinha

  • Mauro Luiz da Silva | Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2018, 23h31
    3
    3

    Esse Fiuza é uma piada. Anunciou que assumiria como senador, mas foi barrado na entrada do Senado. Vergonha alheia! Rsrsrss

  • joaoderondonopolis | Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2018, 21h30
    8
    5

    Fiúza vai tomar posse, não porque o senado é bonzinho, é que tem que ser notificado pelo TRE, informando também a diplomação de Fiúza. No mais tardar até dia 14/08/2018. O importante é que Medeiros já era senador, e não será candidato nesta eleição 2018, talvez 2026..