20 de Junho de 2018,

Esporte

A | A

Quarta-Feira, 28 de Fevereiro de 2018, 17h:05 | Atualizado:

Inscrições para a 2ª Corrida do Trabalho começam nesta quarta

Começam nesta quarta-feira (28), a partir do meio dia, as inscrições para participar da 2ª Corrida do Trabalho, que será realizada no dia 1º de maio.  Os interessados tem até o dia 20 de março para se inscreverem pelo site do evento: www.corridadotrabalho.com.br. A Corrida do Trabalho faz parte do calendário anual de provas de ruas de Cuiabá e este ano traz o tema “Diga não ao Trabalho Infantil”.

A inscrição custa R$ 60 para as provas de cinco e 10 quilômetros e R$ 40 para a caminhada e R$ 30 prova kids. O valor também dará direito a um kit a ser entregue dias antes das provas. O evento é aberto para todos os públicos.

Assim como na edição anterior, serão duas provas máster, (5km e 10km), além da caminhada e da prova para as crianças com idade de 2 a 13 anos. Estão reservadas 1500 vagas para as etapas adulto e 300 para a kids, parte delas a ser distribuída para estudantes da rede pública de ensino.

O evento é uma idealização do TRT/MT e do Ministério Público do Trabalho no estado e será realizado pela Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Amatra 23), juntamente com Getrin e os programas Trabalho Seguro e de Combate ao Trabalho Infantil.

Trabalho infantil

Além de promover um estilo de vida saudável por meio da prática de esporte, o evento busca chamar atenção para a exploração de crianças e adolescentes no mercado de trabalho que, entre outras consequências, traz riscos à saúde, exposição à violência, assédio sexual, e aos acidentes de trabalho.

Dados mais recentes do IBGE (2015) apontam que 2,7 milhões de crianças e adolescentes, entre 5 e 17 anos, trabalham no Brasil. Destes, apenas 406 mil estão em situação regular, com registro em carteira e seguindo a legislação.

Mato Grosso se destaca no cenário nacional. O estado ocupa a 8ª colocação no ranking de unidades da federação que mais possuem, proporcionalmente, jovens e crianças trabalhando. São cerca de 60 mil. A maior parte deles atuam no comércio (34%), seguido por atividades ligadas à agropecuária (21%).

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia
Loading...

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS