19 de Fevereiro de 2019,

Esporte

A | A

Segunda-Feira, 11 de Fevereiro de 2019, 13h:25 | Atualizado:

Vexame da Seleção Sub-20 desgasta Tite e Edu Gaspar na CBF

A campanha da Seleção Brasileira no Sul-Americano Sub-20, encerrado na madrugada desta segunda (11), no Chile, atinge em cheio o prestígio do técnico Tite e o do coordenador da Seleção principal da CBF, Edu Gaspar. O Brasil ficou em quinto lugar no torneio e não obteve classificação nem para o Mundial da categoria, na Polônia, em maio, tampouco para o Pan-Americano, no Peru, em julho e agosto.

Foi a quarta edição seguida do Sul-Americano sem título para o Brasil e o terceiro nesse período, a partir de 2013, em que a Seleção não conseguiu vaga para disputar o Mundial.

Como Edu Gaspar foi durante quase dois anos o coordenador de todas as seleções, num trabalho integrado com Tite – ele passou a cuidar somente da Seleção principal no final de 2018 -, o resultado obtido no Chile deixa a dupla em estado de alerta na CBF.

Em abril, o diretor-executivo de Gestão da entidade, Rogério Caboclo, assume a presidência da confederação. Ele não está satisfeito com o trabalho de Tite e Edu Gaspar, desde o fracasso da Seleção na Copa do Mundo da Rússia, em meados de 2018.

Entre os mais próximos, Caboclo admite mudanças na comissão técnica se a Seleção não tiver um desempenho muito bom na Copa América, em junho e julho, no Brasil.

O fiasco da equipe Sub-20 no Sul-Americano, superada na classificação final por Equador, Argentina, Uruguai e Colômbia, deve levar o atual coordenador de base da CBF, o ex-campeão mundial Branco, a substituir de imediato o técnico da categoria, Carlos Amadeu.

Na despedida do torneio, o Brasil venceu a Argentina por 1 a 0, partida encerrada nos primeiros minutos desta segunda-feira. Com o resultado, o Equador sagrou-se campeão do Sul-Americano pela primeira vez.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS