10 de Dezembro de 2018,

Polícia

A | A

Terça-Feira, 31 de Janeiro de 2017, 07h:18 | Atualizado:

4º Batalhão celebra 27 anos em Várzea Grande

Nesta segunda-feira (30.01), o 4º Batalhão de Polícia Militar de Várzea Grande completou 27 anos de fundação. Para celebrar a data, o comando reuniu autoridades civis e militares em uma solenidade no hotel Hits Pantanal.

A celebração tem como propósito o reconhecimento e a valorização dos policiais, que se dedicaram e se dedicam arriscando a própria vida em defesa da sociedade, além de homenagear autoridades que contribuíram com a instituição policial.

O comandante do Batalhão, tenente-coronel Januário Antônio Edwiges Batista, destacou que para os policiais o prêmio maior é o reconhecimento. “Serem lembrados pelo que fizeram e fazem nos momentos que as pessoas mais precisam,” destacou o comandante.

O comandante lembrou que são os policiais que estão diariamente nas ruas que executam o Plano de Segurança Pública do Governo e o planejamento estratégico das porcas policiais.    

O major Pedro Donizete Tibério, 53, é um dos mais antigos da unidade, integra o 4º BPM desde a fundação. Ele ingressou na PMMT como soldado, há 33 anos, e hoje seu plano é chegar ao posto de tenente-coronel. Tibério fez todos os cursos necessários para galgar cada posto e conhece a unidade como poucos.

Casado, dois filhos, major Tibério é orgulhoso da carreira e família que constituição. “Meu primeiro e único emprego”, diz. A história dele e de tantos outros policiais é marcada por um cotidiano de superação, vitórias e perdas. Tibério lembrou com tristeza dos amigos que perdeu no enfrentamento da criminalidade ao longo da carreira.

Como parte das celebrações, O comando do Batalhão homenageou o ex-governador e atual secretário municipal de Ações Estratégicas de Várzea Grande, Jaime Campos; o ex-comandante e coronel da reserva Walter de Fátima Pereira, no ato representado por seu filho Pablo Pereira, secretário de Administração de Várzea Grande; o ex-comandante coronel Alessandro Ferreira da Silva, entre outras.

O coronel Alessandro Ferreira da Silva também tem sua carreira diretamente ligada ao 4º BPM. Foi nessa unidade que serviu ao concluir o curso de formação de oficial, anos depois o comandou e hoje comanda 2º Comando Regional, a qual esse batalhão, o 25º BPM, unidades de Poconé, Livramento e outros municípios estão subordinadas.

O comandante-geral da PMMT, coronel Jorge Luiz de Magalhães, destacou a importância do Batalhão nas ações de Segurança Pública e sua interação com a sociedade e outras forças, como a Guarda Municipal, na redução da violência.

Em Várzea Grande, citou, os índices de homicídios caíram 20% em 2016, e novas metas, de redução maior, foram estabelecidas.“O comprometimento demonstrados pelos policiais e essa interação são fundamentais, mas sabemos que o combate à violência não passa somente por ações de polícia”, completou.  

Criado em 1984, pelo governador Júlio Campos, o 4º BPM teve origem na extinta Rádio Patrulha, unidade que desenvolvia ações preventivas e atendia ocorrências em Cuiabá e Várzea Grande.

Implantado sob o comando do coronel Walter de Fátima Ferreira, o Batalhão passou a atuar exclusivamente em Várzea Grande, enquanto permanecia sob o comando de Cuiabá. Durante décadas foi único batalhão e tinha a responsabilidade de policiar todo o município, até a criação do 25º Batalhão, sediado no bairro Cristo Rei.

Atualmente, o 4º BPM pertence ao 2º Comando Regional, tem um efetivo de mais de 250 policiais, dezenas de viaturas, serviço de Força Tática, de policiamento de moto, ciclístico e a pé.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS