22 de Julho de 2018,

Polícia

A | A

Domingo, 15 de Abril de 2018, 18h:11 | Atualizado:

Homicídios, roubos e furtos diminuem em Juína e região

O primeiro trimestre na Região Integrada de Segurança Pública (Risp), que tem como sede o município de Juína, registrou redução nos principais índices criminais: homicídio, roubo e furto. Nos três primeiros meses de 2018 houve queda de 41% em homicídio, se comparado com o mesmo período de 2017, caindo de 17 para 10 casos. Na região ainda houve, no mesmo comparativo, queda de 21% no número de roubos e 16% em furtos.

De janeiro a março de 2017 foram registrados 62 roubos (quando há ameaça ou violência) e no mesmo período deste ano foram 49; e furtos caíram de 450 para 379. As cidades que compreendem a Risp, além de Juína, são: Castanheira, Juara, Novo Horizonte do Norte, Porto dos Gaúchos, Tabapurã, Aripuanã, Cotriguaçu, Juruena e Colniza.

Os municípios de Juruena, Novo Horizonte do Norte, Porto dos Gaúchos, Tabaporã, e Aripuanã, por exemplo, não registraram nenhum caso de assassinato nos três primeiros meses de 2018. No mesmo comparativo, Colniza registrou cinco casos em 2017 e quatro em 2018 e Juína, respectivamente, foram três e um.  

Em Cotriguaçu, por exemplo, houve redução de 67% nos casos de furtos, caindo de 24 para oito. Na cidade de Juína foram registrados 44 roubos de janeiro a março de 2017; e 20 no mesmo período deste ano, ou seja, redução de 55%.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, os índices positivos se dão por conta do trabalho sólido entre as instituições. O secretário ainda ressalta que os investimentos em áreas operacionais e de inteligência têm tornado mais eficiente as ações da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Corpo de Bombeiros e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). “São mais policiais e viaturas nas ruas. As forças têm a oportunidade de exercer a atividade com mais eficiência e a sociedade vê o atendimento sendo realizado mais rapidamente, as respostas são mais céleres”, enfatiza Gustavo.

A redução de todos os índices criminais na região noroeste do Estado foi debatida em reunião, que contou com a participação de membros do Ministério Público Estadual, Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia
Loading...