18 de Agosto de 2018,

Política

A | A

Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2018, 15h:51 | Atualizado:

UNANIMIDADE

Câmara aprova contas de Mauro Mendes


Gazeta Digital

CAMARACUIABA.jpg

 

De forma unânime, os vereadores aprovaram em sessão plenária nesta quinta-feira (9) as contas de gestão do ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), relativas ao ano de 2016. As contas foram colocadas para votação quase 7 meses após serem encaminhadas à Casa de Leis.

Apenas o presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Justino Malheiros (PV), não votou, por estar ausente.

O relatório das contas foi feito  pelo vereador Felipe Wellaton (PV), membro da Comissão de Execução Orçamentária, que sugeriu a aprovação.

O documento foi baseado em parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE), também favorável à aprovação.

O projeto chegou a ser colocado para apreciação do plenário ainda no mês de abril, mas a votação foi prorrogada em razão do pedido de vista do vereador Elizeu Nascimento (PSDC), que alegou ter dúvidas quanto à matéria.

Durante a sessão de hoje, os vereadores fizeram questão de destacar que não foram pressionados a votar a favor das contas em virtude da candidatura de Mendes ao Governo do Estado.

Mendes é candidato por uma coligação que engloba o DEM, PDT, PSD, MDB, PSC, PMB , PTC e PHD - e a possível reprovação das contas poderia vir a prejudicar sua candidatura.

“As contas do Mauro tiveram os votos dos conselheiros, que analisaram tecnicamente todos os números e a opinião deles foi pela aprovação. E como esse órgão é auxiliar da Câmara de Cuiabá, me apoiei nele para votar favoravelmente - mesmo eu, que fiz uma oposição solitária a Mendes”, disse o vereador Dilemário Alencar (PROS).

Outros vereadores, como Abilio Junior (PSC) e Chico Leblon (PRP), aproveitaram para afirmar que a aprovação de Mendes e seu reconhecimento junto à população como um bom gestor só foi possível graças ao apoio do governador Pedro Taques (PSDB), que disputa contra Mendes o comando do Palácio Paiaguás

O vereador Abilio, inclusive, chegou a citar que sem o apoio do Estado obras importantes, como o Hospital São Benedito e o novo Pronto-Socorro sequer teriam saído do papel.

“Essas obras não teriam sequer começado. Temos que parabenizar os 2 anos de parceria de Mauro com Taques. Se fossem 2 anos com Silval, o Mauro passaria aqui como um prefeito que nada fez”, disse Abilio. 

 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • joão Batista | Sexta-Feira, 10 de Agosto de 2018, 04h45
    2
    0

    quantos anos acabou e mandato e só agora é votada e aprovada, esses caras recebem para não fazem nada....é verdadeira, justa essa aprovação?

  • junior | Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2018, 16h49
    3
    1

    então podemos ficar tranquilos, pois se foi a câmara de vereadores que aprovou. pensa num povo com "credibilidade" são esses vereadores.kkkkk