20 de Março de 2019,

Política

A | A

Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 16h:28 | Atualizado:

IMAGENS ESTARRECEDORAS

Coordenador do MPE considera vídeos de Silval como "maior escândalo" de MT

Domingos Sávio lembrou que MPE tomou as medidas que estavam a seu alcance


Da Redação

domingos-savio2.jpg

 

O procurador de Justiça Domingos Sávio, coordenador do Núcleo de Ações de Competências Originárias (Naco), considera que os vídeos de ex-deputados estaduais recebendo dinheiro das mãos do ex-chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa, Sílvio Correa, como o “pior episódio político da história de Mato Grosso”. Os recursos, segundo o ex-governador contou em delação premiada junto à PGR (Procuradoria Geral da República), são referentes a propina para manter a governabilidade na Assembleia Legislativa entre os anos de 2011 e 2014. “É óbvio que este episódio foi estarrecedor. Tenho a impressão que nunca vi algo tão escandaloso na política mato-grossense”, disparou o procurador em entrevista a Rádio Capital, nesta terça-feira (12). 

Entre os denunciados como beneficiários do esquema de propina está o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que apareceu em vídeo divulgado no processo recebendo dinheiro e do assessor do ex-governador e colocando no paletó. Na entrevista, o procurador, que será responsável por investigar e denunciar autoridades com foro no Tribunal de Justiça, defendeu que casos de grande repercussão sejam tratados com prioridade dentro do Ministério Público, apesar de destacar que a delação do ex-governador é de competência da Justiça Federal. “A gente tem sim que dar prioridade para algumas coisas, como essa, por exemplo. Mas a informação que eu tenho de fato é que o processo desceu do Supremo. Entretanto, teria ido e isso ainda vou checar, para a Justiça Federal”, explicou. 

Domingos Sávio lembrou que o MPE já tomou providências em relação aos delatados por Silval na esfera cível. Todos os ex-parlamentares gravados pelo assessor do ex-governador foram denunciados e tiveram as contas bloqueadas. 

Alguns, como o prefeito de Cuiabá, tiveram pedido de afastamento do cargo público. “Eu sei apenas que MPE na área Civil propôs uma ação contra o prefeito atual aqui de Cuiabá por improbidade administrativa, inclusive pediu liminarmente o afastamento do cargo o que foi negado pela justiça estadual. Então eu sei que existe uma ação na área civil, mas na área criminal ao que me consta, está na Justiça Federal”, assinalou.

 

 

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Cuiabano | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 21h50
    1
    0

    Haroldo, Pedro Taques não responde nenhum processo criminal. Você deve ser apaixonada pelo delator Silval que confessou o desvio de 1 bi, para falar uma mer d@ dessas .

  • Fatima | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 20h51
    1
    0

    MEU PAI SEMPRE FALAVA QUE O ÚNICO LUGAR PARA OS CORRUPTOS É NA CADEIA.

  • moreira | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 19h40
    2
    0

    Mané Paletó é influente no MPE, ou seja, estão passando pano pra ele.Fico me perguntando: Como é que pessoas que se dizem amar Cuiabá pode deixar esse estado de coisas como estão? Justiça de Mato Grosso é uma das mais corruptas do País e olha que a coisa fora daqui é feia pra caramba.

  • Haroldo | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 19h05
    8
    2

    Pior que os escandalos do Pedro Taques e sua gangue todos no bem bom né gente? Ah me poupe. Aqui em MT não sei quem é pior que quem. Vergonhoso materia tendenciosa enquanto os maiores contraventores estão gozando de toda a sociedade. É bem MT.

  • Gilmar | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 18h21
    12
    0

    Juastica só para pobres.

  • Saulo | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 18h13
    16
    0

    E NENHUM VAGABUNDO DESSE NA CADEIA. CULPA DE QUEM? DOS FDP DOS ELEITORES QUE VOTARAM NELES.

  • Eleitor | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 17h56
    15
    0

    Espero que estes artistas que aparecem nos videos da propina seja punidos exemplarmente porque o povo derrotou nas urnas um dos artistas e Assembleia legislativa o empregou. Isto é uma vergonha ....

  • Indignado. | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 17h36
    13
    0

    Que é todos sabemos o que querermos e punição para os envolvidos!Simples assim!

  • Claudio Tosta | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 17h06
    29
    1

    Sr. Procurador Domingos Sávio, filho de Dona Benedita e Sr. Manoel, pessoas da mais alta estirpe Cuiabana, o MPE NUNCA tomou nenhuma atitude contra o Prefeito Emanuel "Paletó" Pinheiro por causa do seu concunhado Paulo Prado, o pior que toda a sociedade Mato-grossense sabe disso, e o referido órgão Ministerial fazia que não estava enxergando, hoje com a nova Administração do MPE esperamos que a influência do Sr. Paulo Prado tenha acabado, sob pena de desmoralização total da Instituição, ou seja, do resto que ainda resta!!!

  • Raimundo | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 16h57
    26
    0

    Não tenha dúvidas, mas os políticos e deputados desviaram propositadamente a atenção da população para a grampolandia, não que essa não merece investigações, mas a população esqueceu os vídeos de deputados e prefeitos embolsando nosso dinheiro. Foi uma bela jogada estilo Trump, e a população burra caiu como um pato.

  • Teka Almeida | Quinta-Feira, 14 de Março de 2019, 16h54
    28
    0

    Pois é, não adianta nada as ações do MP e a indignação da população com esses politicos safados e o TJ achar que tudo é normal. O prefeito vai concuir os seus 4 anos na prefeitura porque a justiça de Mato Grosso é igual ou pior que ele. Essa é a nossa realidade.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS