15 de Novembro de 2018,

Política

A | A

Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 14h:29 | Atualizado:

DRAMA DOS SERVIDORES

Deputada vê "jogo de cena" e aposta que Governo pagará RGA neste mês

Segundo Janaína Riva, dúvida sobre pagamentos aos servidores sempre fez parte do atual Governo


Da Redação

janaina.jpg

 

A deputada estadual Janaína Riva (MDB) declarou que o Governo do Estado possui recursos para o pagamento da revisão geral anual (RGA) – um dispositivo constitucional que garante o reajuste salarial dos servidores do Poder Executivo segundo o índice da inflação. De acordo com a parlamentar, integrantes do Governo, como o Secretário de Estado de Fazenda (Sefaz-MT), Rogério Gallo, e o próprio governador Pedro Taques (PSDB), estão protagonizando um “jogo de cena” ao dizer que ora concederão o benefício, ora não.

As declarações foram dadas em entrevista à Rádio Capital na manhã desta quinta-feira (8). Janaína Riva lembrou que o próprio Governo do Estado agiu politicamente para aprovar o RGA de 2018 – que representaria um reajuste de 4,19% nos salários dos servidores. O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), que julga uma representação pela concessão, já se posicionou contra o benefício.

“Acredito que o Governo vai pagar já. Como manifestou várias outras vezes e que esse jogo de cena a gente sabe que sempre existiu, porque não é a primeira vez. Já aconteceu ano passado. A gente espera que o pagamento seja feito e que cumpra com o que prometeu, e que seja feito aquilo que foi compactuado”, analisou a parlamentar.

O Fórum Sindical, que reúne mais de 30 classes de servidores do Poder Executivo Estadual, distribuiu uma nota na última segunda-feira (5) advertindo que não descarta uma nova paralisação pelo RGA. Nesse sentido, a deputada estadual Janaina mandou um recado ao Governo do Estado, dizendo que o repasse “não tem mais discussão”.

Se não fosse para cumprir, o Governo [não] teria feito a Assembleia passar por todo aquele movimento que a Assembleia passou, para chegar na hora o governo não cumprir com sua obrigação. Não tem mais discussão”, lembrou ela.

RGA

A discussão em torno do RGA pode ser considerada a primeira grande dor de cabeça do governador Pedro Taques, em 2016. Entre o fim de maio e o início de julho daquele ano, o Estado assistiu sua primeira greve geral, protagonizada pelos servidores do Poder Executivo Estadual.

Na ocasião, Taques sancionou uma lei aprovando o pagamento do índice, que era de 7,54%, em três parcelas. Já em 2017, o percentual (6,58%), também foi parcelado em três vezes. Em 2018, o repasse (de 4,19%) estava previsto para ser realizado em 2% em outubro deste ano e 2,19% no próximo mês de dezembro.

O secretário de Fazenda (Sefaz-MT), Rogério Gallo, e o próprio governador eleito, Mauro Mendes (DEM), não garantiram o repasse do RGA.

 

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Oliveira | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 23h35
    0
    0

    Como esse atual governador é um sacana... Mês passado que antecedia a eleição. Ele antecipou os salários dos inativos. Agora que perdeu, ele voltou a fazer suas canalhices. Esse vai ser espancado pela vida.

  • gil | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 20h44
    0
    4

    Acho que Pedro deve deixar isso para o Mauro.

  • Pantaneiro | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 19h54
    3
    2

    Holerite no sistema...

  • james f. pereira | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 18h48
    10
    1

    Esse Sr. Pedro Taques tem que nos pagar amanhã, dia 09.11, visto que dia 10 cai no sábado.

  • Observador | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 16h34
    12
    4

    Quer coisa melhor que transar? Porra deixa a mulher dá em paz cambada. O trem é dela, e, ela dá para quem quiser. Pronto, falei.

  • JOSÉ | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 16h18
    8
    3

    PIOR QUE SER DO PT, SÓ SENDO PT.

  • Débora | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 15h38
    10
    1

    Gente como pode ser assim...Não tem um pingo de respeito e nem responsabilidade...aqui não estamos pedindo esmola.Nos trabalhos e só queremos o que e nosso por direito... muito indignação

  • Deize | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 15h35
    26
    2

    Gente como pode ser assim...Não tem um pingo de respeito e nem responsabilidade...aqui não estamos pedindo esmola.Nos trabalhos e só queremos o que e nosso por direito... muito indignação

  • Antonio Fagundes | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 15h28
    17
    2

    Eu também estou preocupado Bino (Stênio).

  • Indignado. | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 15h17
    21
    4

    PT pior governador de MT

  • hector | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 15h09
    27
    2

    TODO MES É ESSSEEEEEEE TERRORISMOOOOOO, fazendo sofrer milhares de famílias.

  • zeeval | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 15h06
    39
    2

    primeira vez na historia apos 20 anos de Estado, vou receber meus proventos sem ver meu holerite, pensar que esse governo poderia ser mais incompetente

  • Stênio | Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 14h53
    51
    1

    Mais algum servidor preocupado por ser dia 8 e ainda não ter nosso holerite disponível?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS