19 de Setembro de 2018,

Política

A | A

Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 19h:00 | Atualizado:

ESCOLTA DA DISCÓRDIA

Deputado detona escolta do Governo a juíza e pode ir a Justiça para anular ato

Viana suspeita que decisão de Taques é um "conluio político"; líder exalta coragem de Selma Arruda


Da Redação

zeca-wilson.jpg

 

O clima entre os deputados estaduais Zeca Viana (PDT) e Wilson Santos (PSDB) ficou quente durante a sessão realizada na manhã desta quarta, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Os dois parlamentares trocaram farpas em relação a decisão do Governo do Estado, que disponibilizou escolta policial para a juíza aposentada Selma Arruda, pré-candidata ao Senado nas eleições deste ano.

Zeca questionou a decisão, argumentando que o Tribunal de Justiça teria apontado que a magistrada aposentada não precisaria de escolta e que admitiu ir a Justiça para revogar o decreto, já que segundo ele, o ato se apresentaria supostamente como ‘conluio político’. “Garantir a segurança de uma ex-juíza só porque ela quer ser política. Negativo. Ele está no mínimo equivocado. Precisamos recorrer desta decisão. O próprio Tribunal de Justiça já determinou que não tem necessidade de ela usar escolta. Isso está cheirando a um conluio político para que ela venha a ficar junto a esse governador irresponsável. Juiz aposentado ganha muito bem e pode pagar por segurança”, afirmou Zeca Viana.

Wilson rebateu afirmando que Selma foi responsável pela prisão de nomes como o do ex-governador Silval Barbosa. Ele também citou o caso recente em que a vereadora pelo município do Rio de Janeiro, Marielle Franco (PSOL), foi assassinada.

“Vamos deixar essa mulher absolutamente abandonada, sozinha, sob risco de vir a sofrer um atentado? Selma pode ser assassinada em qualquer esquina desse estado. A decisão do governador não foi nenhum gesto de afronta ao Poder Judiciário. Selma é um exemplo nesse país. Esta mulher colocou o ex-governador Silval Barbosa na cadeia. Ela precisa, sim, de escolta, porque continua recebendo ameaças. Ela enfrentou tubarões, barões, enfrentou gigantes do crime da corrupção em Mato Grosso”, afirmou o tucano.

Na resposta, Zeca Viana ironizou, citando a decisão recente do desembargador José Zuquim Nogueira, que determinou a prisão de Paulo Taques, ex-secretário da Casa Civil e primo do governador Pedro Taques (PSDB), ao dizer que solicitaria escolta para o magistrado.

O deputado ainda cutucou seu colega de parlamento, Wilson Santos, que tornou-se inelegível diante de uma condenação em segunda instância, por contratações sem concurso público, enquanto foi prefeito de Cuiabá. “Quero oferecer segurança para o Zuquim também, que está prendendo a bandidagem do Pedro Taques. Se é por prender bandido, ela prendeu e ele está prendendo também. Não vai ter para ninguém, além dos inelegíveis que estão aqui nesta Casa. O que ela fez é louvável sim, mas a bandidagem do governador está a solta e o risco que nós corremos é com esta quadrilha. Eu já fui ameaçado por este quadrilheiro e chefe de quadrilha e não precisei de segurança, pois não tenho medo destes bandidos de calça frouxa dele”, afirmou.

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Fofoqueiro | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 09h59
    1
    0

    E isso Zeca Viana o senhor não tem que ter medo dessa turma mesmo o senhor não precisa de policias porque é rodeados de capangas jagunços das suas fazenda que bota que amedronta e bota pra andar qualquer um pra andar na região sudeste de MT

  • Pedro | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 09h26
    0
    0

    Na minha opinião, a grampolândia e a mudança de última hora das regras que norteiam a atribuição geral da Casa Militar para legitimar e legalizar a escolta para a candidata Selma Arruda têm o mesmo gene. Vou explicar. A matriz geradora de eventos como esse é a mentalidade e a atitude de quem está no poder ou o almeja em usar a coisa pública para se beneficiar de alguma forma. A grampolândia, perpetrada com diversos recursos públicos, foi criada e executada com base na ideia de se tê-la como mais um instrumento de conquista e manutenção do poder político a partir do monitoramento ilegal de pessoas que podiam de alguma forma atrapalhar os mandatários em suas intenções pessoais ou político-partidárias. A Alteração das regras afetas à casa militar especificamente para produzir segurança particular com recursos públicos para a referida candidata também é um instrumento para alcançar objetivo político-partidário. Ambos eventos são originados na mesma ideia: A ganância pela conquista e/ou manutenção do poder político a qualquer preço. Essa candidata está começando muito mal na vida política. Meu velho pai dizia que a ponta do espinho a gente vê logo que ele nasce, Fico com o sentimento que o espinho Selma Arruda á está mostrando sua ponta ainda no início, mas que não vem para chuçar as canalhices manjadas vistas na maldita política. Veio sim para furar e estuporar o sesso do povo. Começou mal e já dá sinais de sua índole. Perdeu meu voto.

  • Gilmar | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 09h17
    0
    0

    Está candidata já está testando a inteligência do povo. Mas vai de mal a pior, fora taques, chega de políticos para gastar o dinheiro público em benefício próprio.

  • Pedro Luiz | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 08h04
    0
    0

    Esse deputado está olhando apenas para o próprio umbigo, como todos que lá estão.... A Dra. Selma precisa de escolta sim... Lembrando que dela nos orgulhamos. Sem exageros... Foi quem mais prestou serviços de relevância ao estado. Que ela seja eleita e que Deus a abençoe abundantemente. Parabéns Dra. Selma, o meu voto é seu.

  • Maria | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 06h58
    13
    3

    Quanta gente correndo perigo neste estado. Daí querem disponibilizar escolta com dinheiro público para juíza aposentada fazer campanha política. Se disse que está sendo ameaçada, o estado precisa investigar e prender estes bandidos, igual faz com todos. Direitos iguais ! Fico pensando!

  • Graci Ourives de Miranda | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 01h15
    8
    10

    Dra. SELMA ARRUDA, prestou excelente trabalho em MT. Graci Ourives de Miranda

  • CIDADÃO HONESTO | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 23h26
    10
    25

    Vai procurar o que fazer deputado!!! Irá completar todo o seu mandato enchendo o "saco" das pessoas que trabalham. Tenha vergonha na cara!!!!

  • Galileu | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 23h24
    10
    25

    Deputado Babaca. Essa mulher colocou muita gente na cadeia e daí tem muita gente querendo dar o troco.

  • Cidadão Cuiabano | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 22h56
    22
    7

    A Juíza aposentada deveria viver sua vida tranquila. Curtir sua velhice sua família + sua aposentadoria gorda. Ja que teve uma vida de riscos, deveria ser mais prudente. Mas quer se envolver com política e se expor, ela mesma tem que pagar do seu bolso a sua segurança. Ja que quer mais poder...Que desejo é esse pelo poder, por estar na mídia. Fico pensando???? Enfim, esses que saíram do judiciário pra carreira política nenhum fez nada de bom pra sociedade.

  • Celso | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 22h36
    19
    5

    Esse Wilson Santos é sem noção. Julier, com toda aquela arrogância que lhe era peculiar, também tinha segurança 24h até pra passear no Big Lar. Portanto, fique tranquilo deputado que a política não está sendo ameaçada e nem irá sofrer qualquer atentado. E mais, quem precisa de segurança 24h são as escolas públicas do bairros da preferia, que estão vulneráveis ao tráfico de drogas.

  • Justiça seja feita | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 22h31
    13
    21

    Lula, Dilma e FHC todos tem escolta de 08 segurança armados, 04 assessores, carros disponíveis blindados e etc. Qual crime esses acima combateu? Ou melhor foram lideres e integrantes das organizações criminosas... O POVO de bem apoia a ESCOLTA a Dra. SELMA...

  • Pedro Uber | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 22h14
    20
    7

    Pedro Taques tentou num lance de puro OPORTUNISMO, criar um fato com essa escolta,porém qq leigo sabe q a ex juiza somente quer proteção,para fazer a sua campanha política, ato de DESONESTIDADE DA EX JUIZA, e VERGONHOSO usar o aparelho estatal para essa farsa.

  • Quadrilheiros | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 21h21
    37
    6

    Safados paguem a escolta com dinheiro de vocês ladrões !!!! Upa, postos de saúde, hospitais, sem remédio sem médico, a saúde um cais é esse pilantrozo do anão de jardim quer dar segurança pra ela ???? E CLARO TA EXPLICADO .... ELA DEU SEGURANÇA PRA BANDIDOS DA QUADRILHA DO ANÃO !!! AGORA ELE QUER PAGAR OS FAVORES ..... MAS COMO ??? CADE O MP ??? TA TD NO MESMO SACO ???

  • Eleitor trouxa | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 20h15
    38
    4

    Isto mesmo deputado Zeca Viana! Ganhou meu respeito! Será que está senhora ainda não está satisfeita com tantos privilégios que já mordem os juízes??? Pra acabar né! E sou eu quem pago o pato!

  • Capeta de Cáceres | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 19h42
    80
    9

    Escolta e somente para a rainha da Selma mulher rica....que nem senadora e. Já abusa o dinheiro do povo...

  • Miriam | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 19h41
    69
    8

    Esse governador de bosta PEDRO TAQUES querendo se aparecer com dinheiro público. O TRIBUNAL DE JUSTIÇA já decidiu, então cumpra-se ou recorra as instâncias superiores. Xô Taques e seus corruptos.

  • Raimundo | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 19h41
    26
    50

    Vai trabalhar deputado, ou virou membro do MP agora? Além de ser campeão de faltas ainda fica arrumando rolo para aparecer na imprensa. Aproveite seus últimos dias como deputado.

  • alexandre | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 19h29
    32
    16

    Vice.. quem deve conceder e bancar a escolta é a justiça.

  • Cidadão | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 19h27
    54
    6

    Tá ficando feio pro Wilson essa defesa do PT

  • Renato França | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 19h15
    99
    10

    Também quero escolta, pago meus impostos, sou brasileiro nato, naquele livrinho que esta escrito na capa CONSTITUIÇÃO FEDERAL, diz que eu tenho direito a saúde, educação, segurança e muito mais, e NÃO diz que eu teria que ser juiz de direito na ativa ou aposentado, para ser agraciado com segurança particular paga pelo contribuinte.