16 de Novembro de 2018,

Política

A | A

Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 11h:20 | Atualizado:

FAZENDA

Empresário diz que conselheiro não sabia de propina


A Gazeta

antonio-joaquim.jpg

 

O empresário Wanderley Faccheti Torres, dono da Trimec Construções e Terraplanagem Ltda, afirmou em depoimento à Polícia Federal que o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Antônio Joaquim não sabia que o dinheiro usado na compra de sua fazenda, localizada em Nossa Senhora do Livramento, era fruto de propina.

O depoimento, ao qual a reportagem de A Gazeta teve acesso, faz parte do inquérito que apura uma possível participação de Antônio Joaquim em um esquema de lavagem de dinheiro do qual também teria participado o ex-governador Silval Barbosa.

Segundo Wanderley a fazendo foi oferecida pelo conselheiro a ele no valor de R$ 10 milhões. Como não tinha dinheiro para compra-la sozinho, o empresário decidiu sugerir o negócio a Silval, seu sócio no ramo de mineração.

À Polícia Federal, ele sustentou, no entanto, que não contou a Antonio Joaquim “que parte do valor a ser pago seria de Silval Barbosa”. “Isto é, o declarante nunca informou ao conselheiro a origem do dinheiro”, diz trecho do depoimento.

A declaração contradiz o que consta na delação premiada de Silval Barbosa, segundo quem Antonio Joaquim sabia que o ex-governador era um dos compradores e que o pagamento foi feito com dinheiro desviado dos cofres públicos.

Conforme Silval Barbosa a fazenda foi comprada por R$ 10 milhões, sendo que 70% do imóvel ficaria com ele e 30% com o empresário. O ex-governador disse também que o dinheiro para pagar o conselheiro seria de propina pagas pela Trimec e a Strada Construtora por conta da licitação para gestão dos maquinários do programa chamado Patrulha de Recuperação de Rodovias, lançado em 2011.

O empresário confirma o esquema de pagamento de propina e disse que os valores variavam entre R$ 5 mil a R$ 50 mil, totalizando mais de R$ 5,6 milhões, o que representou 10% do contrato firmado entre a Trimec e o governo do Estado.

Sonegação

Wanderley Torres confirmou à Polícia Federal, entretanto, que, apesar de o preço do imóvel ter sido R$ 9,5 milhões, a escritura foi lançada com o valor de R$ 6,6 milhões, após um aditivo no contrato e a pedido de Antonio Joaquim.

O conselheiro foi afastado em setembro do ano passado durante a 12ª fase da Operação Ararath, chamada Malebolge.

A reportagem tentou contato com as defesas de Silval Barbosa e Antônio Joaquim, mas, até o fechamento desta edição, não obteve sucesso.

 

 

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Maria | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 15h07
    4
    1

    Que conversa fiada! É pra quem acreditar?

  • Jonas Melo | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 13h41
    7
    1

    Tá bom, papei noel e saci pererê também existem. Agora a pergunta que não quer se calar: como um conselheiro consegue amealhar um valor tão alto assim para comprar uma fazenda? Será que os demais conselheiros concursados conseguem essa mesma proeza com o salários deles? MP, favor averiguar (lógico, se vocês tiverem tempo e não estiverem muito ocupados com a ilegalidade do restaurante do CPA).

  • Claudio | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 12h36
    9
    1

    Estão começando acordar, Esta Fazenda Pr´ximo ao Tanque Fundo, Garimpo de Ouro e Pecuaria ,Só Gado Fil[é , Sirval e Antonio Joaquim, Ac´rda Ministério Publico Federal, Será que o Crime compensa neste MT????????, Tdo indica que Sim!!!!!!!

  • pacufrito | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 12h20
    11
    1

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, coisa de débil mental, que vai acreditar nesta história? voces acham que a população e imbecil,

  • CARLOS ALBERTO | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 12h01
    8
    2

    Qual o motivo do ex-governador querer prejudicar o conselheiro se eles eram "amigos"? Não entendi.

  • Raimundo | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 11h49
    11
    1

    Conversa pra boi dormir, o cara menospreza a inteligência alheia!

  • Benhur | Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 11h42
    9
    1

    Lula fazendo seguidores NÃO Sei, NÃO Conheço, Não Vi e não entendo o que está falando. E como o Antônio Joaquim conseguiu tanto BEM Materiais com salário de Conselheiro . Ele é os outros Conselheiros TAMBÉM?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS