20 de Junho de 2018,

Política

A | A

Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 10h:32 | Atualizado:

CORTE DE GASTOS

Estado prepara reforma administrativa ainda no 1º semestre


Diário de Cuiabá

PalácioPaiaguás.jpg

 

A fim de reduzir os gastos públicos e garantir o equilíbrio fiscal diante do atual cenário econômico do país, o governador Pedro Taques (PSDB) garante que irá promover mais uma reforma administrativa no Executivo Estadual ainda no primeiro semestre deste ano. 

A proposta está sendo elaborada pela equipe econômica do Estado desde o final do ano. Ela pode culminar em fusão ou extinção de secretarias e autarquias, assim como redução do quadro de pessoal por meio de um plano de demissão voluntária e a implantação de outras medidas de contenção de despesas que possam assegurar o equilíbrio fiscal nos próximos anos. 

“Existe espaço para cortar gastos, diminuir o tamanho da máquina. Nós já fizemos três reformas administrativas e estamos trabalhando em uma outra reforma para diminuir o tamanho do Estado. Sempre lembrando que o Estado não precisa ser grande ou pequeno, ele tem que ser eficiente, tem que ser do tamanho que supra a necessidade do cidadão nas políticas públicas”, disse o tucano. 

Outro problema que vem sendo atacado pelo Governo com o intuito de aumentar a arrecadação do Estado é a sonegação fiscal. Taques afirma que com o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA) já foi possível recuperar R$ 1,2 bilhões em impostos. 

De acordo com o chefe do Executivo, os trabalhos devem ser intensificados para que o retorno seja ainda mais representativo para os cofres públicos. 

“Sobre o combate à sonegação fiscal nós estamos trabalhando muito em cima disso também. Aliás, o nosso Governo além de economizar R$ 1 bilhão com o custeio da máquina, trouxemos para os cofres públicos R$ 1,2 bilhão de sonegação de impostos. Isso através do CIRA, que foi a nossa administração que criou. Portanto, nós estamos fazendo o nosso papel”, ressaltou o tucano. 

Além disso, o Governo também trabalha na criação do Fundo de Estabilidade Fiscal para auxiliar a superar a crise financeira. De acordo com o governador, a proposta já possui o apoio de diversas entidades do Estado. 

“Nós temos várias entidades que já concordaram com o Fundo como, por exemplo, os atacadistas, o setor de material para construção, álcool, temos vários frigoríficos, enfim. Vários segmentos da indústria já concordaram com o fundo e do agronegócio também. Agora, o dialogo ainda é grande. Estamos conversando com diversos setores para que isso possa ser resolvido”, frisa. 

Taques afirma que o projeto referente a criação deste Fundo só será encaminhado à Assembleia Legislativa após encerrar o diálogo com as categorias atingidas. 

“Neste momento, Mato Grosso tem aumentado a arrecadação, tanto que pagamos o Banco Of American e pagamos o salário dos servidores em dia. Para que possamos superar este momento de crise, temos que deixá-la de lado e trabalhar. O fundo só será apresentado após esses diálogos que nós estamos fazendo” afirma. 

O projeto vem sendo elaborado pela Secretaria de Fazenda sob o comando do secretário Rogério Gallo, e irá implicar na taxação de benefícios a empreendimentos contemplados por programas de desenvolvimento e isenção fiscal. 

A expectativa é arrecadar entre R$ 400 e R$ 500 milhões até o final do ano com este novo fundo. “É um fundo que visa o reequilíbrio fiscal. Em função de nós termos uma crise desde 2015, que reduziu receitas no Estado, em função de uma queda nos repasses da União também”, explicou Gallo.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • PARTIDO NOVO 30 | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 18h01
    0
    0

    Resposta a Rubia Angeramis: MATO GROSSO TEM 2,2 milhões de eleitores. SERVIDOR PÚBLICO NÃO INFLUENCIA EM NADA PARA GOVERNADOR E ASSEMBLEIA LEGISLATIVA. Quem manda é o POVO, trabalhadores da iniciativa privada e empresários. Esses que sofrem. Eles quem querem ver um Estado enxuto.

  • Cuiabano | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 17h13
    4
    2

    A melhor reforma administrativa q deve ser feita neste ano, e mudando o governador e sua equipe!

  • Rubia Angeramis | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 14h52
    15
    2

    A nova era Dante, aludindo a era original vai passar também, nós servidores públicos somos 90 mil no estado, cada um de nós puxamos mais três votos conosco num total de 300 mil eleitores, NÓS decidimos eleições, vamos decidir pela estabilidade, bem estar, e dignidade do funcionalismo público, vamos lá pessoal vamos mostrar a nossa força.

  • PARTIDO NOVO 30 | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 14h36
    3
    12

    Vamos extinguir órgãos públicos! Deixa só polícia, escolas e hospitais: o RESTO PODE EXTINGUIR TUDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! E mais: a gestão do dinheiro (dotação) pode ser feita em cada unidade (p.ex: a diretora do liceu cuida do dinheiro.) NÃO PRECISA DE "CENTRO POLÍTICO ADMINISTRATIVO" : MANDA TODO MUNDO PARA A INICIATIVA PRIVADA! EXTINGUE TODOS OS ÓRGÃOS DO CENTRO POLÍTICO E VENDE TUDO PARA EMPRESAS: VAMOS TRANSFORMAR O CENTRO POLÍTICO NO NOVO CENTRO COMERCIAL DE CUIABÁ!

  • SARAIVA | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 14h26
    30
    1

    Só conversa mole...Mas se quiser fazer reforma de verdade é só reduzir/fundir secretarias pela metade e CORTAR 80% dos servidores contratados sem concurso na base de apadrinhamento político, bem simples né?Tem coragem?

  • América | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 14h04
    16
    1

    Realmente um estado que arrecada tanto, e essa crise que não passa , não da para entender! antes a época do SB,nao existia crise..

  • Dyego Pereira | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 13h25
    14
    0

    Governo precisa solicitar a devolução dos servidores que estão cedidos para outros órgãos federais ou municipais, afinal o estado fica com o onus de pagar o salários sem que esses servidores não produzem para o estado.

  • joao bobo | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 12h43
    15
    2

    Estou cansado de conversa fiada. Só baboseira. O incentivo fiscal saiu de 900 milhoes no governo Silva para 4,5 bilhoes neste governo. Os cargos comissionados temos mais de 6 mil. Os terceirizados são muitos e não tem resultado. A SEFAZ nao fiscaliza nada. esta perdida. fiscal faz tudo menos fiscalizar. Os barões não pagam nada de imposto tudo isento ou incentivado.

  • Zeca do Tijucal | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 12h22
    19
    2

    Exonera o comissionados já ajuda!! Muitos não fazem nada...são apadrinhados do PSDB!!! VERDADEIRO CABIDE DE EMPREGO!

  • Maria ivone | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 12h00
    46
    6

    PLANO DE DEMISSÃO VOLUNTÁRIA PARA QUÊ? O PROBLEMA SÃO OS CARGOS COMISSIONADOS E TERCEIRIZADOS QUE SÃO KI, ISSO TEM QUE ACABAR, ESTÃO TROMBANDO UM NO OUTRO DENTRO DAS SECRETÁRIAS SEM TER O QUE FAZER, O QUE ELES FAZEM BEM É FOFOCAS. ISSO TEM QUE ACABAR, ISSO É O QUE ESTÁ INCHANDO A MÁQUINA PÚBLICA.

  • Contador | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 11h54
    31
    3

    O estado precisa acabar com contratacão...fazer concurso público e devolver os servidores que andarilham de um órgão a outro que não é o seu órgão de origem.....isso vira só os favores políticos e amigaveis......em diversos órgãos do governo tem servidores de outros e que deveriam desempenhar o papel em seu órgão de origem e nào ficar passeando em outros órgãos.....pq o estado esta essa bagunca? Começa por aí a bagunça no estado....que a mídia possa interferir e chega de tantos apadrinhamentos de pessoas nos órgãos públicos.

  • MT Mais | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 11h50
    29
    3

    Infelizmente o estado se tornou um grande cabine de emprego muitos deles ocupados por pessoas sem a capacidade técnica na area. Vamos começar reduzir imediata em 50% números de secretárias, 50% cargos comissionados e principalmente os cargos de secretarios adjuntos e assessor técnico. Reduzir em 50% numero de predios locados pra ser utilizado como secretaria ou autarquia. Porque não ocupam a estação rodoviaria onde lá possui mais 80 salas vazias. Reduzir em 50% numero de carros alocados na area administrativa. Realizar um convocação com todos os servidores cedidos ou que estão em desvio de função, é inadmissível isso. Faça um levantamento pra saber que mais 30% esta cedido a outros orgãos ou desvio. Reduzir numero de policias na segurança do governador e principalmente que esta a disposição da assembleia e TJ.

  • alexandre | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 11h38
    26
    5

    SEMPRE prejudicar os servidores, e aumentar a isenção pro agronegocio..

  • Zemane | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 11h34
    22
    2

    Em ANO ELEITORAL ? - Com PTX fazendo um GOVERNO de MERDA ,completamente SEM RELEVÂNCIA,ERRÁTICO;ontem no CENARIUM RUURAL perdeu até nas PALMAS para BLAIRO, quem dirá na FALA sempre com aquele discurso CHO ÉGUA ,pedindo palmas para a DEMOCRACIA sempre MEDIOCRE ! - BLAIRO não , sempre ACERTIVO, com um discurso com COMEÇO, MEIO e FIM ! - O PTX que fica pedindo pelo AMOR de DEUS pelo FEX, depois fala que o FEX é uma MERRECA, Um LESADO que NÃO mede as CONSEQUÊNCIAS de seus ATOS e PALAVRAS,simples assim.

  • Antonio | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 11h19
    25
    2

    Da até para rir desta matéria onde o governador disse que pagou em dia, eu sou aposentado e não recebi no dia 05 ou algum aposentado recebeu.

  • Paula | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 11h15
    38
    2

    Manda embora os comissionados!!! SEPLAN, SEMA, SEDUC... só tem comissionado encostado!!! Tem comissionado ganhando 5-6 mil sem fazer nada!!! Faz um limpa, acaba com esse cabide de emprego...que teremos um fôlego nessa crise!!

  • silva | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 10h56
    39
    4

    Tem que substituir sr Governador Secretario Luis Soares que nao esta fazendo nada pela saude ou seja ta te afundando cada dia mais .

  • ANA | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 10h44
    56
    3

    ESTADO TEVE UMA ARRECADAÇÃO TÃO GRANDE QUE ATÉ SAIU NOS JORNAIS.. E ESTADO CONTINUA EM CRISE?? ESTRANHO, MUITO ESTRANHO TUDO NESTE GOVERNO.... FICO PENSANDO FALAM TANTO DO GOVERNO DO SILVAL QUE ROUBARAM TANTO, MAS NÃO TINHA ATRASO DE SALÁRIOS DE SERVIDORES, HOSPITAIS NÃO FECHARAM PORTAS NEM DEIXARAM DE ATENDER... EU REALMENTE ME PERGUNTO QUE TEM ALGO BEM ESTRANHO NESTE GOVERNO.

Loading...

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS