21 de Janeiro de 2019,

Política

A | A

Quinta-Feira, 10 de Janeiro de 2019, 21h:22 | Atualizado:

DIÁLOGO

Estado tenta evitar greve dos policiais civis

BUSTAMANTE-POLICIACIVIL.jpg

 

Diretores dos Sindicatos de Escrivães, Investigadores e Delegados de Polícia Civil (PJC) se reuniram na manhã desta quinta-feira (10.01) com o secretário de estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, para discutir assuntos de interesse da categoria. O pagamento do salário dos servidores, questões estruturais das delegacias, condições de trabalho dos policiais e o efetivo pautaram o encontro.

Bustamante pediu voto de confiança dos servidores ao governador Mauro Mendes, que já deu prazo para o pagamento dos salários e a opção pelo parcelamento era inevitável. “Esse primeiro ano será mais difícil, mas o governo vai promover cortes nas despesas e buscar pagar os salários dentro do mês e este é um compromisso do governador. Acredito que em seis meses, após essas mudanças, o fluxo de caixa estará melhor”, disse o secretário de Segurança Pública.

Segundo o presidente do Sindicato dos Escrivães de Polícia (Sindepojuc), Davi Padilha Nogueira, as propostas por parte do secretário são consideradas boas para a PJC. “Tivemos uma ótima impressão das ideias do novo secretário. Acreditamos será ótimo trabalho a ser desenvolvido. Ele se comprometeu a dar seguimento a alguns trabalhos que já existiam como por exemplo a aposentadoria das mulheres, a etapa alimentação e o sobreaviso, além de outros”, explicou.

Para o presidente do Sindicato dos Delegados (Sindepo), Wagner Bassi Junior, as propostas tranquilizam os servidores. “Nós ouvimos todas as posições do secretário e vamos levá-las para a categoria no sentido de tranquilizá-la e demonstrar a vontade do governo em resolver os problemas”, disse.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Investigadores de Polícia (Sinpol), Edleusa Mesquita, a comunicação com o titular da pasta é essencial. “Esse diálogo com o secretário é fundamental para que a gente possa construir junto a resolução dos problemas da segurança pública. Todas as demandas que nós apresentamos aqui, ele recebeu de portas abertas”, destacou.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Valter | Sábado, 12 de Janeiro de 2019, 00h04
    0
    0

    Senhor tal libertários, se existissem investigações particulares, ou, privadas, iguais o senhor anônimo menciona, somente os ricos a teriam, e os pobres levariam cacetes patrocinados por donos de fazendas e coronéis, como outrora, será que o senhor é filho de milionário, e quer uma polícia a seu serviço, como na Colômbia do Pablo Escobar, a lei do mais forte e rico

  • LIBERTÁRIOS | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 15h01
    0
    2

    se existissem empresas PRIVADAS de investigação: QUEM LIGARIA PARA GREVE DE POLICIAIS CIVIS??

  • O atalaia | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 09h31
    3
    0

    A greve é uma medida radical, mas, em se tratando de serviços públicos Estado tem.um prejuízo político e a coisa pode agravar, principalmente quando o cidadão comum afetado se torna indignado. Para evitar greve nesses serviços o gestor deve agir com sinceridade e diplomacia. Mas essa não tem sido a tônica de MM, que fala com os servidores como se fossem empregado de suas emprrsas. Isso ainda vai dar dir de cabeça ao governador....

  • Dom Quixote de La Mancha | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 09h08
    0
    1

    As polícias adora trabalhar de graça somente pelo prazer .....acredito que nem precisa de salário....

  • RUBENS TADEU REYNAUD | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 08h58
    1
    0

    Ate a policia esta acovardada com esta politica de atraso de salarios. E pra cair o CU da bunda.

  • Ana | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 08h53
    2
    0

    BANDO DE CAGÃO JÁ TÃO COM RABINHO ENTRE AS PERNAS. SINDICATOS L I X O.

  • Joao Paulo | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 08h51
    1
    5

    Acho graça desse povo da Civil mesmo!! Salário inicial de 5000 e ainda se acha no direito de exigir alguma coisa???? foi por causa de vcs que a LRF foi estourada!!! Taxi chamou 2000 policiais (PM e PJC) no inicio da gestão dele pra NADA!!! Esse povo tem que trabalhar o DOBROO pelo tanto que ganham!! Esses preguiçosos tem que ir pra rua!! Essa semana meu carro foi roubado, precisei do serviço deles e foi uma bosta!!! Até o BO fizeram errado!!! ESTÃO PIOR QUE O DETRAN (E olha que eles ganham menos da metade disso!!!) E por incrível que pareça, tive um atendimento ExCELENTE no Detran pq fui tirar segunda via dos docs!!! Eu que tive que achar meu carro!!! Bando de incompetentes!!!

  • Jose | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 08h48
    0
    0

    ALÔ POLICIA CIVIL! BASTA INVESTIGAR E FAZER DEVOLVER OS R$20 BILHÕES EM FRAUDES? Não se pode esquecer de apurar e recuperar todos os desvios e fraudes do desgoverno pedro taques da transformação do estado em caos e roubalheira, os quais juntos já SOMAM $20 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos $20 bilhões: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação; perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás; perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juiza candidata para ferrar o silval e a familia dele. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados e estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos

  • João | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 08h45
    0
    0

    Maria Aparecida, delegado não ganha VI, mas tão somente o subsídio. Informe-se melhor. Bom dia!

  • jose antonio silva | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 08h03
    0
    0

    ESSE GOVERNO JÁ JÁ VAI PRO BURACO! ACHA QUE PODE FAZER O QUE QUER, PISAR EM SERVIDORES! O SER, O ENTE PISADO, ESCRACHADO, HUMILHADO, DESVALORIZADO NÃO PRODUZ. PROPOSITALMENTE OU POR DOENÇAS QUAISQUER! NA EDUCAÇÃO É ASSIM, NA SEGURANÇA É ASSIM. SEM SALÁRIO, SEM CONDIÇÕES, SENDO CHAMADO DE PREGUIÇOSO, DE VAGABUNDO, DE CULPADOS PELAS MAZELAS DO ESTADO,ENQUANTO É O GOVERNO E SEUS CUPINCHAS QUE ROUBAM E DILAPIDAM O ERÁRIO! VÁ POR ESSE CAMINHO E VERÁS ONDE CHEGARÁS! VAI MATAR SUA GALINHA DE OVOS DE OURO E AÍ QUERO VER! MATO GROSSO TERÁ UM ATRASO DE TRINTA ANOS! O QUE TEM DE EMPRESÁRIOS INDO EMBORA DO ESTADO!.... OS BONS! OS PILANTRAS, ENQUANTO TIVEREM OPORTUNIDADE, FICAM!

  • Maria Aparecida de Magalhães | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 07h28
    22
    1

    Não é justo que o policial não tenha o RGA. Afinal, outras categorias, como os delegados, estão tranquilos, pois, além dos salários, recebem VI no valor de 6 mil reais. Pra alguns, RGA não faz diferença, mas, para o policial militar e professor que ganha 3 mil reais, faz toda diferença.

  • Rugal | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 06h29
    15
    10

    Essa categoria é muito pelega mesmo. Sempre assim negociando em separado. Na outra greve geral nem suaram no sol e saíram da greve. Não conte com polícia pra greve, só pra descer o porrete nos grevistas que eles aparecem.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS