20 de Setembro de 2018,

Política

A | A

Quinta-Feira, 12 de Julho de 2018, 21h:32 | Atualizado:

SABATINA NO SENADO

Formado em MT assume Dnit nacional

tiago-dnit.jpg

 

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) aprovou nesta quarta-feira (11) a indicação de José da Silva Tiago, para exercer o cargo de diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A MSF 65/2018, encaminhada pela Presidência da República, segue com urgência para análise do Plenário.

Durante a sabatina, José da Silva Tiago, que é servidor de carreira do Dnit, se comprometeu a trabalhar para resolver pendências na liberação de obras de recuperação e asfaltamento de rodovias como a BR-319, que liga Porto Velho a Manaus.

— É um compromisso que fazemos aqui. A BR-319 não é só do Norte, do Centro-Oeste, é do Brasil. Temos que lutar pela efetivação dessa pavimentação — afirmou.

A promessa veio depois que o presidente da CI, senador Eduardo Braga (MDB-AM), e outros senadores como Acir Gurgacz (PDT-RO) classificaram como estarrecedoras as informações prestadas por técnicos do governo federal em audiência nesta terça-feira (10) sobre a série de equívocos e falhas envolvendo o licenciamento para recuperação da rodovia.

Representantes do Ibama e da Funai informaram que inexistem contratos, entre os anos de 2008 e 2013, para estudo do impacto ambiental e indígena das obras que necessitam ser realizadas na BR-319.

— O que me deixou indignado ontem foi que depois de 8 anos de mandato tomei conhecimento de um documento oficial do governo [segundo o qual] a BR-319 se encontra sem estudo ambiental desde 2009. Todos estes anos eu, Acir e outros senadores sempre questionamos os ministros e diretores do Dnit e a história sempre era que estavam apresentando estudos complementares ao Ibama — criticou Braga.

Os senadores também cobraram conclusões de obras em outras rodovias como a BR-230, a BR-364 e a BR-226, e pediram mais investimentos em transporte aquaviário.  José da Silva Tiago prometeu empenho na função.

— Se o Senado caminhar junto conosco nesses pleitos temos certeza que o sucesso será muito mais rápido do que se o Dnit caminhar sozinho — disse o indicado.

José da Silva Tiago é engenheiro civil, graduado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) em 1974. Tem mais de 40 anos de experiência na área rodoviária. Ingressou em 1974 no antigo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER), atual Dnit, onde exerceu diversos cargos vinculados ao 11º distrito rodoviário federal, no estado de Mato Grosso, chegando a ocupar a chefia daquela unidade.

Entre 1987 e 1989, foi diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do estado do Mato Grosso e em 2003, passou a atuar em Brasília, na sede do Dnit. Desde 2009, ocupa o cargo de superintendente regional do Dnit no Paraná.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Clarindo Braz de Figueiredo | Sexta-Feira, 13 de Julho de 2018, 09h00
    10
    1

    O burro você leu a reportagem até o final ele se formou em MT está trabalhando ultimamente no estado do Paraná e deve estar fazendo um bom serviço porque lá as estradas estão boas

  • LUNETA | Sexta-Feira, 13 de Julho de 2018, 08h13
    5
    3

    NA SUA GESTÃO, AS ESTRADAS DE MT ERAM TODAS ESBURACADAS, A EXEMPLO DE VÁRZEA GRANDE X CÁCERES(BR070), ESPECIALMENTE O TRECHO ATÉ O POSTO "120" E A BR 163, ESPECIALMENTE DO POSTO GIL ATÉ SINOP. ESSE CAMARADA DEVE TER COSTA LARGA, PORQUE COM TODA ESSA MÁ ADMINISTRAÇÃO AINDA FOI NOMEADO SUPERINTENDENTE DO DNIT NO PARANÁ E AGORA ASSUME O DNIT NACIONAL????

  • ZEZO AFONSO | Sexta-Feira, 13 de Julho de 2018, 08h10
    2
    1

    EITA WELIGNTON

  • José Serafini | Sexta-Feira, 13 de Julho de 2018, 06h58
    2
    3

    Grande coisa...o beira-mar era de onde?

  • Saraiva | Quinta-Feira, 12 de Julho de 2018, 22h56
    12
    19

    Não deve ser lá essas coisas, se é daqui e nossas estradas são uma merda, não vejo nenhuma vantagem em um dinossauro deste, vai ser mais do mesmo.