15 de Dezembro de 2018,

Política

A | A

Sexta-Feira, 12 de Outubro de 2018, 10h:46 | Atualizado:

AVALIAÇÃO

PSDB: "faltou habilidade para Taques"


Diário de Cuiabá

taques-pauloborges.jpg

 

O presidente regional do PSDB em Mato Grosso, Paulo Borges, acredita que faltou habilidade política ao governador Pedro Taques (PSDB). Em seu entendimento, o gestor tucano fez uma ótima administração a frente do Palácio Paiaguás, nas não teve traquejo político para lidar com seus aliados, e também com a população mato-grossense. 
Para ele, isso influenciou diretamente o resultado nas urnas. “Temos que aceitar a derrota com humildade. O governador Pedro Taques foi excelente como administrador, governou o Estado de Mato Grosso muito bem, mas faltou habilidade política, tanto que perdemos a eleição para nossos próprios aliados”, disse. 
Taques ficou na terceira colocação com 19% dos votos válidos, o equivalente a 271.952 votos. O tucano ficou atrás até mesmo do senador Wellingotn Fagundes (PR), que teve 19.56% dos votos válidos, 280.055 votos. 
Mendes, por sua vez saiu vitorioso com 58.69% dos votos válidos. O democrata, que liderou as pesquisas de intenção de voto durante toda a campanha eleitoral, teve 840.094 mil votos. 
Esta é a primeira vez na história do Estado que um chefe do Executivo não consegue ser reeleito. 
No que tange o posicionamento da legenda durante a futura administração de Mauro Mendes, Paulo Borges afirma que o PSDB fará uma reunião com todos os dirigentes após a eleição do 2ª turno para presidente. 
Ele, entretanto, defende que a legenda adote uma postura de independência. “Acho que naquilo que for bom para Mato Grosso nós temos que apoiar, e aquilo que acreditarmos que não seja necessário fazermos nossos apontamentos. Mas acredito que Mato Grosso não precisa de uma oposição ferrenha”, disse. 
Neste ano, a agremiação tucana elegeu apenas dois deputados estaduais. Trata-se de Wilson Santos e Guilherme Maluf. Nesta legislatura, o PSDB tinha quatro parlamentares em sua bancada. O deputado Saturnino Masson tentou a reeleição mas ficou de fora. Já Baiano Filho desistiu de disputar a reeleição para apoiar a candidatura de Mendes ao Governo do Estado.

 

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Antonio Marcos de Lima | Sábado, 13 de Outubro de 2018, 07h42
    6
    1

    Bom dia, fui um que acreditou no Pedro Taques, porém assim que se elegeu pelo PDT foi para o PSDB porque lá em cima falou pra ele ir, eles tinham dado o golpe e o Temer iria cumprir compromissos com os governadores do bloco, quer dizer, acreditou em papai Noel. Depois ficamos esperando as melhorias e até hoje nada.....por último além dele não pagar a folha em dias, ele não pagou as emendas dos Deputados que reflete nas gestões municipais de todo Estado.....deixou a saúde um caos não repassando nem o dinheiro da saúde

  • PSDBosta | Sexta-Feira, 12 de Outubro de 2018, 22h29
    5
    0

    Faz muito tempo que esse PSDBosta não faz governador aqui. Taques se elegeu pelo PDT, e depois traiu e se bandeou pro PSDBosta, partido de golpista perdedor sem voto. Perderam 5 eleiçoes para presidente seguidas, perderam cinco para governador de MT seguidas, estão sendo varridos do mapa eleitoral brasileiro. Uma bostinha de partido mesmo. Nem sei pq dão moral pra esses bostas.

  • Adeus | Sexta-Feira, 12 de Outubro de 2018, 18h36
    29
    2

    Faltou habilidade, vergonha, honestidade , inteligência, sensatez, humildade .....

  • | Sexta-Feira, 12 de Outubro de 2018, 17h37
    25
    8

    O erro dele foi ter ido para o PSDB, um partido que ja esta morto e esquecido em Mato Grosso. Dai aos mortos o esquecimento.

  • João Ninguém | Sexta-Feira, 12 de Outubro de 2018, 16h16
    33
    2

    Me desculpe falará, mais o governe da transformação se transformou em um governo de falta de humildade e respeito com a população e os partidos políticos que o apoiaram, mas a maior derrota foi a falta de humildade e sua ignorância

  • JORGE LUIZ | Sexta-Feira, 12 de Outubro de 2018, 14h31
    27
    1

    ONDE ESTÁ O BOM "GOVERNO" DESSE TRASTE? A SAÚDE PÚBLICA UM CAOS, A EDUCAÇÃO UMA MERDA, A SEGURANÇA PÚBLICA NO POWER POINT E PARA FECHAR COM CHAVE DE OURO, O GANHA TEMPO DE CPA TEM CASCATA NATURAL NO ESTILO DESGOVERNO DA EMBROMAÇÃO. ESSE POVO DO PSDBLHA É UMA PIADA SÓ E AGORA QUEREM POR QUEREM FICAR JUNTOS AO BOLSONARO PARA ASSIM CONSEGUIREM UMAS TETAS POR QUE O LEITINHO EM MATO GROSSO ACABA EM 31/12/2018

  • | Sexta-Feira, 12 de Outubro de 2018, 13h39
    21
    3

    O erro dele foi ter ido para o PSDB, um partido que ja esta morto e esquecido em Mato Grosso. Dai aos mortos o esquecimento.

  • Oliveira | Sexta-Feira, 12 de Outubro de 2018, 12h51
    38
    3

    Vamos lá : 1. Não respeitou os funcionários, não reuniu com a classe e expôs a situação só disse " a constituição permite". 2. Destruiu o MT saúde, que era uma referência. 3. Abandonou os aliados e só escutou os experientes em políticas " Paulo Taques e Paolla Reis". Fora outros ítens. E sem contar a sua antipatia e fazer política de brincadeira.

  • Nando | Sexta-Feira, 12 de Outubro de 2018, 11h16
    40
    0

    Acredito que faltou muito mais, , inclusive falar a verdade e cumprir promessas, se for pontuar tudo que faltou da de preencher um caderno. Fora taques kkkkkkkkk

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS