25 de Março de 2019,

Política

A | A

Domingo, 17 de Fevereiro de 2019, 12h:02 | Atualizado:

QUEDA DE BRAÇO

Senadores de MT priorizam compor Comissão de Infraestrutura


Gazeta Digital

jaimecampos-selmaarruda.jpg

 

Os senadores de Mato Grosso Selma Arruda (PSL) Jayme Campos (DEM) e Wellington Fagundes (PR) participam de 12 comissões permanentes das 14 existentes no Senado Federal. Dando ênfase ao principal gargalo da produção no Estado, os 3 senadores estão lotados na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), uma das mais importantes do Legislativo.

Selma Arruda foi escolhida pelo PSL como membro titular de 5 comissões permanentes: de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), de Transparência, Fiscalização e Defesa do Consumidor (CTFC), Assuntos Sociais (CAS), Comissão de Direitos Humanos (CDH) e de  Ciência e Tecnologia (CCT). A parlamentar também será suplente em outras duas comissões: Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) e Comissão de Infraestrutura (CI). 

“Foram escolhidas as comissões de forma estratégica, para que o PSL consiga, e para nós senadores do partido consigamos ter resultados efetivos, que é legislar contra a corrupção, a favor da segurança pública, contra a criminalidade e pelo crescimento da economia”, pontuou a parlamentar.

Fagundes, veterano na Casa, está no cargo de vice-presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura, também foi indicado para participar como membro titular da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação (CCT), Comissão de Educação, Cultura e Esportes (CE), Comissão de Meio Ambiente (CMA) e Comissão Senado do Futuro (CSF). Como suplente, atuará nas comissões de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) e de Constituição e Justiça (CCJ).

Fagundes reafirmou o compromisso com o desenvolvimento logístico nacional e disse que vai priorizar em Mato Grosso a implantação da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO). Ele destacou que o Brasil carece de altos investimentos em infraestrutura. O parlamentar lembrou ainda que o maior custo Brasil é devido a qualidade de logística e defendeu a intermodalidade, avançando no desenvolvimento dos modais de transporte ferroviário e aquaviário.

Jayme assumiu a titularidade em 3 comissões temática do Senado Federal: Comissão de Assuntos Sociais (CAS), Comissão de Meio Ambiente (CMA) e Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA). Ele também será suplente na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). “Nas comissões, em que terei participação efetiva, vão circular os assuntos e projetos mais importantes e pertinentes ao estado de Mato Grosso. São nelas que vou defender e lutar pelos interesses de nosso estado, nossas cidades, nossos mato-grossenses”, afirmou.

Campos explicou a importância das comissões permanentes. “É no âmbito das comissões que se apresentam e se estudam todos os dados, antecedentes, circunstâncias e conveniência de um projeto de lei. As discussões e a expressão das opiniões e formação do consenso que, emitido sob a forma de parecer da Comissão, irá orientar o Plenário da Casa na apreciação e votação da matéria”, destacou.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Joao Batista | Domingo, 17 de Fevereiro de 2019, 16h10
    0
    0

    O WF continuará sendo dono do DNIT MT?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS