16 de Novembro de 2018,

Política

A | A

Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 23h:52 | Atualizado:

MOVIMENTOS POLÍTICOS

Sindicatos lançam oito pré-candidatos a AL de MT e Câmara

Grupo espera eleger até três representantes do funcionalismo


Da Redação

forumsindical.jpg

 

Formado por cerca de 32 entidades, entre sindicatos e associações, o Fórum Sindical lançou o nome de oito pré-candidatos a deputado nas eleições deste ano. Serão três disputando uma cadeira na Câmara dos Deputados, em Brasília, e cinco em busca de uma vaga na Assembleia Legislativa, no dia 7 de outubro.

Os pré-candidatos do Fórum se polarizaram em dois partidos, o PMN, que terá dois nomes, e o PROS, com cinco. O PT terá um candidato.

Ainda não foi definido qual será o pré-candidato ao Governo do Estado que será apoiado pelo grupo, que representa diversos setores do funcionalismo público do Estado. “A partir do amadurecimento do debate acerca da necessidade eminente em elencar nomes de homens e mulheres de bem para colocar à disposição de Mato Grosso, foram feitas várias reuniões internas e sondagens dos possíveis partidos políticos para abrigar o projeto coletivo, levando em consideração a coerência e o bom senso com vistas ao futuro e bem estar da população mato-grossense”, diz o Fórum, em nota.

Os pré-candidatos à deputado estadual pelo Fórum Sindical serão Diannyeire Dias (PROS), do Sintap/Indea, João Batista (PROS), do Sindspen/Sistema Penitenciário, Oscarlino Alves (PROS), do Sisma/Saúde, Edmundo Cesar Leite (PMN), do Sinpaig/Área Meio e Henrique Lopes (PT), do Sintep/Educação. Na corrida para uma cadeira em Brasília, na Câmara dos Deputados, está Gisela Simona (PROS), do Sindicon/Procon, Cledison Gonçalves (PROS), do Siagespoc/Polícia Civil, e o Tenente Coronel da Polícia Militar, Wanderson Nunes de Siqueira (PMN), da Assof/Oficiais da Polícia Militar. Segundo uma nota publicada pelo grupo, o objetivo é que ao menos três parlamentares sejam eleitos.

O grupo espera eleger até três parlamentares. “A grande tacada do projeto político reside na independência política do grupo com a grande possibilidade de coligação partidária entre o PROS e o PMN numa frentinha que possibilitará que os votos de todos os pré-candidatos somem para o grupo, e abrindo chances reais de eleger pelo menos 1 (um) deputado (a) federal e 2 (dois) deputado(a)s estaduais”, diz a nota.

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • REGIS RODRIGUES RIBEIRO | Segunda-Feira, 06 de Agosto de 2018, 16h18
    0
    0

    Vejo bastante pessoas falando disso e daquilo dos sindicatos, que sindicalistas deviam era lutar pelos direitos dos trabalhadores, pelo aumento de salários, etc.... só impõem deveres aos sindicatos. Aí lhes indago: Os que reclamam são sindicalizados???? Os que reclamam continuam pagando a Contribuição Sindical? Já tomaram a iniciativa de comparecer ao "Recursos Humanos ou Tesouraria" da empresa para dizer que AUTORIZAM a cobrança da Contribuição Sindical??? Se não o fizeram sinto muito, SEU SINDICATO NÃO PODERÁ MAIS LUTAR POR VOCÊ, pois sindicalista é um ser humano que come, veste, adoece, como todo outro ser humano. Ele não é um relógio que trabalha de graça, ou sem uma mínima contraprestação pelo trabalho DESEMPENHADO EM FAVOR DE TERCEIROS. Quer que seu sindicato trabalhe pra você, quer que seu sindicato lute pelos seus direitos, PAGUE A CONTRIBUIÇÃO SINDICAL TODOS OS MESES E DEPOIS COBREM A CONTRAPARTIDA.

  • Enfermeira Rute Alta Floresta | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 15h37
    0
    2

    Presidente Bolsonaro Senador Juíza Selma e Nilson Leitão Deputado Federal Max Campos Deputado Estadual Janaina

  • BOLSONARO2018 | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 11h30
    1
    4

    Não devemos eleger nenhum funcionário público, quer se candidatar, pede exoneração !!! Chega de vermos uma boa parte pensando só no seu lado, entrando lá não fará a devida fiscalização nada, só levantará bandeira deles mesmo e aumentar ainda mais a carga tributária do Estado com acordo pra aumento de percentual em RGA, e outros penduricários que se possa obter . Temos que eleger pessoas que pressione o Governo a enxugar a máquina e fazer o estado mínimo.

  • JEFERSON MATOS | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 10h50
    2
    0

    Vou votar em quem tiver boas ideias, quem fiscalizar o próximo governo, quem não vai ficar dizendo apenas amém ao próximo candidato a "ditador" do nosso Estado. Sou funcionário público concursado, mas isso não significa que vou votar em um candidato apenas por ser meu "colega de trabalho" .

  • Rogério | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 10h36
    1
    4

    Tem o Gilmar Brunetti do Sinterp também.

  • Diego | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 10h11
    0
    1

    Politicagem usando os sindicatos pra promover. Deveriam era trabalhar em prol do salário que recebem para inchar a máquina pública.

  • Victor | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 09h51
    2
    0

    Podiam contar quantos agricultores são candidatos, quantos empresários, quantos estão financiando campanhas políticas. Por que todos estão atrás de seus próprios interesses, isenções fiscais imorais ou negócios com a Administração Pública.

  • Jose Roberto Nogueira | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 09h30
    2
    3

    lembrando que tem muitos candidatos funcionários públicos que não é do foro não é sindicalista, que serão candidatos e terão mais chance de Vitória do que aqueles que são sindicalista.

  • Jose Roberto Nogueira | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 09h30
    1
    2

    lembrando que tem muitos candidatos funcionários públicos que não é do foro não é sindicalista, que serão candidatos e terão mais chance de Vitória do que aqueles que são sindicalista.

  • JOSÉ | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 09h24
    2
    4

    GISELA DA PROCON. INDISCUTIVELMENTE MELHOR QUE QUALQUER UM DOS 08 PATETAS ATUAIS. EXCELENTE OPÇÃO PRA QUEM BUSCA UMA RENOVAÇÃO E A APOSENTADORIA, DIGO, ENTERRO, SUCUMBÊNCIA, EXTERMÍNIO DOS NOSSOS ATUAIS GAGÁS, MORIBUNDOS E PATÉTICOS REPRESENTANTES. LÁ EM CASA SOMOS 04 ELEITORES E PODE CONTABILIZAR 04 VOTOS COM CERTEZA.

  • José Raul Vilá Neto | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 09h18
    2
    2

    Fico cá a pensaire com os meus botons, todos são funcionários públicos e fizeram concurso para desenvolver carreia no serviço público, sabem que não vão representar nada porque a política engole todo o bem (intencionado), chega de aventureiros se querem partir para a política estudem para tal e peçam demissão e encare a nova vida.

  • Antonio | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 08h18
    3
    0

    Eu fico aqui pensando também se nós não vivemos numa democracia pois os funcionários públicos não podem se candidatar, pois esses políticos que já estão ai muitos são funcionários públicos federal, estadual e até grandes empresários então os nossos funcionários públicos também tem que nos representar, e vamos nos unir e vamos eleger eles, observação não sou candidato e nem político eu sou apenas funcionário público, pronto falei.

  • Servidor área meio TAIGs | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 08h11
    3
    1

    Alguns aí nem são Concirsados ou seja entraram de “gaiato” no serviço público como é o caso do Edmundo do SINPAIG e da Diany da CSB que foram estabilizados pela constituição de 88. E estão há séculos nos sindicatos só na mamata mas a fonte secou. A peia será grande nas urnas. Esse Edmundo cara de bolacha já tentou umas 100 vezes ser vereador e já foi reprovado todas e não aprende. Já os outros jamais tentaram alguma coisa senão procurar uma teta. O oportunismo do trampolim político e o que enfraquece os sindicatos e fazem com que muitos se desfilie-se.

  • Caio Oliveira | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 08h07
    1
    1

    ESTRATÉGIA BARRIGA VERDE! SÃO TÃO DESUNIDOS QUE PODERIAM LANÇAR SOMENTE UM, POIS OITO, OS VOTOS SE DIVIDEM E NENHUM É ELEITO... VAI ENTENDER...

  • Servidora Pública Concursada | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 08h04
    3
    1

    Vamos lá esses pré candidatos são fraquíssimos... esse Edmundo já levou umas 2 a 3 surras quando foi candidato a vereador por Cuiaba, Oscarlino da Saúde só sabe bater no governo e nada mais teve de fazer 2 vezes a eleição do sindicato pois nem os filiados tiveram interesse em votar e essa Diany os servidores do Indea querem ver o capeta mas não votam nela tanto que criaram outro sindicato o SINFA. Se juntar todos não fazem 500 votos. Os servidores públicos já reprovaram a utilização dos sindicatos como trampolim político pois sabem que esses aí só querem continuar mamando as benesses de tudo pago no sindicato e agora que a Teta secou querem mamar na política. Vão levar uma surra nas urnas para tomarem vergonha na cara e trabalhar como todo mundo e honrar o salário altíssimo que recebem. Sou servidora pública e não voto nesses sujeitos jamais.

  • não desperdice seu vote | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 08h03
    3
    2

    Não desperdice seu voto. Se você está tentando escolher um candidato perfeito não achará. Eu como servidor estadual, eu apoio esses candidatos. Falo isso pelo seguinte, esses ladrões que estão na assembleia não nos representam, nem aos servidores e nem a população mais humilde, esses larápios estão ligados a grandes produtores de soja, cana, donos de empresas de transportes, etc, são lobistas eleitos, estão lá para defenderem suas categorias. Nessas eleições vote defensivamente, de as costas a esses políticos que estão há muito tempo prometendo e prometendo e só querem roubar. Lembre-se que se você quiser mudar, crie uma expectativa positiva votando. Sei que muitos servidores são contra seus presidentes de sindicatos, mas deixem essas rugas de lado e olhem para a frente, ou vocês acham que esses caras que estão lá e se reelegerem vão lutar por vocês.

  • José Antônio da Silva | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 07h19
    3
    1

    Kkkkkkkkk o tal do Cledson representa tão bem os investigadores que nem sabe que o Siagespoc não existe mais, que agora o sindicato se chama SINPOL. Não terá 1000 votos.

  • Paulo | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 07h00
    25
    13

    Agora que secou a teta nos sindicatos através da vergonhosa contribuição obrigatória os preguiçosos que não trabalham estão tentando encontrar outra teta dessa vez na política. Trampolim político na cara dura, os filiados tem que abrir os olhos com as financas dos sindicatos pra ver se não terá furo no caixa pois uma campanha pra estadualmente sai menos de 500.000 e federal o dobro pra tentar viabilizar. Se juntar tudo aí não dá um vereador de ACORIZAL esse Edmundo é fraquíssimo e esse Oscarlino do sabe criticar o governo igual a Vandoni fazia com RIVA e greve nada mais.

  • Carlos | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 06h59
    19
    25

    Fico aqui imaginando, esses cidadãos, passaram em concurso Publico não foram para trabalhar?. Hoje vivem o dia inteiro procurando aumento salarial. Este país nunca irá mudar. Os servidores públicos vão quebrar o país, estados e municípios. Qual é a necessidade e a serventia de tantos servidores publicos? Eles produzem o que? saúde já não e mais prioridade em uma gestão, isto é uma vergonha. deveriam contratar apenas comissionados pois produzem muito mais e são de graça para o governo.

  • Indignado | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 06h56
    31
    12

    Mal fazem pelos seus sindicalizados imagina para a população muitos aí só usam a estrutura do sindicato para se promoverem infelizmente é a realidade

  • De Olho | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 06h34
    17
    9

    Cada categoria votará em um representante do sindicato do seu órgão e poucos terao condições de se elegerem .........no meu ponto de vista a estratégia do fórum, é equivocada e ao invés de se unirem, estão é se dispersando

  • Rodrigo Rocha | Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 00h05
    17
    39

    Bom, caras novas. João Batista tem meu voto e da minha família.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS