20 de Junho de 2018,

Política

A | A

Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 11h:47 | Atualizado:

DEMOCRACIA PANTANEIRA

Taques respeita candidatura do DEM e defende disputa até com 9 em MT

Partido deverá ter candidato ao Governo do Estado para dar palanque a Rodrigo Maia


Da Redação

taques-jaime.jpg

 

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou nesta segunda-feira que uma possível saída do Democratas de sua base aliada "faz parte da democracia". A legenda pode lançar ao palácio Paiaguás o atual secretário de Projetos Estratégicos de Várzea Grande, Jaime Campos (DEM), ou o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, que deve trocar o PSB pelo DEM.

Taques tem a intenção de disputar a reeleição. O chefe do executivo estadual, no entanto, destacou que não é uma obrigação de que a legenda democrata tenha candidato em Mato Grosso.

Na última quinta-feira, o DEM lançou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, como pré-candidato à presidência da República. Para a executiva nacional do partido, a prioridade é uma candidatura ao governo do Estado, dando assim palanque para Maia. “Não vi isso de que o DEM mandou ter candidatos em todos os Estados, mas eu defendo a democracia. É bom que nós tenhamos candidatos. A democracia não pode ganhar de WO. Precisamos ter candidatos e debater ideias para que o cidadão tenha escolha. É bom que tenha dois, três, nove candidatos. Isso faz parte da democracia”, afirmou.  

O deputado estadual e ex-presidente estadual do DEM, Dilmar Dal Bosco, afirmou na última quinta-feira que a sigla trabalha com os nomes de Jaime Campos e Mauro Mendes para a vaga na majoritária. A aliança com o PSDB do governador Pedro Taques, ao que tudo indica, também não deve ser renovada.  “É exigência do partido ter uma candidatura majoritária. Eles querem ao governo do estado, mas logicamente que nenhum partido trabalha sozinho. É uma construção. Por exemplo, em Mato Grosso e em nível nacional, somos aliados ao PSDB. Eles também planejam uma candidatura a presidência. Acho que lá na frente é difícil fazer algo diferente do nacional. E nós temos dois nomes, que é o Jayme Campos e o Mauro Mendes”, afirmou, não garantindo uma nova aliança com o governo Pedro Taques para as eleições deste ano.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • sediclaur | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 17h14
    1
    0

    Todos os políticos de carteirinha, que têm a política como profissão pra se dar bem as custas do povo massa de manobra e pra surrupiar os cofres públicos vão levar um SONORO NÃO nas urnas este ano, é só esperarem pra ver.

  • clara | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 16h59
    1
    3

    Quanto ódio em mirna , pelo jeito já andou levando alguma pontinha kkkkk , vai trabalhar sabe de nada inocente, assim como disse eu vivenciei essas época anos 80/90 na pele e sei com propriedades do que estou falando , aquele tempos eram outros , não havia a arrecadação que tem hoje , os recursos erma mixos ,os governos viviam das migalhas que a federação repassava aos estados, e assim mesmo esse povo do qual a mirna se refere fez muito pelo estado e pela várzea grande que foi chamada á época de cidade industrial , mais eu não vim defender ninguém apenas fazer meu comentário e minha opinião .

  • mirna | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 16h26
    4
    3

    o povo sofre de amnésia mesmo, FAMÍLIA CAMPOS...... sempre viveu da corrupção, varias obras que nunca existiram, só no papel, deitava e rolavam no dinheiro do estado, a qual, esquecidos de plantão na "ditadura" não existia justiça, nem delação... etc..enquanto cuiabá, mato grosso vivia nas mão desse povo, vivia na miséria, era vergonha ser servidor publico, ate 8 meses de salários atrasados, sem falar de Varzea Grande, que é terra de ninguem, violencia toma conta, escolas sucateadas, um das piores cidades pra se viver, onde é regida e comandada por Jaime Campos e a "corjinha dele", os cuiabanos que viveram aqui nos anos 80 a 90 lembra os temores e perseguições que essa familia aqui aprontavam, a impunidade reinava

  • ANA | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 16h23
    1
    3

    NENHUM DOS DOIS... SOCORRO!!!

  • Ezequiel Barros Assunção | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 14h44
    10
    8

    Sou mais Jaime Campos com certeza.

  • Eleitor | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 13h22
    15
    7

    O povo de mato grosso , não aguenta mais , por amor a mato grosso e suas famílias, não queremos mais esse governo atual , se eu fosse ele nem iria embora para bem longe mato grosso pede socorro , nós sociedade, funcionários públicos , amigos, colegas, parentes, galinha, cachorro, papagaio, pede e exige fora Taques

  • Antenor | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 13h03
    15
    7

    Ta se borrando de medo pq sabe que até um orangotango gannha dele.

  • Pacheco da Silveira | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 12h42
    8
    5

    Hoje sai pesquisa pra Governador em Cuiabá - Instituto Percent

  • Ex-eleitor do Taques | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 12h21
    16
    6

    Quem é Taques para respeitar ou deixar de respeitar??? Quem decide é o povo é o povo já decidiu Taques nunca mais...

  • Analista Politico | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 12h04
    18
    7

    Ele fez de tudo para ganhar de W.O, agora que a vaca foi para o brejo fala em democracia.

  • Cuiabano | Terça-Feira, 13 de Março de 2018, 11h55
    39
    17

    Taques nunca mais.....fora Pedro Taques caloteiro.. .paga as horas aulas dos professores da pm...queremos receber...nosso direito....

Loading...

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS