23 de Maio de 2019,

Artigos

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 15 de Maio de 2019, 12h:08 | Atualizado:

Alunos estudam em salões de igrejas improvisados em MT


TV Centro América

triangulo.jpg

 

Mais de 200 alunos estão estudando em salões improvisados de igrejas da comunidade Gleba Triângulo, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, desde outubro do ano passado, porque a obra da Escola Municipal Professora Jucileide Praxedes está inacabada. Algumas salas onde ficam os alunos são separadas com tampões de madeira.

Além dos próprios alunos, o prédio da escola recebia estudantes da Escola Estadual Cláudio Aparecido Paro. A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) informou que a reforma do prédio é de responsabilidade da prefeitura e que não existe possibilidade de transferência dos alunos para outro imóvel, pois não há alternativas de outros prédios na região, já que trata-se de uma localidade rural.

Já a Secretaria Municipal de Educação não informou quando as obras serão retomadas e concluídas. A obra, orçada em mais de R$ 1,2 milhão, deveria ter sido entregue em março deste ano, mas no local restam apenas paredes quebradas, escombros, restos de materiais de construção e água parada com larvas de mosquito.

A intenção era abrigar todos os alunos no salão de uma igreja católica durante o período de reforma, mas não há espaço suficiente. Por isso, alguns estudantes precisam caminhar cerca de 1 km para ir a outras igrejas e depois voltar para o lanche. “Ninguém toma providências diante dessa situação. Tem dias que passa vários caminhões na rua e as crianças precisam ficar andando para lá e para cá”, lamentou a dona de casa Andréia Rosa Gonçalves Pereira.

A coordenadora da escola, Eliana Lopes da Silva Soares, garantiu que a documentação da obra está em andamento. “A obra está parada, porém a documentação está em trâmite. É claro que não estamos confortáveis, mas é o que temos para o momento para que as aulas não sejam prejudicadas”, ressaltou.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS