07 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 00h:35 | Atualizado:

CAOS PANDÊMICO

Casos de Covid crescem de maneira assustadora no interior de MT

Matupá, Lucas e Querência lideram ranking negativo da pandemia


Da Redação

COVID-CORONAVIRUS-UTI.jpg

 

Dados compilados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), na segunda-feira (6), apontam que os casos de Covid-19 estão aumentando nos municípios do interior, o que preocupa as autoridades, em razão da estrutura hospitalar. O setor de estatística de SES fez um cálculo considerando o índice populacional e o número de casos a cada mil habitantes.

Esta conta aponta que o percentual de infectados pode ser muito maior em cidades menores, do que na região metropolitana. De acordo com este levantamento, Matupá aparece na liderança dos casos da doença. Com uma população de pouco mais de 16 mil habitantes, a cidade tem 254 casos.

Dividido pelo índice populacional, são 15,5 casos a cada mil habitantes. Na semana passada essa posição era ocupada por Nossa Senhora do Livramento, que também tem um índice considerável de registros confirmados da doença.

Considerando a mesma conta, Lucas do Rio Verde aparece em segundo lugar na lista. A cidade tem 65,5 mil habitantes e 965 ocorrências de coronavírus.

São 14,7 registros a cada mil habitantes. Segundo a secretaria, a doença tem avançado rapidamente no município.

No terceiro lugar da lista está Querência que, na semana passada também configurava entre as primeiras, em maior número de casos, considerando o índice populacional. O município possui 17,4 mil habitantes e 245 notificações de Covid-19. Isso gera um percentual de 14 infectados a cada mil habitantes.

Primavera do Leste parece na quarta colocação. No último levantamento, o município aparecia em terceiro lugar. Com 62 mil habitantes, a cidade tem 827 casos. Um percentual de 13,3 casos confirmados a casa mil habitantes.

Segundo os dados da SES, Nova Mutum também vem surpreendendo em número casos. O aumento foi considerável nas últimas semanas, de acordo com a estatística. A cidade tem 45,3 mil habitantes e, até o momento, já registrou 546 casos da doença, gerando um índice de 12 ocorrências a cada mil habitantes.

covid-cidades.jpg

 



Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • bruno | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 09h58
    1
    0

    ai vem para cuiaba querendo UTIs, porque não fazem o dever de um cidadão consciente e responsável. Devem mapear informações para saber onde concentra o maior numero assistido pelo SUS, ou seja, o MP deve aplicar sanções a esses prefeitos.

  • Janakitirana | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 09h58
    0
    0

    A bíblia sagrada profetiza que todos sofrem as consequências dos erros de seus dirigentes, e estes, tbem um dia pagarão por sua vez (Ez. 23:31). Exemplo: Todos os políticos que manipularam a Jabuticaba SUBSÍDIO/VI, a começar por FHC (EC 19/98), que instituiu o subsídio, LULA (EC 47/2005) que instituiu a VI, e DILMA, MICHEL TEMER, inclusive BOLSONARO, mas até agora ninguém regulamentou (os PL 3123/15 e 6726/16, perderam seu objeto, boicotados pelas inúmeras emendas corporativistas (sindicatos) e estão engavetados, apenas jogo de sena para a plateia e manter os benefícios da elite da companheirada, que os governos estaduais e federais, nada fazem para acabar com essa imoralidade (INCLUSIVE BOLSONARO, que assumiu ACABAR COM A VI e até agora nada (Políticas Públicas Assumidas por Bolsonaro, MODESTO CARVALHOSA, ESTADÃO, 23/11/2018); AECIO NEVES criou a VI PARLAMENTAR DA CÂMARA FEDERAL (Ato 62/2001) e MICHEL TEMER (Ato 43/2009) usurpando lei infraconstitucional regulamentadora obrigatória. Em MT, foram copiados cinicamente (Lei 8.112/2004 - ALMT (RIVA), Lei 10.296/15 (GUILHERME MALUF), GOVERNO (BLAIRO MAGGI (LC 169/2004, GTAF, etc,) e continua com os sucessores lenientes SILVAL, TAQUES, MM, e ALMT / TCE (que foram tbem copiados pelos Municípios e Câmaras de Vereadores, que o TJMT ora diz que é inconstitucional (MUNICÍPIO DE N. SRA. DE LIVRAMENTO), ora diz que o percentual é injusto (Câmara de VEREADORES DE CUIABÁ, TJMT e STF), carecendo pois de recurso de uniformização regimental (PLENO (RITJMT) (ATT MPE!!!!). todos foram vítimas (OU SERÃO) da terrível maldição bíblica (Zc 7:10) pois é UMA INJUSTIÇA CONTRA AS VIÚVAS, ÓRFÃOS, E FRACOS, AGORA AS VÍTIMAS DO COVID-19, estando provado que foi um expediente espúrio PARA AUMENTO INDIRETO DE SUBSÍDIO, SEM CONTRIBUIÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA, enquanto INATIVOS E PE NSIONISTRAS PAGAM E AGORA AUMENTADOS PARA 14% (PORQUE FHC, LULA E STF TAXARAM OS INATIVOS!!!) AGORA, COM A PANDEMIA, NÃO É HORA DE FAZER PROSELITISMO POLÍTICO COM DOAÇÃO INDIVIDUAL DA VI, QUE ATENTA CONTRA O PRINCÍPIO DO EQUILÍBRIO DEMOCRÁTICO ECONÔMICO ELEITORAL, MAS NOSSO MPE E ELEITORAL NADA VEEM!!!!! DEVERIAM SER EXTINTAS, NO MÍNIMO SUSPENSAS, TODAS AS VI COM TRANSFERÊNCIA TOTAL PARA DOTAÇÃO “COMBATE AO COVID-19”. ABRE O OLHO MP!!!

  • alexandre | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 08h22
    3
    0

    O povo não sossega o rabo em casa, corta a cerveja que os casos caem pela metade..

  • Luis Carlos | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 08h08
    3
    1

    Estranho o MPE assistir isso e não fazer nada.

  • Henrique | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 08h06
    3
    1

    Aí demonstra a incompetência dos gestores destas cidades, que até o momento não fizeraram nada, porém receberam dinheiro federal.

  • Teka Almeida | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 07h34
    4
    0

    O titulo da reportagem deveria ser diferente: Circulação e aglomeração da população faz com que Casos de Covid cresçam de maneira assustadora no interior de MT. O vírus não anda sozinho, quem anda é o infectado e com isso propaga mais ainda a infecção.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS