11 de Julho de 2020,

Cidades

A | A

Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 17h:31 | Atualizado:

2 MORTES

Cidade de MT decreta toque de recolher

altafloresta-prefeitura.jpg

 

O prefeito de Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá, Asiel Bezerra de Araújo, decretou toque de recolher após duas mortes por Covid-19 serem registradas na cidade. O decreto foi assinado nessa quinta-feira (28).

Conforme o documento, os moradores estão proibidos de transitar nas ruas de Alta Floresta a partir das 21h.

Ainda de acordo com o decreto, os estabelecimentos gastronômicos que realizarem atendimento delivery estão liberados para funcionar. Mesmo assim, os profissionais deverão portar documentos pessoais e apresentação de justificativa no caso de abordagem. Nestes casos, serve como forma de identificação a utilização de uniforme, estar portando a Carteira de Trabalho ou estar conduzindo veículo identificado como delivery.

O prefeito cita no decreto que a medida é necessária após o aumento no número de pessoas infectadas pela doença depois que houve a flexibilização das medidas de prevenção à Covid-19 na cidade.

Conforme boletim epidemiológico divulgado na tarde dessa quinta-feira, Alta Floresta tem 36 casos confirmados de Covid-19 e duas mortes registradas em decorrência da doença.

Os dois óbitos foram registrados na Cadeia Pública de Alta Floresta.

O primeiro foi no dia 20 de maio, quando Antônio Machado Jesus, de 76 anos, que sofria de doença pulmonar crônica e hipertensão há alguns anos e era acompanhado pela equipe médica da unidade prisional, morreu devido à Covid-19.

Nessa quinta-feira (28), um idoso de 79 anos que estava preso na Cadeia Pública de Alta Floresta, morreu após testar positivo para Covid-19.

Otávio Lindolfo da Silva, de 79 anos, apresentava sintomas parecidos com os da doença e passou por atendimento médico na própria unidade na última segunda-feira (25), quando o médico solicitou que ele passasse por avaliação no posto de saúde próximo da unidade.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS