18 de Agosto de 2019,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 15 de Maio de 2019, 20h:00 | Atualizado:

Comarcas de MT realizam ações contra abuso e exploração sexual infantojuvenil

Várias Comarcas do Estado, entre as quais Rondonópolis, Alto Araguaia, Sorriso, Sinop, Mirassol D’Oeste e São José dos Quatro Marcos, realizam, nesta semana, ações para marcar 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infantojuvenil.

As Comarcas organizaram diversas atividades, principalmente com a realização de palestras em colégios e outros espaços públicos, envolvendo crianças e adolescentes, profissionais liberais, especialmente das áreas da saúde e educação, e a sociedade de forma geral, para alertar sobre a prevenção contra a violência sexual.

Essa data, instituída em 2000, por meio da Lei 9.970, é em memória do “Caso Araceli”. Em 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sánchez Crespo, de oito anos de idade, foi raptada, drogada, estuprada, assassinada e o corpo carbonizado, em Vitória, no Espírito Santo. E, neste ano, apesar do crime completar 46 anos e ser considerado hediondo, o caso ainda é um mistério e permanece sem nenhuma solução.

No país, para auxiliar no combate e ajudar vítimas, o Governo Federal instalou o Disque Direitos Humanos, ou Disque 100, que atende denúncias anônimas de crianças e jovens que reclamem ameaças ou que estejam sofrendo qualquer tipo de abuso ou exploração sexual. Esse serviço foi criado para funcionar 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados.

E nas ações desenvolvidas nas Comarcas, além de fazer o alerta, os organizadores deixam claro a diferença entre os crimes de abuso e exploração. O abuso sexual contra crianças e adolescentes acontece nas mais variadas situações, costumeiramente praticado no seio familiar ou por pessoas com convivência próxima às vitimas, que em muitos casos são assassinadas.

Já a exploração sexual consiste em usar crianças e adolescentes como meio para faturar dinheiro, quando oferecem esses menores para satisfazer sexualmente pedófilos.

Programação - Na Comarca de Mirassol D’Oeste, 300 Km a oeste da Capital, as atividades iniciaram na terça-feira (14 de maio) e vão até sexta-feira (17) com palestras em escolas municipais e do Estado e panfletagem em bares, boates e lanchonetes. Além de Mirassol, as ações estão sendo também em Curvelândia.

Em Sorriso, no norte de Mato Grosso, distante 420 Km de Cuiabá, a campanha foi desenvolvida na semana passada (07 de maio) com palestras, no Lar São Francisco, para adolescentes e crianças sobre exploração e abuso sexual e educação e disciplina.

A Comarca de Sinop, a 500 Km a norte de Cuiabá, por meio da Vara da Infância e Juventude, participa, na sexta-feira (17), no período da tarde, de evento promovido pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras), da Secretaria Municipal da Assistência Social.

Na Comarca de Alto Araguaia, 415 Km a sul da Capital, estão sendo promovidas, desde a semana passada, palestras nas escolas e para famílias atendidas pelo Cras com a participação de profissionais da saúde e educação.

Em Rondonópolis, na região sul, 212 Km de Cuiabá, a Vara da Infância e Juventude iniciou na primeira de maio a realização de palestras e panfletagens em escolas e outros ambientes públicos para alertar a população sobre a campanha. Neste ano, a Comarca conta com a participação de empresas privadas e de entidades e órgãos que atuam no combate ao abuso e exploração sexual infanto-juvenil. No sábado (18), no período da manhã, haverá caminhada no centro da cidade como forma de conscientizar a comunidade.

Na Comarca de Tangará da Serra, 239 Km a médio-norte da Capital, ocorrerá palestra na Escola Fausto Masson na sexta-feira (17), e no sábado (18), na Praça da Matriz, Pit Stop, no período da manhã, com divulgação e conscientização sobre abuso e exploração sexual infantojuvenil. E nesta semana, no Centro Cultural de Tangará da Serra, a Vara da Infância e Juventude participou de uma peça teatral, organizada pelo Ministério Público Estadual, sobre o tema. O evento teve a participação de 400 pessoas, a maioria estudantes de colégios municipais e estaduais da cidade.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS