08 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Terça-Feira, 20 de Maio de 2014, 22h:36 | Atualizado:

Combate ao abuso e exploração sexual de menores será foco durante Mundial

Ênfase e enfrentamento são as prioridades da Prefeitura de Cuiabá, que lançou hoje (20) a campanha “Faça Bonito”, na Praça Alencastro, com foco no combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes. O evento foi realizado em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e os Conselhos Tutelares da Capital.

O objetivo do evento é intensificar o papel da Prefeitura de Cuiabá principalmente no período do Mundial, em que a circulação de turistas estrangeiros será muito maior do que ao longo do ano.

Para o secretário-adjunto municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, César Vidotto, “seria bom se o Dia Nacional do Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes não existisse, pois isso significaria que tal problema teria sido eliminado da nossa sociedade. Infelizmente esta realidade ainda permanece e é por isso que estamos aqui para combater de frente todo e qualquer tipo de abuso”.

O presidente do Conselho Estadual da Criança e Adolescente, Mauro César Souza, afirma que o papel fundamental é de todos neste enfrentamento, pois a responsabilidade extrapola o setor público. “Todos nós somos, de forma direta, responsáveis em denunciar toda violação de direito às crianças e adolescentes, sejam maus tratos, abandono de incapaz e abuso”, aponta.

Para que a campanha “Faça Bonito” proteja menores com êxito, César Vidotto aponta que as Delegacias de Proteção à Criança e Adolescente devem funcionar 24 horas durante a Copa, com estruturas ideais para um atendimento eficaz ao público. “Não sabemos dimensionar o tamanho do problema que enfrentaremos com a chegada do Mundial, mas estamos nos preparando para lutar contra todo tipo de abuso com intensidade ainda maior durante este período”, destaca.

Já o secretário-adjunto de Turismo, Jefferson Moreno, reforça a ideia de que “o turismo deve ser incentivado para todos que aqui estarão no próximo mês. Mas turismo sexual é crime e não iremos desviar o olhar deste problema. Todas as punições devidas serão feitas quando necessário”, complementa.

Além da intensificação das ações de enfrentamento, o lançamento da campanha também foi marcado por apresentações da Banda das Forças Armadas da Alemanha, das participantes do Projeto Siminina, das crianças da Legião da Boa Vontade (LBV) e do grupo de ballet do Projeto Flauta Mágica. Para a professora de ballet deste último grupo, “os projetos sociais são fortes aliados nessa luta e contribuem significativamente para a formação cidadã das crianças, que são ensinadas – por meio da música e de outras atividades– a respeito de assuntos ligados ao seu próprio bem-estar e integridade física e emocional”, conclui Mariana Prates.



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS