15 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 16h:45 | Atualizado:

FORÇA-TAREFA

Cuiabá combaterá furto de medicamentos da rede pública de saúde

Nesta quarta, prefeito Emanuel Pinheiro entregou aparelho moderno para cirurgias neurológicas

emanuelsaude.jpg

 

Dignificar e equalizar o sistema de Saúde da Capital, onde todas as unidades tenham a mesma estrutura física e de equipamentos, oferecendo um atendimento de qualidade e igualdade à população. Foi o que garantiu o prefeito Emanuel Pinheiro, na solenidade de entrega do microscópio cirúrgico, na manhã desta quarta-feira (31), no Hospital Municipal São Benedito. O aparelho possibilitará a realização de cirurgias neurológicas de alta complexidade minimamente invasivas.

“A saúde do povo cuiabano é prioridade, e por esta razão entregamos hoje, aqui, este aparelho microscópico de tecnologia de última geração, que proporcionará procedimentos cirúrgicos neurológicos menos invasivos, com segurança, conforto e tranquilidade para o paciente. Desde o início dessa gestão, mesmo diante de um cenário de crise que se instalou em nosso país nos últimos anos, venho buscando o que há de melhor no segmento da saúde, trabalhando por uma equalização, para que nossa população receba um tratamento igualitário e de qualidade, proporcionando uma vida mais digna a todos, tonando a saúde da capital referencia para o restante do Brasil,” avaliou Emanuel Pinheiro.

A aquisição do aparelho coloca a Saúde do município entre as poucas cidades que possuem um equipamento com um grande alcance tecnológico avançado para cirurgias neurológicas, sendo um marco entre as melhorias no atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

“O prefeito vem em um extenso trabalho de humanização na saúde, criando uma força-tarefa nas ações e buscando, com toda equipe, o que existe de mais moderno para atender a população da Capital. Para chegarmos neste momento, já estamos na luta desde ano passado, onde tínhamos que emprestar um aparelho como este, para que nossos pacientes pudessem passar pelos procedimentos. Então, é com imensa alegria e satisfação que entregamos o equipamento hoje. Ele vai permitir melhorias nos procedimentos cirúrgicos, atendendo os pacientes com mais qualidade em casos graves de neurocirurgias, em igual com os outros atendimentos, que víamos na rede privada e não tínhamos o alcance de proporcionar aos pacientes na nossa rede de saúde,” destacou a secretária de Saúde, Elizeth de Araújo.

Para a engenheira química Elenice Campos, servidora da rede pública da Saúde há sete anos, a gestão atual vem trabalhando de maneira positiva e com determinação para que as melhorias aconteçam e Cuiabá  seja transformada, sendo uma Capital conhecida entre as melhores em saúde pública. “Ocorreram muitos avanços. Hoje já podemos dizer que contamos com uma rede de saúde mais digna, com atendimentos de qualidade. Isso tudo está otimizando o processo. Agora somos o primeiro hospital de Cuiabá a possuir este equipamento cirúrgico, agilizando as cirurgias e reduzindo a fila de espera. Isso é investimento na nossa saúde,” disse a servidora.

Na ocasião, o chefe do Executivo também anunciou que a próxima medida na área da Saúde é uma força-tarefa com foco na compra de medicamentos. Emanuel Pinheiro explicou que logo nos próximos dias, deve iniciar um processo de acompanhamento no sistema de distribuição e controle dos medicamentos da rede pública de Saúde.

“Neste momento, uma das minhas maiores preocupações é quanto aos medicamentos da rede de saúde de Cuiabá. A gestão investe, compra, faz o que pode e o que não pode, e falta medicamento, recebemos denuncias sobre isso diariamente. E isso não é da gestão Emanuel, não. É um problema que se instalou há anos. Eu não aceito isso. Não medirei esforços para solucionar este gargalo. Trabalharei arduamente junto com toda equipe para identificarmos onde está este mal e vamos exterminá-lo, sem dúvida nenhuma. Vamos garantir o acesso aos medicamentos para toda nossa população,” garantiu Pinheiro.

Um ano de gestão Emanuel na Saúde

Seguindo a proposta de transformação do sistema de Saúde da Capital, o prefeito Emanuel Pinheiro, em seu primeiro ano de gestão, retomou 57 obras. Deu andamento às obras do novo Pronto Socorro e das Unidades de Atendimento 24 horas (UPA) Leste e  Oeste. Também concluiu a reforma do prédio da Vigilância Sanitária e iniciou as obras de reforma e ampliação em 19 Unidades Básicas de Saúde (UBS), já entregando a unidade do Programa de Saúde da Família (PFS) São João Del Rey e Novo Millennium, totalmente equipada à população. A policlínica do Coxipó e a reforma do telhado do quarto andar do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC) também foram realizadas.

As melhorias também foram executadas no processo de reestruturação das unidades, com a aquisição de 100 novas poltronas para coleta de sangue entregues e 250 aparelhos de ar condicionados. O investimento contemplou as 91 Unidades Básicas de Saúde de Cuiabá - 100% da Atenção Primária atendida.

Ao longo deste ano, a SMS também adquiriu 03 aparelhos de ultrassonografia, 60 câmaras frias de última geração para o armazenamento de vacinas, 47 inaladores, 20 eletrocardiogramas, 70 armários vitrines para medicamentos, 34 bebedouros, 100 arquivos, 200 escadas, 15 mesas ginecológicas e uma série de outros itens que compõem a mobília das unidades de saúde.

Até março de 2018, estão no projeto a construção de um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (Caps AD III) que funcionará 24 horas por dia, e duas Unidades de Acolhimento. Em relação às UBS, foram lançadas as obras de seis Unidades Básicas de Saúde (UBS) de porte II e III, que comportam mais equipes do Programa Saúde da Família. E outras 10 também serão lançadas até março. No total, 16 serão construídas. Além destas, outras 14 serão reformadas e 11 ampliadas.  

Além de todas estas melhorias, as obras do novo Pronto-Socorro estão 80% conclusas, na parte física, e o processo licitatório da compra dos equipamentos já está em andamento. Serão adquiridos mais de 12 mil itens, com valor aproximado de R$ 40 milhões. A modalidade consiste em uma terceirização de alguns serviços, cujo processo será conduzido sob orientação do Ministério Público. Além de econômico, o modelo de gestão tira do município a responsabilidade de arcar com os altos custos de manutenção dos equipamentos em funcionamento no hospital. A metodologia possui grande viabilidade, à medida que aprimora o atendimento final ao paciente.



Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 22h01
    1
    0

    Kkkkk melhor piada do ano!! Tem que ir para o fantástico!!! Há tem!!! A palavra convence; exemplo arrasta!

  • Mauro vicente | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h41
    3
    2

    Eu acho que estão seguindo o exemplo do chefe maior deles metendo medicamentos nos bolsos

  • JOSE DIRCEU | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 17h47
    6
    3

    COMPLICADO A RAPOSA CUIDANDO DAS GALINHAS...

  • pedro luis | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 17h01
    7
    6

    Pergunto que é que vai combater o fruto do prefeito, que foi flagrado enchendo os bolsos de dinheiro?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS