04 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 18h:53 | Atualizado:

EMENDA

Cuiabá deve ganhar banheiros públicos

Banheiro P�blico (SP).jpg

 

O vereador de Cuiabá, Dilemário Alencar (PROS), utilizou nesta terça-feira (6/2) a tribuna da Câmara da Capital para apresentar a emenda impositiva da sua autoria, no valor de R$ 175 mil, para a aquisição e instalação de banheiros públicos nas principais praças da cidade pelo Executivo.

O parlamentar afirma que em suas andanças pela cidade para fiscalizar a gestão municipal, ele recolheu a reivindicação da população. O vereador enumera que o recurso consta na rubrica Reserva de Contingência do Orçamento de 2018 da Prefeitura de Cuiabá. A emenda foi apresentada em dezembro de 2017.

“Esse serviço é essencial para a população. É uma reivindicação das pessoas a instalação de banheiros públicos gratuitos, por exemplo, na Praça Ipiranga e na Praça Alencastro, reformada recentemente, onde o prefeito gastou 1 milhão de reais”, afirma Dilemário. O valor utilizado na praça ao lado da Prefeitura causou polêmica. A reforma foi entregue em setembro à população e inclui um terminal de ônibus climatizado.

O vereador defende que o banheiro público seja semelhante ao que foi instalado em 2017 pela gestão do prefeito de São Paulo, João Doria. Em aço inox, o que evita depredações, com equipamentos para uso masculino, feminino e portadores de necessidades, com bacia, pia e espelho.

O parlamentar atua para fiscalizar a correta aplicação do dinheiro público. Ele esteve em São Paulo em dezembro para verificar a solução e, na ocasião, postou nas redes sociais vídeo sobre o caso. “No centro de Cuiabá circulam pessoas com incontinência urinária. E mesmos aquelas saudáveis, ingerem muito líquido devido ao calor de Cuiabá, e precisam do banheiro”, chama a atenção.

Para saber mais

Cada um dos 25 vereadores de Cuiabá pode propor emendas no limite de 1% da Receita Corrente Líquida do município do ano anterior (valor calculado após dedução de impostos e outras receitas, descontadas as contribuições previdenciárias, PIS, Pasep). Por lei, metade desse recurso deve ser obrigatoriamente aplicado em ações e serviços de saúde, que se encaixa no critério do banheiro público requerido pelo vereador Dilemário.

 



Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Maristela Almeida | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 09h04
    1
    1

    Jaó kkkkkkkkk kkkkkk

  • Erika | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 06h51
    5
    1

    Concordo com quem diz que deveria ser construído e administrado. Para esses aí resta a pergunta: quem vai limpar??????

  • João Reis | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 03h13
    3
    2

    Parabéns ao nobre vereador Dilemário, sempre com boas idéias para Cuiabá, tal como o temporizador em sinais dotados de câmera entre outros. Ocorre que precisa educar a população para que preserve as instalações, os pichadores para que não pichem a faxada, para que deem descarga e para que não mijem na borda do vaso. Se houvesse educação e conscientização de que o patrimônio público a todos pertence, não precisaria de zelador nem vigilância. .

  • Renato Viana | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 01h03
    0
    2

    Muito boa essa defesa do vereador Dilemário para que em Cuiabá tenha banheiros públicos no modelo dos existentes na cidade de São Paulo. Lá o prefeito João Dória colocou banheiros de aço inox, o que evita a depredação. Os banheiros são de uso gratuito e contém compartimentos refrigerados de uso masculino e feminino, dotados de sanitário, bacia, pia e espelho, com acesso a pessoas com deficiência. Em São Paulo, cada banheiro tem um zelador.

  • Ter bela vista | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 00h39
    5
    2

    E o nobre vereador pode dizer quem vai custear a manutenção desses banheiros???

  • Jaó do Tijucal | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 00h18
    2
    3

    Puts, eu precisava desses banheiro. Não tem como ver o site do xvideos nas praças ou pontos de ônibus. Fica todo mundo pensando que a gente é tarado. Um banheiro desses só vem a ajudar a todos. Parabéns pela iniciativa e coloca nos bairros tb né?!

  • Cidadão | Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 21h10
    11
    2

    Banheiro público e gratuito não funciona. Primeiro porque não oferece qualidade, segundo porque há risco de depredação. O correto seria banheiros construídos e administrados pelo setor privado que cobraria uma taxa, mas ofereceria um serviço de qualidade à população.

  • Eloina | Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 19h55
    6
    1

    Cuiabá realmente precisa de banheiro público, pois quem anda no centro da cidade não encontra nenhum banheiro a não ser em lanchonetes e lojas.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS