16 de Dezembro de 2019,

Artigos

Cidades

A | A

Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019, 16h:00 | Atualizado:

Deputado reivindica melhorias para o município de Jauru

O deputado estadual Dr. Gimenez (PV) tem trabalho para conseguir melhorias para o município de Jauru (409 km da capital). Completando 40 anos de emancipação política e administrativa nesta sexta-feira (20), a cidade possui inúmeras demandas importantes, principalmente nas áreas de infraestrutura, segurança e saúde.

Conforme o parlamentar, foram feitas sete indicações ao governo do estado, em nome da Assembleia Legislativa, solicitando, por exemplo, o fornecimento de materiais e combustível para a execução de serviços de manutenção para a rodoviária, a aquisição de uma ambulância e um micro-ônibus para o transporte de pacientes em hemodiálise. 

“Esta é uma região carente de tudo e que nunca teve grande representatividade política, por isso ficou muitos anos sem receber atenção do governo. Mas isso é muito ruim, porque fica num local estratégico na fronteira com a Bolívia, onde inúmeras quadrilhas atuam”, afirma Dr. Gimenez.

Na segurança, há necessidade de mais viaturas oficiais para as polícias civil, militar e para o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), a fim de fortalecer a segurança na faixa de fronteira, onde são cometidos inúmeros crimes fronteiriços, como roubos, furtos e tráfico, que exigem atuação rápida e ostensiva.

Já para a infraestrutura, a rodovia MT-248 precisa de operação tapa-buracos emergencial, pois no trecho entre Araputanga e Jauru já aconteceram inúmeros acidentes com vítimas. O mesmo é demandado para a MT-352, entre Jauru e Vale de São Domingos, outro motivo de preocupação devido o risco de morte o qual enfrenta a população. 

O deputado participará da comemoração ao aniversário do município nesta sexta-feira, a convite do prefeito Pedro Ferreira, que organizou a 25ª Feira da Amizade. A festa ocorrerá entre sexta e domingo (20 e 22.09), com várias atrações culturais. “Não sou mato-grossense, mas tenho profundo respeito pelo povo desta terra e sei da importância da cidade para o estado, inclusive do ponto de vista histórico e cultural”, acrescenta Dr. Gimenez. 

História - O município de Jauru teve sua origem de Cáceres, que foi desmembrado de Cuiabá, sob a denominação de Villa de São Luiz do Paraguay, passando depois a Vila Maria e posteriormente São Luiz de Cáceres e Cáceres. O relevo da área é caracterizado pela depressão do rio Paraguai, na calha do rio Jauru, com 30% de sua área acidentada. 

No passado, o território foi habitado por vários povos indígenas, dentre eles, Nambikwara, Parecis, Bororo. Ainda hoje a população local encontra nos terrenos preparados para o plantio objetos que identificam a presença indígena, como cacos de cerâmica e machados de pedra. Os primeiros homens brancos a passar pela região datam do século 16 (ano de 1.500), foram os espanhóis em incursões por terras demarcadas pelo Tratado de Tordesilhas.

Vários grupos ou expedições, como a do Paulista Manoel de Campos Bicudo, mantiveram contatos com índios da área. Nos tempos da Capitania de Mato Grosso, o rio Jauru teve intensa movimentação, pois servia como via de transporte para a antiga capital - Villa Bella da Santíssima Trindade. 

Apenas partir de 1946 passou a ser realmente povoada. Sob a influência do movimento de colonização, foram vendidos a preços baixos grandes lotes de terra. Foi a Companhia Comercial de Terras Sul Brasil de Marília (SP) que adquiriu as primeiras glebas de terra na região. Em 1953, as terras começaram a ser ocupadas principalmente por famílias de São Paulo, Paraná e Minas Gerais e com elas surgiram as primeiras lavouras de café, arroz, milho e feijão. 

Parte dessas glebas formou a área urbana do atual município de Jauru. A origem do nome deriva da língua Tupi, que significa "Peixe Grande". Inicialmente o município recebeu o nome de "Gleba Paulista", que mais tarde, em função da religiosidade do povo, passou a chamar "Cidade de Deus". Pela força do nome do rio Jauru, acabou prevalecendo. 

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS