04 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018, 14h:29 | Atualizado:

CONTÊINER

Escolas iniciam ano com estruturas provisórias em MT


TVCA

sala-2.jpg

 

Aproximadamente 400 das 763 escolas estaduais de Mato Grosso precisam passar por reforma na estrutura para das início às aulas, no dia 15 de fevereiro. De acordo com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), cinco escolas de Cuiabá estão em estado crítico e devem receber salas modulares.

O diretor da Escola Estadual Nilton Alfredo Aguiar, João Abilio Teixeira, explicou que o telhado do colérgio está comprometido, além das salas de aulas não estarem bem conservadas.

"A estrutura do telhado está toda comprometida, não está mais prestando", disse.

O governo informou que 21 salas modulares seriam instaladas no local, no entanto, ainda não existe previsão de quando isso irá acontecer.

"Se as salas modulares não chegarem a tempo, teremos que utilizar as outras que temos", disse o diretor.

Os alunos da Escola Estadual Barão de Melgaço, que fica no Bairro Dom Aquino, em Cuiabá, terminaram o ano letivo de 2017 em outro colégio devido à precariedade da estrutura do local.

O presidente do Sindicado dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep), Henrique Lopes, afirmou que dossiês estão sendo realizado para mostrar as condições do colégio ao governo.

"Isso já de conhecimento do governo e também do Ministério Público Estadual. Estamos cobrando a todo momento alguma posição", contou.

De acordo com o secretário estadual de Educação, Marco Marrafon, cerca de 18 escolas já foram reformadas e 150 escolas foram pintadas e devem receber salas modulares.

"As escolas mais criticas devem receber salas modulares, além das escolas terem recebido novas pinturas e reformar", afirmou.

 

 

Galeria de Fotos

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS