11 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h:25 | Atualizado:

FIM DA NOVELA

Estado licita obra do Rodoanel dia 8 de abril; obra custará R$ 540 milhões

Obra é considerada estratégica para desafogar trânsito em Cuiabá e VG

marceloduarte-dnit.jpg

 

O secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Marcelo Duarte, confirmou, nesta quinta-feira (01.02), que a licitação da obra de duplicação do Contorno Norte de Cuiabá e Várzea Grande (Rodoanel) será lançada no dia do aniversário da capital, em 8 abril. O rodoanel receberá R$ 540 milhões em recursos, a fundo perdido, por meio de convênio entre o Estado de Mato Grosso e o governo federal.

A obra, que será autorizada pelo governador Pedro Taques, vai desafogar o trânsito e mudar o rumo do desenvolvimento da região metropolitana. “Apresentamos um novo projeto moderno para a obra do Rodoanel por determinação do governador. Abandonamos o antigo projeto, feito na gestão anterior, que já nasceria defasado. Adotamos uma nova concepção pensando no presente e no futuro de Mato Grosso. Estivemos ontem em Brasília e o Governo do Estado recebeu uma posição favorável do Dnit em relação a nossa proposta de construir todo o Rodoanel em concreto. Hoje esta é a mais moderna técnica de engenharia, e certamente vai atender a crescente demanda de tráfego de veículos pesados, utilizados para escoar a produção do agronegócio”, disse o secretário.

O rodoanel terá 52 km, totalmente duplicado, em concreto, que tem durabilidade de 30 anos, em substituição ao asfalto tipo CBUQ de apenas 10 anos. A obra vai ligar a região do Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, até o Distrito Industrial de Cuiabá, passando pela rodovia MT-010 (Estrada da Guia), rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), até chegar na BR-364.

Ao longo deste trajeto, serão construídas 15 obras de artes, sendo duas pontes e 13 viadutos. “Voltamos de Brasília com 99% desta questão do Rodoanel resolvida. O governador tem me cobrado muito a solução deste problema, pois temos mais de R$ 100 milhões em conta que não puderam ser usados, infelizmente, por erros da gestão passada. Nós formos obrigados a cancelar a licitação e o projeto, e, assim, conseguimos segurar o dinheiro”, declarou o secretário em entrevista a Rádio Jovem Pan Cuiabá. Participaram da reunião com o superintendente do Dnit, Luiz Antônio Garcia, o secretário de Desenvolvimento, Carlos Avalone, o Adjunto de Obras da Sinfra, Marcos Catalano, e técnicos das instituições. 

Marcelo Duarte também adiantou que pretende lançar a licitação no modelo do Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que é apontado como mais ágil em relação à tradicional licitação para a contratação da empresa, e assegura com mais celeridade o início da obra. No RDC, a empresa vencedora deverá executar a obra e apresentar o projeto executivo com base nos parâmetros definidos pelo governo. A expectativa é concluir todo o processo licitatório e iniciar a obra até o final de 2018.

Em 2013, parte do trecho em Várzea Grande chegou a ser licitado pelo Estado. No entanto, devido a irregularidades, o Dnit determinou o bloqueio dos recursos depositados na conta do convênio e o posterior cancelamento da licitação. Em 2015, o Tribunal de Contas da União (TCU) identificou irregularidades processuais e sobrepreço, vindo a determinar, assim como o Dnit, a suspensão da licitação. O Rodoanel encontra-se dentro do pacote de quase 70 obras rodoviárias do Pró-Estradas Vale do Rio Cuiabá. Trata-se de uma das prioridades do Governo do Estado.

 

Galeria de Fotos



Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Marcos | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 08h25
    1
    0

    Quem acredita nisso? Bando de mentirosos. Só pra ganhar votos dos desavisados e desorientados e, assim se reeleger neste ano. Sai daí anão de jardim..!!

  • joão severino | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 21h30
    3
    4

    R$ 540 MILHÕES PARA RODOANEL??????????? A politica chegando e vem com conversa de rodoanel! Hospitais, A SAÚDE PRECISANDO! E TEM PESSOAS QUE ACEITAM NISSO. . Acorda Ministério Publico Federal . ÉPOCA DE COPA MESMA LADAINHA. VAMOS BARRA ISSO. TREVO DO LAGARTO obs: A obra vai ligar a região do Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, até o Distrito Industrial de Cuiabá, passando pela rodovia MT-010 (Estrada da Guia), rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), até chegar na BR-364, ! QUEM DISSE QUE PRECISA. KKKKKKKKKKKKKKK E PRA DAR RISADA MESMO

  • Lirios | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 19h54
    5
    3

    ACORDA MPF ??? PORQUE NÃO ESTÁ SENDO LICITADA PELO DNIT ??? ACORDA MPE ???? SÓ TRAMBICAGEM !!!

  • João edvaldo | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 19h39
    6
    4

    Dinovo Uma vergonha Estão achando o dinheiro que esconderam

  • João José de Rosário | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 19h04
    12
    7

    Não tem dinheiro pra pagar salários... hospitais fechados, farmácia do governo sem remédios e vai lançar obra ??? TUDO MENTIRA ! SÓ PRA TER AGENDA POSITIVA.... SE NÃO FEZ EM 3 ANOS VAI FAZER EM 10 MESES.... #TAQUESNUNCAMAIS

  • Teka Almeida | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 18h41
    16
    4

    Deixem o WS bem longe dessa empreitada.

  • Manoel | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 18h32
    10
    5

    Só espero que não coloquem quebra-molas igual a avenida das torres e nem cotrole de velocidade pra arrecadar dinheiro, ou a tal agilidade vira perda de tempo....

  • Zemane | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 18h28
    14
    3

    Campanha chegando !!!!! - Não deu tempo de PANHAR o suficiente na BANDALHEIRA da SEDUC e agora sai uma licitação destas,em cima de uma obra que já era para estar PRONTA !!!!! Mas graças ao W$ virou a BANDALHEIRA que virou !!!!!! - Estado de TRANSFORMACAO !! - Com o agro pulando fora da canoa do TIRANO metido a Napoleão ,vai ter que buscar recursos de outras FONTES, o próprio ERARIO !!! ESCABROSO tudo isto !!!

  • Analista Político | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h52
    11
    0

    Na década que ficar pronto, ficará bom!

  • silva | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h34
    11
    4

    pede para o dep. ws devolver o que ele embolsou, ta mais não vai ser esse incopetente do governo que vai comessar e terminar essa obra, porquê vai ser derrotado nas urnas.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS