06 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 19h:20 | Atualizado:

SEGURANÇA PÚBLICA

Estado prepara concurso para policiais e bombeiros

concursp.jpg

 

A necessidade de concurso público para Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros foi apresentada, durante reunião com membros do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (Condes), pelo secretário de Segurança Pública, Gustavo Garcia. O gestor da pasta destacou que atualmente o sistema de Segurança Pública conta com cerca de 15 mil profissionais, distribuídos nas 141 cidades do Estado. Destes, 3.663 foram efetivados na atual administração.

No encontro, realizado na manhã desta quinta-feira (25), buscou-se obter a manifestação favorável da equipe econômica que compõe o Condes para que, em seguida, o certame seja submetido à autorização do governador, possibilitando o início do processo de contratação da instituição que será responsável pela publicação do edital e demais etapas da realização do concurso público. 

Como parte do cronograma, reuniões serão agendas com equipe econômica, representantes sindicais para, logo em seguida, estabelecer um cronograma do concurso, bem como a demanda de vagas ofertadas.

A reunião contou com a presença do secretário-chefe da Casa Civil, Max Russi, secretário de Fazenda, Rogério Galo, secretário de Gestão, Júlio Modesto, procuradora-geral, Gabriela Novis Neves Pereira Lima, entre outros.



Postar um novo comentário

Comentários (24)

  • Dr Davi | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 18h59
    4
    0

    O governador entrou vislumbrado no governo e foi logo criando despesas sem a respectiva fonte de custeio, como quase 4 mil vagas para a Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar. Aumentou os comissionados de 5 para 15 mil, aumentou as DGA S (indenizações pagas aos ocupantes de cargos de confiança). Mas manteve as renúncias fiscais imorais de alguns setores, que durante a campanha havia criticado. Resumindo Silval com um orçamento de 12 bilhões, desvios, ect, fez mais do que o atual governador com 20 bilhões anuais. Agora faz outro grande concurso para a Segurança Pública e deixa uma bomba nas mãos do próximo governador.

  • Cleonice Medeiros | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 14h34
    12
    4

    O plano é o seguinte: realizar um concurso para não chamar ninguem esse ano. Os milhares de aprovados, sabem que serão chamados um dia e deverão votar nesse cidadão ai, captando votos desses aprovados e dos familiares do mesmo, por todo o estado, em uma tentativa desesperada de se eleger para continuar provocando o caos na sociedade matogrossense. Como comerciante que sou, acho isso inadmissível.

  • Nino | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 12h47
    5
    1

    Endoidou, o meu governador!

  • Patrícia | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 12h10
    17
    2

    O Tony do interior, primeiro vá se informar pra poder emitir sua opinião, você é muito ignorante, quem fez essa pesquisa de 40% dos policiais estão no corpo administrativo, outra questão quem te afirmou que o contracheque dos policiais estão gordos? Policiais não tem feriado, não tem sábado, domingo, e o principal de tudo arriscam suas vidas por uma sociedade hipócrita que não reconhece o bom serviço prestado, hipocresia reforçada por esse comentário infeliz e totalmente fora da realidade, no mínimo você deve ser um frustrado que não conseguiu evoluir na vida.

  • The Contender | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 11h43
    1
    0

    Se ele tivesse de chapéu seria igual ao kung lao.

  • Jorge | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 10h31
    2
    1

    Quem vc é na ordem sgt pincel, importante e salário em dia, seu puxa saco

  • andre | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 10h22
    6
    0

    Alô SINDICATO, acordem, o Estado não esta com dificuldades financeiras? Próximo mês o salário será atrasado, e esse sujeito fazendo concurso público?

  • Zé urubu | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 09h51
    5
    0

    Pedrita pirou de vez

  • Tony do interior | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 09h43
    9
    11

    O que adianta fazer concurso publico ? Atualmente 40% do corpo policial quer seja MILITARES quer seja CIVIL, estão trabalhando em setores administrativos, este contingente de policiais estão fora da rua, muitos em desvio de função. A sociedade paga caro para que as corporações policiais trabalharem na segurança publica, onde outras categorias profissionais não podem trabalhar, sendo assim os policiais não poderiam desenvolver atividades fora de sua área de atuação. Por exemplo eles trabalham em controle de veículos, planejamento, licitação enfim uma infinidade de trabalhos de suporte a segurança que não diz respeito ao negocio principal que é segurança publica. Já pensou o estado pagar a um ten.coronel, major para cuidar de carros... planejamento? o CONTRA CHEQUE DESTA CATEGORIA É GORDO. É necessário mudar a LEI que permite isto. E colocar os policiais para trabalhar especificamente na Segurança Publica, porque a bandidagem cresce exponencialmente, enquanto a bandidagem aumenta os policiais recolhem. Deixo meu desabafo.

  • Anna Arantes | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 09h32
    7
    22

    TAQUES RUMO A VITÓRIA 2018 ESTAMOS COM VOCE.

  • PR | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 09h31
    7
    3

    2015 efetivaram 5500 policiais ......esse ato imprudente em face do equilíbrio fiscal, resolveu os problemas da segurança? pergunte isso para sociedade e principalmente ao cidadão pagador de impostos, Srº Governador! Na verdade há que se ter ações coordenadas (programas) combinando recursos , financeiros humanos, tecnológicos afim de tentar resolver,,,minimizar melhorara a função segurança....e mais;em final de governo há de se calcular o impacto orçamentário dessa medida... para execícios futuros .. assim determina a LRF

  • antonio silva | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 08h36
    7
    3

    poderia jogar uma bomba nessa mesa ai!! bando de puxa saco que quer poder pra ter força política. todos, até os que são efetivos querem é mais poder, coloca o baixinho barrigudo boca torta ai também, joga alcool e risca fosforo. não vai fazer falta pra ninguem

  • andre | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 08h05
    6
    11

    Aí é bobó mesmo hein, aff. Ele vai contratar mais de seus sequestradores, rsk. Pois o funcionalismo público sequestrou o governo e se apropria de TODO o icms arrecadado. Enfim, mais sarna pra se coçar rs, ou pra dar coceira no próximo governador. rsk

  • SARGENTO PINCEL | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 04h52
    15
    2

    !!!!!!!?????? A Reforma da PREVIDENCIA nem saiu ainda + a PMMT ja perdeu + de 1200 PMs e já pra este ano 2018 estima-se que PERDE + de 1800 PMs DESFALQUE DE QUASE 3.000 mil servidores> kkkkk rsrsrsr AINDA + que tem uma tal de função POLICIA JUDICIARIA MILITAR kkkk rsrsrs TAL DO PROCEDIMENTO que toma o tempo todo do PM isso eles vão embora a TOQUE DE CAIXA kkkk kkkrsrsrsrsr SÓ A (((CORREGEDORIA PMMT))) que não viu isso ainda ((((ACORDA CORONÉIS))))

  • edy marcos | Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 00h05
    10
    5

    De fato vivemos um século de maravilhas, onde tudo ou quase tudo funciona ao apertar de um botão, trabalho que outrora era realizado por milhares só precisa de dois para apertar um botão e tudo funcionar. Estamos na 4ª onda o da tecnologia da informação, das super velocidades. . esse novo conhecimento acelera as coisa, nos impele para serviços que precisa de menos capital e força de seres humanos. Ela também substituí os gasto a demora e as falhas humanas quando bem treinado para opera-las. Educação e tecnologia é que os homens das grandes potencias usam para tornar seu estado, país forte, competitivo, viável e menos miséria. Essa politica de trabalho também dá voto...Os trogloditas do comando pensa que estamos nos tempos das cavernas, caçando de tacape...moderniza homem de Deus....

  • Emílio | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 22h02
    26
    4

    Que povo incompetente

  • Hélio | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 21h56
    47
    5

    Cara, paga nem o salário atrasado dos servidores. E quer mais divida

  • Rute | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 21h26
    46
    10

    Agora o governador consegue arruinar as contas do Estado. Depois é fácil, só colocar a culpa no Silval.

  • Dr Davi | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 21h20
    50
    5

    O governador entrou vislumbrado no governo e foi logo criando despesas sem a respectiva fonte de custeio, como quase 4 mil vagas para a Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar. Aumentou os comissionados de 5 para 15 mil, aumentou as DGA S (indenizações pagas aos ocupantes de cargos de confiança). Mas manteve as renúncias fiscais imorais de alguns setores, que durante a campanha havia criticado. Resumindo Silval com um orçamento de 12 bilhões, desvios, ect, fez mais do que o atual governador com 20 bilhões anuais. Agora faz outro grande concurso para a Segurança Pública e deixa uma bomba nas mãos do próximo governador.

  • Dona Nazarena | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 21h20
    49
    7

    Minha nossa senhora, ele faz isso sem pensar? Tá com o pagamento dos pobres dos servidores dele tudo atrasado e ainda faz uma patifaria dessa para aparecer em programa eleitoral prometendo mais gente na segurança?! Ah, isso é inaceitável.

  • José Pires filho | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 21h10
    26
    1

    Estou de olho

  • Eder | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 20h23
    58
    5

    Fico só observando não está dando conta nem de pagar quem está na ativa imagina abrir mais vagas!!

  • Trabalhador | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 20h17
    56
    8

    O que? Mais gastos? O pagamento de dezembro que sera pago em janeiro esta escalonado a perder de vista (olhem os holerites)...e ainda quer inchar mais e mais a folha? Ah, isso é nos chamar de otarios...o Sr governador que desculpe me mas ja chega...deu....deixe outra pessoa tomar as redeas do MT enquanto há tempo

  • vando | Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 20h16
    49
    5

    pagar com que dinheiro.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS