17 de Novembro de 2019,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 07h:35 | Atualizado:

Fotos de alunos em aula de reforço motivam pais a participar das atividades escolares

Professores da Escola Estadual Márcio Schabatt Souza, localizada no município de Lucas do Rio Verde (354 quilômetros ao norte de Cuiabá) conseguiram motivar os alunos a participarem do reforço escolar. Foi com a fotografia que as professoras da unidocência (turmas com um só professor) conseguiram resgatar as memórias da família e trazer os pais até a escola para incentivar os alunos.

Segundo a professora Maely Pinheiro, as fotos começaram a ser tiradas na sala de aula e enviadas para os pais para mostrar o quanto é importante incentivar os filhos a estudar. “A proposta deu tão certo que em pouco tempo todos da escola fizeram as fotos resgatando as memórias de suas infâncias e a vida escolar e compartilhando em redes sociais”, comemora.

No reforço escolar, as professoras trabalham com os alunos que não conseguiram desenvolver as habilidades básicas de alfabetização com atividades de leitura, escrita, produção textual, interpretação e as operações básicas matemáticas. Pais alunos e professores se dedicam nas atividades do reforço e a fotografia tradicional tirada na infância por muitos pais, agora faz parte do contexto educativo e das memórias das crianças.

A professora Layane Murai, também participante do projeto assinala que, com o incentivo dos pais, as crianças passaram a fazer o reforço todos os dias quando convocados pela professora, diminuindo as ausências e aumentando o nível de desenvolvimento dessas crianças.

“O objetivo do projeto é buscar a participação da família nas atividades escolares, seja na realização de tarefas de casa ou do reforço escolar. O resgate da memória pela fotografia foi um uma das atividades para engajamento da família no projeto de intervenção pedagógica”, explica.

Conforme a coordenadora pedagógica Gisleide Sena, na formação, os professores analisam as dificuldades de aprendizagem dos alunos, através da avaliação diagnóstica e elaboram os planos de intervenções de acordo com as necessidades educativas de cada aluno. O encerramento do projeto de intervenção acontecerá no final do ano letivo.

As atividades relacionadas a intervenção pedagógica contemplam esses alunos através da formação continuada que é trabalhada com os profissionais da educação.

A escola conta com mais de 1.200 alunos matriculados, atendendo o ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos (EJA).

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS