11 de Dezembro de 2019,

Cidades

A | A

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 11h:40 | Atualizado:

Funcionários dos Correios entram em greve em Sorriso


G1-MT

Os funcionários dos Correios de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, entraram em greve a partir desta terça-feira (19) na cidade. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores dos Correiros de Mato Grosso (Sintect-MT), os trabalhadores estão sem atendimento pelo plano de saúde desde o começo de outubro.

O G1 entrou em contato com a assessoria dos Correios de Mato Grosso, que informou que ainda vai se posicionar sobre o assunto.

Os trabalhadores aprovaram a greve em assembleia por conta da suspensão no atendimento do convênio médico do Hospital 13 de Maio, que seria o único credenciado com a empresa na cidade e região.

Sem atendimento, alguns trabalhadores e famílias dependentes tiveram tratamentos médicos afetados.

“Os funcionários pagam caro por uma mensalidade médica altíssima entre R$ 500 a R$ 600, recebendo R$ 1,7 mil de salário. Quem precisa de tratamento para família tem que se deslocar até Cuiabá com o dinheiro do próprio bolso porque a empresa não paga os custos do trabalhador e diz que vai ressarcir em 60 dias”, explicou Edmar dos Santos Leite, presidente do sindicato.

O serviço ao público foi afetado. De acordo com o sindicato, a adesão grevista chegou a 60% e 70% entre carteiros e funcionários.

Os trabalhadores estão mobilizados na sede da empresa em Sorriso. Eles alegam que já entraram em contato com a empresa, que teria se comprometido a solucionar a situação e inclusive havia pedido prazo de 15 dias.

A categoria diz que o contato com a empresa foi feito no dia 31 de outubro e aguardavam o prazo solicitado. Sem retorno, eles decidiram pela greve.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS