08 de Abril de 2020,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 23h:30 | Atualizado:

Idoso tem nova identidade depois de 30 anos em MT

Quando seu Arnaldo Mariano dos Santos foi barrado na porta do banco, entendeu que não podia ser identificado com um documento expedido há mais de 30 anos com uma foto preta e branca de quando ele ainda era jovem. O susto foi grande já que ao longo de seus 71 anos nunca tinha sido impedido de entrar em nenhum lugar, mesmo assim ele não buscou atualizar o documento porque, segundo ele, teria que ir “depois da Várzea Grande” e ficava longe demais.

“O guarda ficou olhando para minha identidade e para mim e perguntando se era do tempo que eu era guri. Agora quando?! Daí ele falou que eu tinha que tirar outra, mas imagina que eu ia gastar para fazer identidade. Nem lá eu vou e não quero nem saber. Vou ficar com a minha velha mesmo.” Ele conta que já tinha até desistido até que ficou sabendo que na casa de dona Adyr, uma moradora antiga da cidade, estaria aportando um grupo que iria oferecer identidade de graça para as pessoas.

Era a chegada do Ribeirinho Cidadão, que, no dia 19 de março, atendeu a comunidade de Brejinho, distrito de Santo Antônio do Leverger oferecendo também serviços como atendimento da justiça, informações jurídicas, ambientais, distribuições de mudas, consultas médicas, vacinas, alistamento no exército, serviços do INSS, dentre outros.

 Ele chegou cedo para aproveitar e fazer gratuitamente uma nova identidade, mas na hora do atendimento descobriu que tinha outro problema: como ele perdeu a certidão de nascimento, antes precisava pedir uma segunda via desse documento. Ele então foi encaminhado para a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setascs), que também é parceira no Ribeirinho Cidadão e que fará a solicitação da segunda via da certidão de nascimento para ele de forma gratuita também. “Com o pedido, agora vamos verificar uma nova expedição da certidão de nascimento, que depois de pronta, será enviada pela Secretaria de Assistência Social de Santo Antônio e entregue na comunidade de Brejinho dentro de 90 dias. Aí, sim, ele poderá dar entrada em uma nova identidade”, explica a servidora Rosilei Rendes da Cruz.

Parceira do Ribeirinho há várias edições, além da segunda via, a Setascs oferece plastificação de documentos e fotos 3x4 gratuitamente. A servidora garante que o sorriso no rosto de cada pessoa atendida compensa os dias fora de casa, a viagem desgastante para chegar a lugares de difícil acesso e ainda traz muita felicidade para ela. “Cada atendimento que a gente faz trazendo documentos novo para as pessoas, plastificando os documentos que elas já têm ou orientando como proceder é sempre muito gratificante porque eles olham para a gente e sorriem com muita felicidade. Compensa todas as dificuldades que enfrentamos”, aponta.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS