23 de Maio de 2019,

Artigos

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 15 de Maio de 2019, 16h:20 | Atualizado:

Judiciário recebe homenagem por trabalho à frente da adoção

As frentes de trabalho incansáveis do Poder Judiciário de Mato Grosso em prol da adoção renderam homenagens públicas à instituição e às pessoas que lutam pela causa, que receberam moções de aplauso em sessão solene realizada pela Câmara Municipal de Cuiabá e pela Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara) nessa terça-feira (14 de maio).

A juíza auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça, Edleuza Zorgetti, recebeu a homenagem representando o presidente Carlos Alberto Alves da Rocha e o corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Ferreira. “É muito importante prestigiarmos as pessoas que batalham para que as adoções aconteçam. Trabalhamos durante o ano todo e intensificamos neste mês de maio, quando temos o Dia Nacional da Adoção, com o objetivo de que as crianças que estão aptas à adoção consigam pais para amá-las”, frisou a magistrada.

“É uma grande alegria estar aqui recebendo essa homenagem, em nome da minha equipe que trabalha incansavelmente pelas adoções, em que nós fiscalizamos, orientamos toda a população e os próprios juízes. Nosso trabalho foi reconhecido e isso faz com que a gente trabalhe com mais empolgação, empenho e amor”, afirmou a coordenadora da Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja), Elaine Zorgetti Pereira.

A juíza da Vara Especializada da Infância e Juventude de Cuiabá, Gleide Bispo, apresentou o panorama da adoção na unidade judiciária, relatou casos exitosos que tramitaram na vara e enfatizou a posição de destaque que Mato Grosso alcançou nos últimos anos, em comparação a outros estados mais desenvolvidos.

“Para mim, é motivo de alegria estar aqui hoje. É um reconhecimento pelo trabalho que fazemos há vários anos, com o desempenho e a parceria da Ampara em favor da causa da adoção. É uma causa difícil, é uma luta, em que Mato Grosso tem avançado bastante. Mudamos paradigmas, temos obtido sucesso, estamos vivendo um momento muito feliz hoje na Vara, nós praticamente não temos crianças para serem adotadas. No Rio Grande do Sul, onde o Poder Judiciário é bastante desenvolvido e à frente dos demais, eles estão hoje com 650 crianças à espera de adoção, em Porto Alegre, enquanto nós não chegamos na casa de 15 crianças”, informou.

A primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, também é madrinha afetiva da Ampara e compartilhou com o público a história de adoção de sua filha. “Acho que não tem prova maior de amor do que uma adoção. Eu tenho uma princesa linda em casa que é a bênção da nossa vida. Antes de ser casada eu já pensava nisso e graças a Deus meu pensamento se concluiu. Acho que todo mundo, se pudesse ter a chance, deveria conhecer o amor pela adoção”, disse.

A presidente da Ampara, Lindacir Bernardon, ressaltou a importância do apoio do Poder Legislativo na causa da adoção, reunindo todos os segmentos que atuam na temática. “Sem sombra de dúvidas, nós dependemos do Legislativo para realmente modificar essa realidade que é tão dolorida. Ficamos muito felizes em participar desta homenagem a todas as pessoas que se esforçam para fazer com que toda criança tenha o direito de ter uma família. É um dia de se comemorar, conseguimos reunir toda a rede de apoio à adoção para homenagear, lembrar, falar da importância e da união de todos esses segmentos”, pontuou.

O vereador Marcelo Bussiki foi quem convocou a solenidade na Câmara e enfatizou a união dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário na bandeira da adoção. “Nós precisamos falar da adoção, que é um ato de amor, trazer o tema em homenagem, reconhecer o trabalho dessas pessoas. Trouxemos para essa Casa de Leis o debate sobre a questão, criamos um programa de grupo de apoio à adoção para fomentar políticas públicas, fizemos projetos de lei da Semana da Adoção e do nome afetivo. São os poderes interligados em ações transversais voltadas para a adoção”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS