20 de Junho de 2019,

Cidades

A | A

Sexta-Feira, 14 de Junho de 2019, 17h:00 | Atualizado:

INFRAESTRUTURA

Ministro prioriza terminar obras paradas em MT

mauro-tarcisio.jpeg

 

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, visitou nesta sexta-feira (14) o Terminal Ferroviário da América Latina, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, acompanhado pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), e políticos mato-grossenses.

Ele disse da possibilidade de estender o traçado da Ferrovia Senador Vicente Vuolo, a Ferronorte, até Cuiabá. A ferrovia chegou em Alto Garças, Itiquira e Rondonópolis e pelo projeto deve ser prolongada por 200 km para chegar à capital e melhorar o escoamento da produção agrícola, principalmente da região Norte do estado. "Tem dois caminhos para a ferrovia chegar a Cuiabá. O primeiro é demonstrar a inviabilidade de ter uma concessão autônoma, indo para Cuiabá, e a partir do momento que demonstra a inviabilidade atribui o trecho à própria concessionária que já opera em Rondonópolis, e o segundo caminho temos trabalhado junto com o Congresso que é um projeto de lei que cria o regime de autorização porque havendo manifestação da concessionária a gente autoriza a concessão do trecho", explicou.

Segundo o ministro, entre as prioridades do governo está a conclusão das obras paradas, antes de iniciar novos projetos. "Em todos os setores existe essa preocupação, essa concepção de que é necessário eleger prioridades e concentrar e acabar com o que está andando, antes de abrir uma frente nova e vai tirando isso da frente", declarou.

Ele também visitou trecho da BR-364 no município. Outra obra de interesse da população da região é a duplicação do trecho entre Rondonópolis e Jaciara e do trecho urbano de Rondonópolis.

A Ferrovia Senador Vicente Vuolo chegou em Alto Garças, Itiquira e Rondonópolis, faltando apenas cerca de 200 km para chegar em Cuiabá.

Audiência sobre a Fico

Rondonópolis foi um ponto de parada do ministro. O destino dele mesmo é Água Boa, a 736 km de Cuiabá, onde será realizada uma audiência pública para debater as obras de infraestrutura das rodovias federais e estaduais do trecho de 383 km da Ferrovia da Integração Centro-Oeste (Fico).

A Fico começa na Ferrovia Norte-Sul em Campinorte (GO) e vai até Água Boa. A malha ferroviária vai escoar a produção de grãos para os portos de Santos (SP), Itaqui (MA) e, no futuro, Vila do Conde (PA).

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS