06 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 24 de Janeiro de 2018, 09h:04 | Atualizado:

CIDADANIA

Projeto garante registro civil para mais de 1000 índios em MT

indios.jpg

 

O projeto Cidadania Indígena, realizado pela Secretaria do Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), atendeu 1.032 indígenas no ano de 2017, que puderam emitir uma documentação básica de forma gratuita pelo Estado. A iniciativa conta com o apoio da Secretaria Nacional de Direitos Humanos (SDH), Justiça Comunitária e outros órgãos públicos federais e estaduais. 

A população indígena das cidades de Porto Esperidião, Conquista D’oeste, Rondolândia e Campinápolis foram beneficiadas na execução do projeto neste ano. A ação do Governo do Estado, por meio da Setas, pretende reduzir o número de indígenas que não possuem documentação básica, além de conscientizá-los sobre a importância dos documentos para o acesso aos principais direitos de cidadania. 

O registro civil é o primeiro documento do cidadão e garante direitos básicos, como saúde, educação, votar, ser inserido em programas sociais, quando necessário, entre outros. Sem a certidão de nascimento o indivíduo não existe legalmente. Em Mato Grosso, 44 municípios possuem aldeias, que concentram 51.696 índios, conforme levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de crescimento dos povos indígenas no Brasil é de 10,8%, enquanto os outros povos crescem cerca de 2% ao ano. 

“Essa é uma ação muito gratificante. Cabe a nós, Estado, enquanto ente público criar formas de atender as reivindicações, conferir a devida cidadania, sem ferir a autonomia dos povos e sua tradição. A Setas recebe e atende demandas emergenciais e possui programas específicos para inclusão social e produtiva dos povos tradicionais. O registro civil é uma dessas ações e iremos continuar em 2018”, destacou a secretária da Setas, Monica Camolezi. 

Além do registro civil, o programa Cidadania Indígena oferece a obtenção de documentos como a declaração de nascido vivo, Registro Administrativo de Nascimento de Indígena (Rani), 1º e 2º via da Certidão de Nascimento, Casamento e Óbito, Carteira de Trabalho (CTPS), 2º via de CPF, 1º e 2º via da Carteira de Identidade (RG), comprovação de escolaridade, Cartão SUS, encaminhamentos de serviços sociais, orientações jurídicas, foto 3x4, entre outros serviços. 

 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS