14 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 13h:40 | Atualizado:

EXPLORAÇÃO ILEGAL

Projeto quer barrar cobrança de estacionamento em funerárias em Cuiabá

capelajardins.jpg

 

O vereador Luis Claudio (PP) apresentou um projeto de lei que proíbe a cobrança de estacionamento nas empresas concessionárias do município de Cuiabá. A medida quer evitar, principalmente, a cobrança feita pelas empresas de serviços funerários.

De acordo com o vereador, é inadmissível que as empresas que têm o direito exclusivo de prestar os serviços funerários possam recontratar outras empresas exploradoras do serviço de estacionamento para atuar dentro do terreno concessionado pelo Município.

Desde a concessão realizada em 2011, apenas as funerárias Dom Bosco, Santa Rita e Santa Terezinha, conhecida por Capela Jardins, têm autorização para prestar serviços funerários em Cuiabá.

“Uma empresa que vai explorar o serviço público, como o caso da funerária, entendo eu que não pode contratar outra empresa para cobrar estacionamento das pessoas que vão enterrar seus mortos e, muitas vezes, passar o dia inteiro velando. Mas essa prática está ocorrendo”, destacou.

O vereador explicou que as pessoas que contratam os serviços de funerárias já têm alto custo com o pagamento às empresas para o transporte do corpo do local do óbito até o local do velório  e, de lá, até o cemitério -   e não podem arcar ainda mais com o valor pago no estacionamento, cobrado por hora.

“As empresas estão explorando um serviço público. Então, discutir isso já é competência do Legislativo de Cuiabá. Por isso, estamos propondo vetar a cobrança das empresas que já têm essa prática, como das que possam vir a cobrar. Precisamos fazer justiça, porque legislar é fazer correções na sociedade para que ela  possa caminhar com  mais justiça para todos”,  afirmou. 

Além das empresas de serviços funerários, fica proibida a cobrança de estacionamento nas dependências das concessionárias de água e esgoto (Águas Cuiabá), de coleta de lixo (Locar Gestão de Resíduos),   nas empresas  de transporte coletivo. 

Uma vez aprovado o projeto, todas as empresas terão prazo de 90 dias para se adequarem. Após ser apresentado em plenário, o projeto segue para a análise das comissões pertinentes na Câmara de Cuiabá e em seguida  colocado para votação do plenário. Uma vez aprovado, seguirá para a sanção do prefeito Emanuel Pinheiro.

 



Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Eduardo | Sexta-Feira, 16 de Fevereiro de 2018, 08h25
    0
    0

    O Governo precisa parar de se meter com quem dá empregos, precisam se preocupar com vagas em hospitais, segurança pública, etc. Esse Vereador precisa fazer o trabalho de fiscalização sobre a prefeitura, não acabar com empregos. Precisa parar de perder tempo, porque essa é uma lei inconstitucional. Reparem que essas "leis" sempre surgem perto de eleições e são derrubadas em 24 horas, vide os shoppings.

  • Leandro | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 20h30
    10
    0

    Parabéns vereador!

  • Gilmar Mendes | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 16h50
    6
    2

    Boa ideia, mas inconstitucional. Não cabe ao município legislar sobre a matéria..

  • #FUTUROUSUARIO#BEM FUTURO MESMO | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 16h45
    13
    0

    Porra já não basta o estacionamento que eles cobram pro morto ficar la na salas deles , mais essa , ta certo que o morto não vai reclamar mais, mais ele tem família , quando o o morto é conhecido da bastante gente . larga mão de cobra estacionamento , fora o cemitério que tem que pagar anual , se não te ensacam e coloca em outro lugar ..

  • Lucas Pedro | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 16h32
    7
    2

    Ok, mas e os shoppings. Todo empreedimento tem que prever x% de vagas gratuitas de acordo com o tamanho do projeto. A custa de não sei o que ou quem, isso não funciona para shopping. Slguém sabe me explicar?

  • Araújo de Souza | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 15h45
    43
    0

    Agora mais essa... já não chega o valor alto dos serviços funerários. Esses povos parecem um bando de abutres.

  • Sr Silva | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 15h25
    45
    1

    Parabé.ns nobre vereador por esta preocupação com a sociedade cuiabana. A classe dominante e perversa e pervertida, pois não respeita e não permite que os familiares velem os seus mortos.

  • jota2018 | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 15h12
    48
    1

    ALELUIA ... ATÉ QUE EM FIM VIRAM ISSO, PARABÉNS VEREADOR !

  • Junior | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 14h03
    43
    1

    Muito bem vereador, apoiado!! Finalmente um projeto legal para a população. Esse é o papel do vereador!!

  • Marcia maria | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 13h55
    45
    1

    Muito bom esse projeto, acho um absurdo isso. Parabéns.

  • eduardo | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 13h54
    44
    1

    Ta certo vereador , parabens .. ja estao de malandragem isso.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS