15 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018, 12h:20 | Atualizado:

Sema articula ampliação do projeto Rural Sustentável com Reino Unido e BID

Com o objetivo de melhorar a gestão da terra e das florestas na agricultura familiar de Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) cumpriu agenda nesta quinta-feira (25) com os representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Brasília. A reunião tratou da ampliação do projeto Rural Sustentável.

O secretário de Estado de Meio Ambiente, André Baby, explica que a proposta da reunião com a consultora do BID, Luciana Carrijo, esteve centrada no planejamento da recepção pelo Governo do Estado do embaixador do Reino Unido, Vijay Ranjagaran, e de uma comitiva do alto escalão do banco. A agenda está marcada para o dia 06 de fevereiro, em Cuiabá.

“A Sema está atuando como protagonista ao auxiliar o governo a impulsionar este projeto que já está presente em sete estados brasileiros e visa apoiar o pequeno e o médio produtor a ter acesso a novas tecnologias. Vamos tratar com o Reino Unido de investimentos no âmbito da estratégia PCI (Produzir, Conservar e Incluir)”, pontua o gestor.

O Projeto é uma iniciativa conjunta entre BID, a Embaixada Britânica e o Ministério de Agricultura, que visa promover eficiência e sustentabilidade no campo, promovendo assim a conservação da biodiversidade e proteção do clima. A primeira fase teve foco nos biomas Amazônia e Mata Atlântica; e a segunda nos biomas Cerrado e Caatinga. Em Mato Grosso as ações se concentram nos municípios de Alta Floresta, Brasnorte, Cotriguaçu, Juara, Juína, Marcelândia, Nova Canaã do Norte, Querência, Sinop, e Terra Nova do Norte.

“Vamos tratar com a comitiva de autoridades as ações em andamento no Estado e como podemos maximizar nossos esforços voltados à agricultura familiar sustentável, sempre pautados na missão da ONU (Organização das Nações Unidas) que é não deixar ninguém para trás, neste caso, parafraseando o governador Pedro Taques, nenhum mato-grossense para trás. Este é um trabalho em consonância com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS)”, frisa o secretário André Baby.

Também participou desta reunião em Brasília o assessor chefe da Sema, o advogado Rodrigo Quintana Fernandes. Além da Sema, a Secretaria de Estado Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf) está diretamente ligada ao projeto por se tratar do seu público de atendimento.

Sobre o projeto

Além da meta de redução da pobreza, conservação da biodiversidade e proteção do clima, o Rural Sustentável visa promover a implantação de um projeto de grande escala que possa contribuir para o desenvolvimento do Plano de Agricultura de Baixo Carbono - Plano ABC através do fomento de implantação de tecnologias em propriedades rurais conforme previsto no Projeto Rural Sustentável (BR-X1028).

Os estados inseridos são: Pará, Bahia, Minas Gerais, Rondônia, Mato Grosso (Alta Floresta), Paraná e Rio Grande do Sul. O executor e gestor financeiro é o BID, com cooperação técnica e financiamento do Fundo Internacional para o Clima (International Climate Fund - ICF), Ministério da Agricultura, da Alimentação, da Pesca e dos Assuntos Rurais do Governo Britânico (Defra), tendo como beneficiário o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

O IABS – Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade foi a instituição selecionada no processo seletivo SPD 16-072 para realizar os serviços de “execução e operacionalização de atividades administrativas e logísticas do projeto Rural Sustentável”. 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS