19 de Outubro de 2019,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 19h:16 | Atualizado:

Sinop questiona IBGE sobre número de habitantes divulgado

A Prefeitura de Sinop, a 503 km de Cuiabá, questiona o número de habitantes divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O Secretário de Finanças de Sinop, Astério Gomes, encaminhou ofício ao IBGE questionando a estimativa do recente censo populacional, apresentada em setembro, que aponta Sinop com 142.996 moradores.

O ofício encaminhado pelo secretário, pede que o IBGE considere que Sinop tem 55.540 unidades consumidoras de energia. Fazendo uma estimativa de que pelo menos 4 pessoas moram em cada casa, o total da população de Sinop deveria ser de aproximadamente 222 mil habitantes.

Também foram encaminhados dados da frota de veículos emplacados (121 mil) no município, o número de alunos matriculados, a quantidade de pessoas atendidas na rede de saúde e na área de assistência social. A cidade tem 214 bairros.

A estimativa populacional é utilizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para o cálculo do fundo de participação de estados e municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos e consequentemente para os repasses de recursos para saúde, educação, segurança, entre outros setores. Quanto maior for o número de habitantes, mais dinheiro virá para o município para várias áreas.

 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Ademir | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 13h29
    0
    0

    Parecendo Sorriso, que diz que cresce 20 mil mês, hoje pelo cálculos deles, deve ter 150 mil pessoas lá, mania de grandeza, estas pseudo cidades, brigam entre si, para achar que são sempre supra sumo, chega lá é só violência e caos para cidades pequenas, foi a época boa!!!

  • Dos santos | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 18h42
    3
    0

    Se o critério de estimativa populacional for somente numero de unidades consumidoras de energia, frota de veiculo, nº de alunos matriculados. Se for tão simples, Cuiabá ja estaria próximo de 1 milhão de habitantes. Acontece o IBGE utiliza outros critérios matemáticos baseado nos últimos dois censos, além das tendencias de crescimento ou redução populacional do município. Sinop não é a primeira cidade do Brasil a pedir recontagem populacional, varias outras ja pediram. Certamente, é improvável que o IBGE reconsidere. é melhor esperar o censo 2020.

  • Dos santos | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 18h26
    4
    0

    Se o critério de estimativa populacional for somente numero de unidades consumidoras de energia, frota de veiculo, nº de alunos matriculados. Se for tão simples, Cuiabá ja estaria próximo de 1 milhão de habitantes. Acontece o IBGE utiliza outros critérios matemáticos baseado nos últimos dois censos, além das tendencias de crescimento ou redução populacional do município. Sinop não é a primeira cidade do Brasil a pedir recontagem populacional, varias outras ja pediram. Certamente, é improvável que o IBGE reconsidere. é melhor esperar o censo 2020.

  • + Marcelo | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 10h34
    4
    0

    No Brasil existe mais de 84 milhões de unidades consumidoras de energia, então por essa lógica de 4x1, teríamos uma população igual a dos EUA com mais de 330 milhões de pessoas???

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS