26 de Fevereiro de 2020,

Cidades

A | A

Sexta-Feira, 10 de Outubro de 2014, 09h:23 | Atualizado:

TJ amplia investimentos de segurança das comarcas

A gestão do presidente Orlando Perri tem realizado um dos maiores investimentos dos últimos anos na área de segurança dentro do Poder Judiciário de Mato Grosso. As melhorias visam ampliar a segurança dentro do ambiente de trabalho tanto de magistrados, quanto de servidores e da população que procura as unidades judiciárias espalhadas em todo o Estado.

Um dos grandes avanços neste setor foi a consolidação do Centro Integrado de Segurança do Poder Judiciário, instalado dentro do Tribunal de Justiça. Por meio desta central é realizado o monitoramento não apenas do TJ, mas também do Fórum de Cuiabá, comarcas de Entrância Especial e de Terceira Entrância.

Apenas no sistema de monitoramento serão investidos mais de R$ 6 milhões. Com este valor o TJ vai ampliar o monitoramente para as comarcas de Segunda e Primeira Entrâncias.

“Além desse monitoramento de CFTV (Circuito Fechado de TV), teremos investimentos também no sistema de alarmes. Todas as comarcas de Segunda e Primeira Entrâncias, 68 no total, terão também um incremento do sistema de alarme contra intrusão”, explica o coordenador Militar do TJ, coronel Wilson Batista.

Outro investimento importante, de quase R$ 11 milhões, diz respeito à aquisição de equipamentos de Sistema de Controle de Acesso para as comarcas de Entrância Especial, de Terceira e Segunda Entrâncias. Estes equipamentos são as catracas eletrônicas, detectores de metal e leitor biométrico, instalado em locais de controle de acesso, onde apenas alguns servidores podem entrar.

Os investimentos em segurança não têm se limitado apenas à aquisição de equipamentos. A atual gestão tem focado também em projetos educativos, como o “Fique Seguro”, que tem debatido temas de diversas naturezas, por meio de reuniões com os servidores e distribuição de folders orientativos. Essas informações ultrapassam o ambiente de trabalho.

“São orientações de segurança que o servidor, o magistrado leva para casa, repassa para a família, para os amigos, ou seja, multiplica o que aprendeu aqui, o que ajuda a formar uma conscientização em busca da segurança”, explica o coronel Batista, completando que este trabalho chegou às 79 comarcas do Estado.

Outro avanço na área de segurança é com relação à instalação da Brigada de Incêndio dentro do Tribunal de Justiça. “Foi um grande avanço, até porque o TJ é um dos poucos órgãos públicos a ter sua brigada de incêndio, que além de orientar os servidores, faz o controle da carga de todos os extintores do prédio. Ou seja, são ações efetivas que vieram para tornar o ambiente do Poder Judiciário mais seguro”, afirma o coronel.

O coordenador militar destaca que a gestão do presidente Orlando Perri deixará um grande legado no que diz respeito à segurança. São ações a curto, médio e longo prazo. “São investimentos que ainda terão seu ciclo concretizado. Os reflexos serão sentidos em outras gestões em razão da amplitude deste trabalho”.

Ele ressalta ainda que dentro do Planejamento Estratégico 2015/2020, que está sendo elaborado pelo Poder Judiciário, será proposta a ampliação do Centro Integrado de Segurança.

O coronel ressalta que será regulamentada pelo Tribunal Pleno a Política de Segurança Corporativa do Poder Judiciário de Mato Grosso, elaborada também pela atual gestão, que estabelece a finalidade, os princípios, as diretrizes de segurança e as responsabilidades que devem ser observados pelas unidades e pelos magistrados, servidores e prestadores de serviço em exercício no Poder Judiciário.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS