10 de Agosto de 2020,

Cultura

A | A

Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 05h:16 | Atualizado:

Carnaval de rua de Barra do Garças muda de local

O Carnaval de rua de Barra do Garças, a 512 km de Cuiabá, mudou de local. Antes, seria no espaço de uma feira, mas os moradores fizeram um abaixo-assinado pedindo a mudança de local e encaminharam o documento ao Ministério Público Estadual (MPE). Com base na recomendação do MPE, foi definido um novo local: a Arena do Porto do Baé.

Os moradores e feirantes alegaram que a festa geraria transtornos. Os feirantes reclamaram que seria impossível organizar a feira de domingo com a estrutura montada naquele espaço. "Houve divergências por parte do Judiciário, moradores entraram com abaixo assinado, alegando que o Carnaval poderia prejudicar o bairro, e o promotor disse que poderia ingressar com ação judicial. Não poderíamos trabalhar na dúvida. Então, resolvemos devido a esse impasse levar o Carnaval para a Arena do Porto do Baé", explicou o prefeito Roberto Farias (PMDB).

A Arena do Porto do Baé foi o palco do Carnaval em 2017 na cidade. Em 2018, a folia acontece entre os dias 9 e 13 deste mês.

Apesar da mudança de local, a programação continua a mesma anunciada anteriormente, com a animação em todas as noites da banda Interprise, do Paraná. E ainda o festival de Food Truck e premiação em dinheiro para os melhores blocos.

A segurança será responsabilidade da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e ainda haverá segurança privada no local. A entrada para todos os dias é gratuita.

Quem também anunciou que irá mudar o local da realização da festa, é a Prefeitura de Pontal do Araguaia, a 518 km de Cuiabá, vizinha de Barra do Garças.

O evento que é uma parceria da prefeitura com a iniciativa privada acontecerá entre os dias 9 e 12 de fevereiro. Inicialmente, tinha sido definido que a festa seria no antigo posto fiscal, próximo às pontes que separam Barra do Garças, Pontal do Araguaia e Aragarças (GO). Mas, tanto a Polícia Militar, quanto a Polícia Rodoviária Federal (PRF), alegaram que o local seria perigoso, exatamente por estar próximo às pontes.



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS