12 de Julho de 2020,

Curiosidades

A | A

Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h:00 | Atualizado:

MATOU O FILHO

Irmão diz que não perdoa mulher por assassinato

mae-mata-menino-rafael-de-11-anos.jpg

 

Alberto Cagol, irmão de Alexandra Dougokenski, 32 anos, disse que a morte do menino Rafael Winques, de 11 anos, acabou com toda a família e jamais vai perdoá-la pelo crime. A mulher confessou à polícia ter matado o próprio filho com medicamentos.

“Nunca vou perdoá-la. Não tirou só a vida dele, mas de todo mundo”, disse Alberto ao site UOL, nesta quarta-feira (27/05).

Rafael estava desaparecido há 10 dias e foi encontrado já sem vida dentro de uma caixa de papelão no município de Planalto (RS). O laudo cadavérico apontou que o menino morreu asfixiado.

Alberto contou que, no dia do desaparecimento, estava almoçando quando soube que um menino havia sumido. “Daí eu pedi para ver a foto e era o Rafa. Desde aquele momento até quando acharam, tinha no coração que ele estava vivo”, contou ao site.

Ele disse ter ficado atônito quando descobriu o envolvimento da irmã no crime.

O corpo de Rafael foi encontrado no último dia 25, em uma casa abandonada, nas proximidades de onde o garoto morava. O menino estava enrolado em um lençol dentro de uma caixa.

Em depoimento, a mulher tinha contado que na manhã de 15 de maio acordou e o filho não estava mais dentro de casa. A suspeita disse que a porta da frente estava aberta, com a chave pelo lado de dentro. Não foram identificados sinais de arrombamento da moradia.

À polícia, no entanto, ela confessou, posteriormente, que matou o menino com medicamentos.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS