27 de Maio de 2019,

Curiosidades

A | A

Sexta-Feira, 15 de Março de 2019, 13h:00 | Atualizado:

DURANTE EVENTO FORA DO BRASIL

Michelle Bolsonaro se enrola em fazer discurso

Reprodução Instagram

MICHELLE.jpg

 

Michelle Bolsonaro participou de um evento em celebração ao Dia Internacional da Mulher no início da tarde da última quinta-feira na embaixada do Egito em Brasília. O almoço que debateu a luta feminina nos dias atuais também contou com a participação de Paula Mourão, mulher do vice-presidente Hamilton Mourão.

No evento, Michelle sobe ao palco para discursar em português e se enrola com a tradutora para o inglês. Sorridente, a primeira-dama pede desculpas e todas as presentes riem da situação, como mostra os vídeos publicados por Francesca Giobbi, que é filha de diplomatas e tem cidadania ítalo-brasileira. Francesca é designer de calçados e trabalha com moda sustentável.

"Essa linda celebração da jornada das mulheres africanas aqui na embaixada do Egito. É uma honra poder compartilhar esse momento aqui com todas as senhoras presentes, mulheres que vieram dos mais variados países do mundo e que escolheram a passagem pelo Brasil para ter a querida cidade de Brasília como morada", diz Michelle Bolsonaro em seu discurso no evento.

"A celebração do dia internacional da mulher oferece ao grupo de cônjuges dos embaixadores africanos a feliz ocasião de celebrar as mulheres em geral e as mulheres brasileiras e africanas em particular... Contra a violência baseada no gênero aproveito esta oportunidade para prestar homenagem a todas as mulheres que sofrem e aspiram por uma vida melhor. Esta comemoração, para além de seu caráter festivo, é uma ocasião privilegiada para nos unirmos pois os nossos países precisam cada vez mais alcançar a paz e a reconciliação", disse a embaixatriz do Egito em francês para as convidadas, entre elas, Michelle Bolsonaro, que aparece sentada em uma mesa ouvindo o discurso.

Em novembro do ano passado, depois das reiteradas declarações do Presidente Jair Bolsonaro de que iria transferir a embaixada do Brasil em Israel de Telaviv para Jerusalém, o governo do Egito adiou sem previsão de nova data uma visita do ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, que estava marcada para os dias 8 a 11 daquele mês.

A informação oficial repassada pela chancelaria egípcia é que a viagem precisaria ser adiada por problemas de agenda das altas autoridades do país. Aloysio teria encontros com o chanceler do país, Sameh Shoukry, e o presidente, Abdel Fattah el-Sisi.

No entanto, fontes do Itamaraty admitiram na ocasião que o cancelamento – em cima da hora e sem sugestão de uma nova data, o que não é o protocolo nas relações diplomáticas – era um sinal do desagrado do país árabe com as posições do novo presidente brasileiro.

 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • mayara | Sexta-Feira, 15 de Março de 2019, 16h49
    0
    0

    Pior era D. Marisa (que Deus a tenha). Não falava nada e só sabia gastar nosso suado dinheiro em salões de beleza e estética em São Paulo. Disso ninguém se lembra.

  • Amanda Duarte | Sexta-Feira, 15 de Março de 2019, 15h15
    0
    1

    Aloysio Nunes não é o Tucano do Escândalo de SP? Essa é a nova política?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS