21 de Julho de 2019,

Curiosidades

A | A

Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017, 15h:26 | Atualizado:

ELOGIOS A FACÇÃO

Mr. Catra é detido por apologia ao crime

catra].jpg

 

O funkeiro Mr. Catra teve que explicar-se a polícia de Manaus após cantar, em rede social, uma música que elogiava a facção criminosa Família do Norte (FDN). Para as autoridades do Amazonas, Catra estaria fazendo apologia ao crime e por isso, foi detido assim que desembarcou no Aeroporto Internacional da capital. Imagens que foram vazadas nas redes sociais mostram o cantor sendo escoltado por agentes até uma unidade de polícia. 

Além do vídeo que estaria sendo compartilhado nas redes sociais, Catra também teria cantado versos elogiosos ao grupo criminoso em um show que ele fez em junho deste ano em Manaus. À polícia, o funkeiro afirma que não conhece e nem sabe quem é a facção ou quem são os integrantes dela. 

O procedimento contra o crime foi instaurado pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), logo depois que um vídeo de Catra viralizou na internet. O músico canta exaltando e parecendo apoiar traficantes do bairro Compensa, que atuam na zona norte de Manaus. 

A polícia teve conhecimento que Mr. Catra participaria de um show em Manaus ainda na noite de segunda-feira (23). Assim que o cantor desembarcou em Manaus, ele foi convidado para prestar esclarecimentos. Catra disse par para a polícia que fez a música e a cantou a pedido de fãs. O funkeiro relata que não sabia que a música estaria fazendo apologia ao crime ou a um grupo de traficantes. 

O funkeiro ainda esclareceu que recebeu diversos papéis e estava apenas fazendo funk de improviso. Catra salientou que não parou para pensar que aqueles nomes existiam e realmente eram de organizações criminosas. O cantor reafirmou que apenas leu os nomes e algumas palavras que estavam escritas e criou a música na hora. 

A Polícia Civil apenas afirma que ouviu e registrou o depoimento. O restante do processo será passado para a justiça, que decidirá se julgará ou não a atitude de Mr. Catra. 

Vale lembrar que o grupo citado nas canções de improviso do funkeiro é o mesmo que organizou os motins em presídios do Amazonas no início do ano. Na ocasião, a situação acabou com um total de 56 mortos. 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Viviane | Quinta-Feira, 26 de Outubro de 2017, 12h22
    0
    0

    O cara é pai e fica axaltando bandido? Não se manca!!! Uma coisa é você curtir drodas. Outra coisa é tu ser amiguinho de bandido.

  • FUNK NA VEIA | Quinta-Feira, 26 de Outubro de 2017, 11h03
    0
    0

    GOSTO DE FUNK, MAS POR ESSES E OUTROS ESTRAGAM O MOVIMENTO, O FUNK É EXPRESSÃO DE UMA JUNÇÃO DE BATIDAS E QUE É MUITA BACANA SIM...MAS COMO O REP NA DÉCADA DE 80 E 90 ATÉ MEADOS DOS ANOS 2000, TEM ALGUNS SEGUIDORES QUE LEVAM A MUSICA E SEU RÍTIMO PRA ALGUMAS SITUAÇÕES CONSTRANGEDORAS, INFELIZMENTE.

  • Brasileiro | Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017, 23h09
    1
    1

    Brasil hipócrita! Os ladrões do congresso esses merdas não detem!

  • JOSE NILDO | Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017, 17h35
    24
    2

    a coisa ja ta preta no brasil, ainda vem esse, para enaltecer facção criminosa, era para ficar preso junto com os seus amigos bandidos..para ver a realidade do crime na cadeia.....

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS