25 de Agosto de 2019,

Curiosidades

A | A

Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019, 22h:22 | Atualizado:

MADE IN CHINA

Noiva espera 90 dias e paga R$ 200 por vestido

china2.jpeg

 

Na caixa retirada dos Correios e embalado a vácuo. É desta forma que Karina Vareiro Maciel Campos Alencar, de 27 anos, teve o primeiro contato com o vestido de noiva, em Campo Grande. Sem grana na época, a assistente administrativo começou a pesquisar preços para comprar e alugar, até encontrar um site da China, onde adquiriu o típico traje branco por R$ 200 e esperou 90 dias, pouco antes do casamento, para ver o tamanho.

"Meu plano inicial era alugar algum vestido, mas, os valores estavam em média R$ 3 mil. Daí eu achei um blog que dava dicas de casamento para quem estava sem grana, até que eu encontrei esse site da China. Só que as medidas para a compra da roupa eram americanas e eu não fiz sob medida, fui olhando mais ou menos o que dava. Ele demorou 90 dias para chegar, veio embalado à vácuo, deu certo e não precisou fazer muitos ajustes", afirmou ao G1 Karina.

No entanto, pouco antes da cerimônia, a noiva fala que "bateu o desespero". "Eu dei uma engordadinha na época e fiquei preocupada. Mas, sobre o vestido, pensei: gastei R$ 200 no vestido e mais R$ 250 para retirar nos Correios. Se eu perder, vou perder pouco e, se ganhar, vou ganhar muito. Até o meu marido ficou ansioso se iria dar certo, mas deu e depois aluguei somente o véu e a saia de baixo a minha mãe já tinha", contou Alencar.

Após quase seis anos de casada, Karina conta que ainda lembra dos comentários, na maioria positivos. "Eu aprendi a comprar mais pela internet, sai bem mais em conta. Depois, também comprei mais algumas coisas e tenho esse hábito agora, porque é bem mais barato. O restante do casamento, na verdade, foi todo presente", disse.

A mãe, Marina Vareio Maciel, de 56 anos, conta que gostou do resultado. "A gente arriscou, na verdade. E a minha filha gostou, principalmente porque não queria nada muito chique. E acho que valeu a pena. Aqui os vestidos são muito caros, com preços fora da realidade. Se ela não comentasse, ninguém iria saber e o vestido era bonito, com bom acabamento e ficou certinho nela. Hoje, ela continua com o hábito e compra as roupas da filha dela, de 8 meses, pela internet", contou.

Já a prima da então noiva, Renata Maciel, de 34 anos, conta que ficou da encomenda na época e achei uma ideia arriscada. "Fiquei com medo de não chegar. Realmente seria muito mais em conta e, se não desse certo, ela teria que sair correndo para ver outra opção. Só que quando chegou o vestido ela ficou muito contente e só fez os ajustes. Na verdade, o vestido é somente um detalhe e o que fica mesmo é o amor", finalizou.

Galeria de Fotos

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS