14 de Agosto de 2020,

Curiosidades

A | A

Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 15h:16 | Atualizado:

VIDA DUPLA

Professora é flagrada recebendo dinheiro por sexo

PROFESSORA-PROSTITUTA.jpg

 

Algumas situações criminosas chocam pelo fato dos envolvidos serem aqueles que menos se espera. Entender como um fato pode levar uma pessoa a realizar um crime ou uma situação vista como sem propósito é uma tarefa bastante complicada. As informações são do É Manchete. 

Uma professora russa, por exemplo, está tendo sérios problemas com a Justiça por causa de um vídeo que a mostra em uma situação delicada. De acordo com informações do jornal britânico ‘’The Mirror’’, divulgadas em janeiro de 2016, a mulher, identicada como Katya Gorlova, de 22 anos, teve praticamente a vida arruinada após as imagens viralizarem nas redes sociais. 

Katya é uma mulher que sempre se dedicou a ensinar os seus alunos. Ela era tida como uma prossional capacitada, mas sua beleza, é claro, chamava a atenção dos pais. 

O pagamento por relação sexual com um cliente mostrou que a jovem tinha uma espécie de vida secreta, quando e onde se mostrava como garota de programa. Ninguém poderia imaginar que uma simples professora tivesse uma vida secreta com tal prossão.

Os dados, é claro, acabam surpreendendo aqueles que estão tentando apenas que os seus filhos recebam a melhor educação. Eles não imaginariam que Katya tinha a profissão mais antiga do mundo. 

O vídeo íntimo da professora com um dos seus clientes foi feito na Rússia. Nele, a mulher aparece deitada na cama e recebendo carinhos de outro homem, que teria pago para ter as relações sexuais com ela. 

Katya até faz uma dança sensual com o homem. As imagens mostram que a mulher estava em uma situação complicada. A professora fez com o conteúdo virasse um sucesso nas redes sociais. Durante o vídeo, Katya – que também é conhecida pelo nome Anastasia Monpasye – comenta que trabalha em uma escola ensinando canto e dança para crianças. 

A professora acabou chamando a atenção por sua vida dupla. A situação acabou gerando grande repercussão. Muita gente fez pressão na época para que a mulher fosse expulsa das suas funções como professora de dança. 

A jovem teria recebido o equivalente a cerca de 170 reais pelo programa sexual. E você, o que pensa sobre o que ocorreu com a mulher? Algumas pessoas foram a favor da jovem, dizendo que ela não deveria perder o emprego, já que a relação de garota de programa não teria a ver com o seu lado docente.

 



Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • carlos | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 23h13
    2
    0

    Eu pagaria até 1000 reais pra ela me dar umas aulas de sexo.

  • BARBOSA | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 16h32
    4
    8

    Tem uns comentário muito maldoso transou pó fala fazer amor. Aprenda uma coisa quem transa e estuprador . As professoras fazem amor, fica a dica.

  • SANTOS | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 16h31
    22
    1

    NA MINHA EPOCA DE ESCOLA MEU SONHO ERA COMER A PROFESSORA, GARANTO QUE DE MUITA GENTE TAMBEM, MAS OS TEMPOS HJ SAO OUTROS SE BRINCAR A MAIORIA DA GURIZADA HJ TA DE OLHO É NO PROFESSOR E NAO NA PROFESSORA GOSTOSA!!

  • RUI | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 15h43
    13
    0

    NÃO É SÓ NA RUSSIA NÃO... AQUI NO BRASIL É A MESMA COISA... PQ VAMOS FALAR A VERDADE, NOSSO PROFESSORES TÃO F$#¨@&* COM ESSE NOSSOS GOVERNANTES

  • fernando | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 15h27
    22
    1

    QUAL O PROBLEMA?? NÃO TRANSOU COM MENOR. PROFESSORA E PUTA...E DAÍ?? AQUI NO BRASIL O POLÍTICO É BANDIDO E TUDO TERMINA EM PIZZA...

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS