09 de Agosto de 2020,

Economia

A | A

Sexta-Feira, 04 de Julho de 2014, 21h:32 | Atualizado:

Artesanato de MT marca presença em Feira de Negócios em Pernambuco

A grande variedade de artesanato produzido em Mato Grosso marca presença em um dos maiores eventos do setor no Brasil. A 15ª edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), realizada todos os anos em Pernambuco, serve como vitrine inclusive internacional para que cada Estado possa mostrar a sua arte.

A abertura oficial do evento foi realizada na última quarta-feira (02.07) e teve a presença do secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme-MT), Alan Zanatta, representando o governado de Mato Grosso Silval Barbosa. 

Na ocasião, o secretário ressaltou a importância do artesanato para manter viva a cultura de um povo. “Mato Grosso é rico em matéria prima, temos muitos profissionais que vivem do artesanato e tem orgulho de seu trabalho. O governo tem trabalhado para contribuir com o desenvolvimento do setor, também responsável pela geração de emprego e renda. Os produtos artesanais de Mato Grosso já atravessaram fronteiras e conquistaram reconhecimento não só no Brasil, mas também em vários países. Prova disso foi a enorme procura e aumento nas vendas do artesanato durante a realização da Copa em Mato Grosso”.

A Feira em Pernambuco segue até o sábado (12.07) e traz este ano o tema “Mamulengos, a arte da alegria”.  Com investimento de aproximadamente R$ 5 milhões e expectativa de movimentação financeira superior a R$ 40 milhões, a Fenearte espera atrair um público de mais de 320 mil pessoas durante os seus 11 dias de realização.

“Muitos artesãos não tem condições financeiras para montar o próprio ateliê e vender os produtos, ou então, participar de grandes eventos como esse para divulgar sua arte. O nosso papel é contribuir para que o artesanato de Mato Grosso se fortaleça e conquiste novos mercados. Através do Programa de Artesanato gerido pela Sicme, o Governo do Estado tem oferecido diversas oportunidades, como a emissão de cerca de quatro mil carteiras profissional de artesão e a presença do Projeto Feira Itinerante do Artesanato em mais de 20 eventos no interior de Mato Grosso”, disse Alan Zanatta.

A coordenadora do Programa de Artesanato de Mato Grosso (PAB-MT), Elvira Leite, explica que a estrutura montada na feira foi planejada para oferecer aos visitantes um pouco da rica diversidade do artesanato mato-grossense. “Estamos com um espaço no evento com mais de seis mil peças. São trabalhos de cerca de 70 artesãos de várias regiões do Estado. Contamos também com uma equipe do PAB-MT para atender, comercializar as peças e apresentar a nossa cultura e as belezas de Mato Grosso. A previsão de negócios para os 11 dias de evento é chegar ao volume de mais de R$ 100 mil. Vale ressaltar que Pernambuco é o Estado que mais compra artesanato de Mato Grosso”.

Neulione Alves Gomes moradora da Aldeia Umutina Zona Rural do município de Barra do Bugres, trabalha a quase 20 anos fabricando peças de artesanato indígena, entre os produtos em destaque colares de sementes; brincos e anéis de madeira e osso. A artesã relata com empolgação que ficou muito satisfeita em estar expondo seus produtos na feira. “É este tipo de trabalho e apoio que nós artesãos precisamos para mostrar nosso trabalho e cultura para o mundo. Tudo isso aconteceu graças a adesão a carteira profissional do Artesão, oferecida gratuitamente pelo Estado, um documento que se transforma em muitas oportunidades”.

A 15ª Fenearte reúne cinco mil expositores, entre artesãos do Brasil e de 40 países que se unem para apresentar seus estilos e tradições em 800 espaços, numa área total de 29 mil metros quadrados.

 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS