19 de Fevereiro de 2020,

Economia

A | A

Terça-Feira, 09 de Dezembro de 2014, 17h:25 | Atualizado:

Cemat subsidia troca de eletrodomésticos para clientes residenciais

A partir desta quarta-feira, 10 de dezembro de 2014, os consumidores residenciais de energia de Mato Grosso poderão trocar equipamentos elétricos antigos por novos, pagando a metade do preço e fazendo uma doação a uma entidade beneficente, por meio do projeto Energia Solidária, da Cemat – Energisa.

O cliente poderá trocar um eletrodoméstico antigo por um novo, com selo Procel de eficiência energética, com 50% de desconto – e a outra metade será paga pela Energisa. Para economizar ainda mais, o cliente pode trocar também quatro lâmpadas incandescentes ou fluorescentes compactas por outras de LED.

A economia é em dobro: na troca do equipamento e das lâmpadas – e na redução do consumo de energia. Além disso, o consumidor ainda faz uma doação financeira em benefício de uma entidade social da cidade. 

O projeto é realizado em parceria com a loja City Lar, em todo o Estado. Cada cliente tem direito a trocar um equipamento, no período de 10 de dezembro a 30 de abril de 2015 (ou enquanto durar o estoque). 

Os critérios para participar são: 

•ser cliente residencial Energisa em Mato Grosso e apresentar o número da unidade consumidora e do CPF;

•estar em dia com a conta de energia elétrica (apresentar a conta mais recente);

•possuir um aparelho usado com cinco anos de uso e que não tenha o selo Procel;

•fazer uma doação, no momento da compra, para uma entidade social (no valor de R$ 50 em caso de compra de geladeira, freezer, televisor ou ar-condicionado e de R$ 10 na compra de ventilador).

Os aparelhos entregues pelos clientes serão retirados do mercado e enviados para reciclagem ou descarte ambientalmente correto. Mas não é necessário levar o equipamento antigo até a loja. Ele será recolhido na casa do cliente no momento da entrega do aparelho novo.

“Este é um projeto que atende plenamente os três aspectos da Sustentabilidade: o econômico, o ambiental e o social. Ele permite a redução do consumo de energia, o acesso a bens mais modernos a um custo menor para o cidadão, o descarte ambientalmente correto de aparelhos antigos e apoio a entidades beneficentes”, explica o diretor presidente da Energisa em Mato Grosso, Wilson Couto.

O Energia Solidária faz parte do Programa Energia Eficiente, da Energisa, e tem como objetivo a redução da demanda por energia elétrica em Mato Grosso. O programa segue as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), por meio do Programa de Eficiência Energética (PEE). O PEE determina que as distribuidoras de energia de todo o país invistam parte de seu faturamento em projetos voltados à redução do consumo de energia.

A Energisa, por meio da Cemat, estima que cerca de 11 mil consumidores poderão ser beneficiados pelo Energia Solidária. De acordo com o gestor do Energia Eficiente, Wagner Gentil, a distribuidora destinou R$ 11,5 milhões ao Energia Solidária nesta primeira edição. 

Mais detalhes sobre o projeto estão disponíveis no site www.cemat.com.br.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS